Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Quando você descobre seu propósito, você entende seu caminho.

Desde pequena me identificava com Davi (aquele da Bíblia). E aos poucos fui entendendo o porquê.
Eu sempre fui "queridinha" pelos líderes, professores, pastores, diretores (trabalho), ... E, sabe por quê? Nunca "puxei saco". Simplesmente amava-os, respeitava-os, como fazia com todos os outros. Assim fui ensinada por Deus e meus pais.
Deus sempre me fez ser "achada com graça diante dos olhos deles", mesmo eu não fazendo nada pra isso. Nunca quis ser o centro das atenções (daquelas que faz macaquices..rs), mas acabava sendo, justamente por isso. Mas eu ignorava essa questão. O tal do ego inflado não me atiçava.

Na escola, eu era aquela menina que as pessoas gostavam, que tinha acesso à todas as tribos, mas andava com aqueles "desacreditados", aqueles que as pessoas não davam bola, achavam "problemáticos". Eu sempre encontrava doçura por detrás daquelas cascas.
Mas eu sei, era Deus me formando.
Na igreja, a mesma coisa. Me lembro quando uma amiga de infância ficou grávida (inesperadamente) na adolescência, após cometer erros "condenáveis" pela maioria. Minha primeira reação foi ir até ela na igreja (nessa época estávamos em igrejas diferentes) e amá-la como ela era, não pelo que fazia ou deixava de fazer. Falei: "eu te amo do mesmo jeito. Estou ao seu lado".
E eu sabia que essa minha atitude influenciaria os demais. Por quê? Porque, lembra, Deus me deu graça diante dos líderes.
E assim eu agi minha vida toda, na "Caverna de Adulão" (referência a vida de Davi, Bíblia). Eu nunca estava naqueles lugares onde a maioria estava. 
Enquanto ninguém via, eu estava ali, cuidando e amando pessoas. Sem alardes, sem palcos.
Meu pai diz que meu gosto por pessoas é "exótico", rsrsrs, eu gosto dos "maluquinhos". Mas na verdade, gosto dos DE VERDADE. Enfim, isso é um outro assunto.
Então, chega uma hora que a gente sai da Caverna e tudo aquilo que foi construído em anos se torna público, visível. E as pessoas comentam :"nossa, como você mudou".
Mas não, você não mudou. Tiveram as mudanças naturais, claro, mas não como as pessoas imaginam. 
O que aconteceu é que aquele prédio todo que eu estava construindo saiu do alicerce, passou do térreo e começou a ganhar andares, porque eu não parei de construir independente da circunstância.
Enquanto eu matava leões e ursos, ninguém via. Enquanto eu adorava sozinha ao Pai (Deus) ninguém via, e nem precisa ver. Mas chega uma hora que Deus move e te leva para novos lugares, lugares mais altos. Porque "ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa._ Mateus 5:15 
E muita gente estranha, pois não sabia de nada do que acontecia, e você aparece sendo uma "cidade edificada".
E "não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte"_Mateus 5:14.

Deus faz isso para que: "Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus"_Mateus 5:16. 
Tudo é sobre ELE, por ELE e para Ele.

Enfim, por que estou contando tudo isso? 
Conto pra te dizer que Deus nos mostra pessoas na Bíblia (ou alguém que lhe cause identificação), às vezes, pra nos revelar nosso caminho. Esteja atento pelo que seu coração pulsa.
Quando você descobre seu propósito, você entende seu caminho, e os questionamentos diminuem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário