Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 30 de outubro de 2016

No caminho da mudança.

Eu sempre procurei ME conhecer, saber de minhas falhas, minhas virtudes, melhorar no que posso, MUDAR no que devo, enfim... 
Há um pouco mais de 1 ano me deparei com uma característica em mim que eu jamais imaginei. Me descobri orgulhosa. 
[Vou me defender!ahahahaha...Não em todos os aspectos, mas havia um orgulho escondido aqui e ali.] 
Orgulho no sentido de não querer precisar de pessoas, não demonstrar fraqueza. Aí você pode dizer: "ah, mas isso não é defeito!"
É. É, sim. Isso é a raiz de alguns comportamentos que nos impedem de viver a plenitude que Deus tem pra nós. 
Bom, não dá pra delongar muito. 
Por que estou me expondo? Ora, porque sempre fiz isso. Sempre me usei de exemplo, ao escrever, pois quero que percebam que isso é normal. Temos defeitos e, quando percebemos, é sábio que busquemos mudança. 
Sim, podemos mudar! Você não é uma pedra! E mais ainda, podemos SER TRANSFORMADOS. [Perceba que há uma diferença entre o agente. Numa ação você conduz a mudança, na outra, ELE conduz] 
O que tenho visto em mim é uma transformação que vem de Deus. Sempre peço que Ele me molde, me mude para que eu tenha cada vez mais ferramentas que sejam usadas por Ele. 
E sabe o que é interessante? Quando a mudança vem Dele é tão natural. Ele nos mostra o "problema" mas ao mesmo tempo nos aponta uma solução e nos dá graça para seguirmos nessa solução. 
A solução para boa parte dos "problemas"? Cruz. 
Explico: cruz é "matar nossa carne", agir de forma contrária ao que desejamos, muitas vezes. 
Por exemplo, ao invés de tratar com indiferença quem tem magoou, você "vai pra Cruz" (mata sua emoção doente) e decide amá-lo. 
Cada dia que passa tenho mais certeza que não tem como andar guiado pelo Espírito Santo e não tomar a cruz. Ou expressamos a vida Dele, ou expressamos a nossa. 
Mas, calma, quando vencemos (somos transformados) o caminho da Cruz se torna natural, se torna PRATICAMENTE nossa única opção. E, de repente, em determinadas áreas de nossas vidas percebemos que "não mais eu, mas Cristo vive em mim". 

Beijos 
Boa noite. 
Com Amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário