Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Das conversas sem máscaras...

Depois de dois anos, voltaram a se falar.

- Estava com saudade de você. Adoro esse seu jeito! Você é única, espontânea, verdadeira...
- E me lasco por conta disso, ne?! ahahahaha
- Faz parte. A maioria não sabe lidar com verdades.
- Você, por exemplo, ne?! Por que sumiu?
- Porque é impossível não se apaixonar por você. E eu estava 'concretamente' apaixonado.
- Ué, e some? Deveria ter ficado, não? Você teve a opção de ir mais fundo ou desaparecer. Preferiu desaparecer...
- Dá medo. Aquela emoção toda, eu não sabia como lidar...E eu tinha certeza que você iria me ajudar, iria simplificar, porque você é assim, você simplifica e isso assusta mais ainda! [...] Fiquei perdido pela primeira vez!
- E preferiu fugir do que se enfrentar. Preferiu entrar numa relação morna, onde você tem controle da situação do que mergulhar em algo profundo e ser vulnerável... Homens...preferem o razoável...
- Zona de conforto.
- Mas você é tão ousado e corajoso pra tanta coisa! Zona de conforto na área mais massa da vida?!
- Você sempre conseguiu me enxergar de verdade. Perto de você nunca consegui me controlar.
- Mas controlar pra quê? Armadura pra quê? Não é no "mais da vida" que está a graça ? Você parece uma pessoa tão intensa, tão determinada, mas no quesito coração vai ficar no raso brincando de jogar água pra cima ao invés de mergulhar?



Nenhum comentário:

Postar um comentário