Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Novos níveis exigem um pouco mais.

Há, aproximadamente, 1 mês, entrei numa nova batalha. 
Talvez você não entenda, mas vou tentar explicar. 
[Me exponho para que NOS sirva de lição.] 

Nunca gostei da zona de conforto, seja no intelecto, na alma ou no espírito. E como intensifiquei ainda mais meu relacionamento com Deus, as raízes foram ficando mais profundas, alcançando áreas que eram ainda "escuras" (desconhecidas) em mim e para mim. 
Nunca tive problemas em ceder, sempre fui uma pessoa de fácil convivência (quem já morou comigo sabe disso). E podia "jurar" que eu não tinha problema nenhum em "matar minha carne", até que...
Até que me deparei comigo num lugar mais profundo. 
Encontrei alguém num bom nível emocional e espiritual também, alguém equivalente que me confrontou sem querer. E esse alguém reagiu de uma forma que eu não esperava. Me senti cega e sem chão. 
Consegue imaginar isso? Cega e sem chão... 
Naquele momento, aquela área lá no fundo até então desconhecida pra mim, sacudiu e exigiu de mim um maior grau de "mortificação". 
No calor da emoção eu não consegui. Parecia que tinha DUAS de mim guerreando aqui dentro. E tinha! Era minha alma e meu espírito. 
Minha alma - emoções, e que precisam ser conquistadas, tratadas- não queriam se submeter ao meu espírito - que já está pronto e é guiado por Deus. 
Passados alguns dias, tudo se acalmou. Me rendi. E de repente, tudo rompeu! Entrei numa nova fase, não melhor que você, mas melhor do que eu era. E não por mérito, e sim, pela Graça de Deus. Meu único esforço foi "me render".
Entendi também que quanto mais profundo mergulhamos em Deus, maior é a entrega e "a mortificação". 
E Deus usa as circunstâncias para sacudir tudo e para enxergarmos o que está fora do lugar, o que precisa ser firmado...Enfim... 
Se valeu a pena? Ahhhh valeu, vale e sempre valerá! 
As lutas aumentam? Sim. O povo te acha maluco? Sim também! Mas, a minha parte é até fácil, e teria sido bem mais fácil se eu tivesse me rendido mais facilmente. Porque a batalha mesmo é de Deus, eu só preciso entregar as "rédeas" à Ele. 

Quero incentiva-lo a mergulhar mais fundo num RELACIONAMENTO com Cristo. 
Sempre tem mais, independente do nível de intimidade que você tenha com ELE. Tem mais! 
E é Nele que alcançamos a vida plena. 

Obs: Talvez ESSE texto não fique tão claro para alguns, mas era impossível eu usar outros termos para me expressar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário