Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Alma e espírito.

Não sei se sabem mas há uma diferença entre alma e espírito.
Ambos foram criadas por Deus. Mas é o espírito que tem conexão com o Pai, é o espírito ressuscitado por Jesus que nos restabelece ligados a Deus.
E por isso, a melhor coisa a fazer é submetermos nossa alma ao nosso espírito.
Aí você me pergunta: "Ok, Renata. E como diferencio-os?"
Bom, nossa alma é onde estão inseridas nossa emoções, vontades... e no espírito é onde habita a Fé ( e o que muitos chamam de intuição).
Já percebeu aqueles momentos em que por mais que suas emoções estejam aflitas, lá dentro de você há paz e você não sabe porquê?
Então! Lá onde a paz se manifestou apesar das circunstâncias é o espírito. E pode ocorrer o inverso também, você estar com as emoções "ok"e há algo no íntimo incomodando.
Claro, nem sempre alma e espírito caminham em guerra. Ainda bem! E isso acontece, principalmente, quando nossa alma é conquistada pelos pensamentos de Deus.
Por que toda essa explicação? Para prestarmos atenção e escolhermos alimentarmos o espírito para que ELE nos direcione. Por que? Porque ele está em conexão com o Pai e Deus tem o melhor pra nós. O nosso espírito é movido por fé e não pelas circunstâncias ao redor. E isso nos traz constância, paz, segurança, maturidade, ...a tão prometida vida abundante.

E, olha, como é interessante ver os resultados de nossas escolhas quando somos guiados pelo espírito!
Sou artista, tenho a alma a flor da pele, valorizo cada detalhe dessa nossa parte que também é presente de Deus. Mas melhor ainda é quando a alma expressa o espírito, quando caminham juntos.

Não, não nos tornamos frios quando fazemos essa escolha. Jamais! Deus me livre de gente fria!
Apenas evitamos frustrações pois percebemos coisas que virão lá na frente ainda.
Eu sei, tá complicado pra eu te explicar. Mas a vivência é simples.
Faça um desafio com você mesmo.
Alimente seu espírito, sua Fé. Como? Ouvindo a Palavra de Deus, lendo a Bíblia, orando...falando com ELE.
Você vai perceber uma mudança em seu comportamento.
Mas, lembre-se, assim como nosso corpo, nosso espírito precisa de alimento diário para manter-se forte.

Beijos
Com Amor...

terça-feira, 28 de junho de 2016

Que saibamos lidar com o diferente.

Por que temos dificuldade em lidar com o jeito alheio ( o que é diferente de nosso jeito)? 
Por que queremos sempre que o outro seja como gostaríamos? 
Talvez porque seja mais fácil amar o que é espelho. Mas isso não é amor, é narcisismo disfarçado. 
E aqui não estou defendendo defeitos, por favor. Tenham discernimento. 
Erros devem ser sempre corrigidos. 
"Coices" devem ser evitados, "jeito" que agride o outro deve ser pensado e mudado. 

Essa é nossa vantagem: podemos sempre mudar, melhorar, crescer. Mas mudar se você sorri demais, se você se expressa com as mãos e todo o corpo, mudar sua essência?! Mudar o que te difere? Se anular?! Nãoooo..... 
Que saibamos lidar com a naturalidade do outro - o que é bem diferente de lidar com o personagem criado e forçado de muitos, pois esse tem que ser combatido mesmo.  
Que saibamos lidar com a luz do outro, com as virtudes do outro. Pois, infelizmente, nossa luz incomoda, nosso jeito compreensível agride quem não consegue ser, a bondade é vista com maus olhos.... 
Mas quer saber? Se suas virtudes incomodam não há motivos para mudar. 
Se forem defeitos, MUDE. Jamais justifique defeitos dizendo que "é seu jeito". 

Beijo Beijo

Obs: escrito junho/2015.

Pode ser contrário ao que você pensa, mas jamais contrário ao que Deus pensa.

Talvez muitos aqui não vão entender o que vou falar, mas é que...o Deus que conheço é real e Ele fala comigo. 
Sabe, às vezes, Deus fala com a gente e parece incoerente com as circunstâncias - e na maioria das vezes é mesmo! 
Mas é que a lógica de Deus é um pouco diferente da nossa. Ele trabalha sob uma ótica onde tudo já foi feito. 
Quando Deus falou com Maria dizendo que ela conceberia Jesus, sendo ela ainda virgem, isso contrariou o óbvio. 
Quando Ele falou com Noé pra construir a arca porque viria uma tempestade- sendo que nunca havia chovido na terra- isso era loucura aos olhos humanos. 
Portanto, se Deus fala conosco, mesmo que isso contrarie nossa lógica, mesmo que as circunstâncias sejam contrárias, precisamos confiar e descansar Nele. 
E muitas vezes, teremos que gerar essa palavra em nosso "ventre" sozinhos. Assim como Maria gerou. Porque só quem tem a palavra é que tem convicção. 
Por isso, não julgue quem não entende. A palavra é sua. 

Obs: Lembrando que Deus não vai contra Sua própria palavra; ou seja, Ele não diz algo que não esteja alinhado com a Bíblia. Saibamos separar "o que Deus diz" de "desejos da alma."

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Vá mais fundo.

Relacionamento com Deus é como entrar no mar. 
Há os que se contentam em assistir. 
Há os que molham os pés e há os que vão até que os pés não alcancem mais o chão. 
Eu prefiro ir mais fundo. Mas no fundo a gente não tem controle sobre muita coisa, "somos guiados pelo VENTO". É uma aventura e tanto, mas é BOM ! 
Quando decidimos ir mais fundo, chega uma hora que não tem mais volta; ou você ESCOLHE mergulhar ou você se afoga. 
A parte boa é que se você escolher mergulhar, o Espírito Santo é seu fôlego de vida e ELE te sustenta. 

Mas, olha, se você escolher ficar na borda do mar (do relacionamento com Jesus), ELE vai te amar do mesmo jeito. 
O mergulho é bom pra nós, é para nos mudar, melhorar,...é para vivermos a plenitude. Não é Deus quem precisa, é que as riquezas estão nos lugares profundos. 
Independente de sua escolha, saiba que ELE continua te amando e ansiando pela sua companhia. 

Beijos 
Com Amor...

domingo, 26 de junho de 2016

Sobre o Amor.

No ser humano, o amor é uma qualidade, uma virtude; 
mas em Deus, o Amor é sua identidade.


Obs: escrito em 2011.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

O que é semeado, verdadeiramente, se manifesta.

Vocês me ouvem falar há anos sobre TER RELACIONAMENTO COM DEUS, ne?! 
Sempre falo sobre conhecermos Jesus, sermos guiado pelo Espírito Santo... 
Mas vou explicar algo. 

Esse relacionamento, quando existe, é expressado na vida com as pessoas, em como tratamos os outros (e a nós mesmos). 
O relacionamento vertical (Deus e você) é necessário para um relacionamento horizontal (os outros e você) saudável. 

Vida no espírito (intimidade com Jesus) não é pra ser vivida no quarto com ELE apenas, é pra ser manifesta no coletivo. 

É, relativamente, fácil se dobrar diante de Deus. A questão é ser servo de quem nada pode fazer por você. É ser amável com os inconvenientes. É ser humilde na vivência e não nas palavras. 

Pensemos nisso. 

"Se alguém disser: Amo a Deus, mas odeia seu irmão, é mentiroso. Porque aquele que não ama seu irmão, a quem vê, é incapaz de amar a Deus, a quem não vê. Temos de Deus este mandamento: o que amar a Deus, ame também a seu irmão." 1 João 4:20,21 

Beijos 
Com Amor...

domingo, 19 de junho de 2016

Mundo estranho.

O povo anda armado pedindo por paz. 
E não falo da "arma de fogo", falo "armado na alma". 
Andam com pedras nas mãos pedindo por amor. 
Soltem as pedras, dêem as mãos. 

E as diferenças? Oras, não seja tão narciso assim, capaz de amar apenas o que é espelho. 
Sabe esse amor que vivem pedindo? Já existe. Exerça-o ao invés de pedir que o outro exerça.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Seja.

O mundo anda tão acostumado a pessoas que querem provar o tempo todo quem são e o que fazem que quando alguém não o faz, não entendem ou acham que a pessoa não faz nada.

Nunca fui de provar nada. Acho desnecessário.
Simplesmente sou.
Não preciso ME convencer.

Eu sei, no mundo atual, fazer propaganda de si virou moda, comum, e quase uma necessidade pra te darem valor.
Mas, é sério que terei que fazer da minha vida um diário? Tipo, "acordei tal hora, trabalhei, fiz isso, aquilo..." ? Tenho que tirar foto no trabalho sempre pra provar que trabalho? Tenho que tirar foto dormindo pra provar que durmo? Oi?! Sorry, quero isso não. Acho chato isso.
Ai tem gente que diz: "a gente nunca sabe de sua vida, não sabe onde você está...".
Ué, é pra saber?! rs. Quem convive comigo sabe.

E isso não é um desabafo, é uma reflexão.
Se você tem consciência de quem é, provar se torna inútil.
Simplesmente seja. ‪

#‎naContramãoSempre‬
‪#‎diquinha‬
‪#‎porUmMundocomMaisGentequeÉ‬

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Seja você e estimule a autenticidade.


Fico observando-nos.
Todo mundo reclama da falsidade, da vida dupla, daqueles que não são autênticos. Mas poucos, pouquíssimos, carregam a transparência como objetivo.
Querem que o outro seja, mas não são.
Por quê?
Às vezes exigimos que a pessoa seja ela mesma, sem máscaras e tal, mas se a pessoa é livre, criticamos. É contraditório isso!
Queremos encaixar os outros em padrões pré-estabelecidos.

Nessa sociedade que cada vez mais "lutam" por direitos de todos, querem matar a singularidade.

Isso é uma "doença" do ser humano, mas nossa cultura (brasileira) consegue ser ainda mais superficial. E o fato de ser algo geral não anula a gravidade de uma vida roubada pela falta de identidade.
É um bando de gente fingindo ser o que não é pra tentar sentir-se aceito, amado...
Eu sei, o motivo não é dos piores, afinal, todo mundo quer ser amado. Mas a esse preço?
Se pra alguém te amar, te aceitar você precisa usar máscaras, ser outra pessoa.... Na verdade, você não está sendo amado, quem está sendo aceito é um personagem. E enquanto isso, você vive trancado dentro de si vendo a vida passar.
Todo tipo de prisão é sofrida, mas estar preso dentro de si é suicídio.
No final das contas, quando fazemos isso provamos que nem mesmo a gente se aceita.

Mas sabe de uma coisa? Primeiro, aceite-se como é, tenha consciência de quem você é. 
Segundo, mude o que for necessário, o que for contrário ao que Deus diz. Mas MUDANÇA não é disfarce.
Uma coisa é alguém mudar, outra é ela criar um personagem.
Não consegue mudar? Deus nos deixou o Espírito Santo para nos ajudar, nos fortalecer, nos confrontar, nos iluminar. Peça que Deus te mude. Não temos desculpas, temos escolhas.

E ao ver alguém livre, aplauda, aprecie ao invés de jogar pedras.
No dia em que você souber de sua identidade, você saberá admirar a identidade do outro. E aqui não estou encobrindo defeitos, pecados, falhas. Estou falando de personalidade.

Aos que fingem ser o que não são pra agradar os outros, "puxar saco" de líderes e tal...saiba, quem é de verdade, sabe quem é de mentira. Mas quem é de mentira supõe que todos sejam como ele é.

Estimule a autenticidade. Permita-se ser você. Permita que o outro seja ele.
Aproxime-se de Deus, seu único criador. ELE te conhece e vai te ajudar a se tornar quem você é.

Beijos
Com Amor...

Interesseiro ou interessado? Quem você é?!

É preciso muito discernimento e atenção para diferenciarmos pessoas "interessadas" de pessoas "interesseiras". 
Interessadas agregam e visam o SER. 
Interesseiras subtraem e visam o TER. E esse "ter" nem sempre é material. Tem gente interesseira que quer ter o SEUS amigos, quer ter os SEUS contatos,... 

Atente-se. 
Ame a todos, mas tenha cuidado em quem confia. 
E estejamos atentos a nós mesmos para que não sejamos interesseiros e sim interessados nas pessoas.


sexta-feira, 10 de junho de 2016

Sobre olhar além.


Sempre digo para olharmos além. Por quê? 
Porque, naturalmente, fazemos leituras dos outros e de situações sem percebermos. 
Não há problema em fazer essas leituras, aliás, é importante pra saber até onde podemos ir em cada situação. Mas é preciso olhar além do óbvio, ir além das "deduções rasas". 
Porque leituras rasas nos levam ao julgamento (e condenação) do outro dentro de nós. Enquanto que "olhar além" desperta o amor pelo outro. Aquele amor que cobre multidão de pecados (falhas). 
Portanto, se temos julgado, condenado os outros, é porque nosso olhar está raso demais. 

Olhe além e o amor brotará. Inclusive o amor próprio. 
Olhe com os olhos do Pai (Deus). 
 Peçamos pra ELE nos ensinar esse olhar. 

"Olhar além" não significa que não vemos os defeitos; significa que há amor dentro de nós, e que esse amor não é feito apenas de belas frases, é prático, há vida!


terça-feira, 7 de junho de 2016

Revele-O em você, através de você.

Falo sempre sobre comportamentos humanos, independente de religião e tal. 
Demonstro minha indignação no quesito SER HUMANO. 
Mas agora, esse texto, é para os que, assim como eu, são FILHOS. Não, não é pra os religiosos. Não é pra quem tem uma religião, nem pra quem frequenta uma igreja. É pra quem tem um RELACIONAMENTO COM JESUS, o Cristo. 

Eu sei, machuca, dói ver o desrespeito de alguns com aqueles que crêem mas... Creio que Jesus não precisa que a gente o defenda com palavras. 
Ele espera que a gente o REVELE em nossas atitudes, com nossa vida. 
E isso não quer dizer NEGAR A FÉ, esconder que crê Nele (só porque não vai "discutir teologia). Jamais! 
Jesus foi açoitado, xingado e tudo o mais. E o que ELE fez? "Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca." _Isaías 53:7 

Diante de ofensas pense como o Mestre: "Pai, perdoe-os, eles não sabem o que fazem". (a maioria não sabe) 
O mundo não precisa de nossa opinião em absolutamente nada. Nossa opinião não muda vidas (a não ser que esteja baseada Nele), embora possa melhorar, ajudar pessoas, claro. 
Mas o que TRANSFORMA é a VIDA DE DEUS fluindo a partir de nós. 
O que sacia o mundo é sermos fontes da Água Viva! 
Não se confronta o ódio com mais ódio. Confronta-se com AMOR. Nem tente fazê-los entender na força. "Não dê pérolas aos porcos"
A melhor maneira de "defender" o REI dos reis e Senhor dos Senhores é: sendo parte Dele nesse mundo, vivendo segundo o que ELE diz: amando, perdoando, buscando coisas certas, justas, não praticando o mal, ... E só somos parte Dele, quando nos relacionamos com ELE. 
A melhor maneira de combater a mentira é mostrando a VERDADE. 

Beijos 
Com Amor...



Escrito em 08/junho/2015.

sábado, 4 de junho de 2016

Mudança natural.

Creio que nunca se falou tanto em "moral", nunca tivemos - nessa quantidade- discursos tão "bonitos", e um povo tão cheio de opinião. 
Mas, ao mesmo tempo, ACHO que nunca estivemos tão distantes em nossas práticas. 
Há uma certa consciência do que é "bom, aceitável", mas nosso comportamento não acompanha essa consciência, não muda, não melhora. 
Por quê? Creio que uma das razões é porque não mudamos nossos pensamentos (que é a raiz). 
A raiz precisa ser transformada, precisa estar ligada ao que é Perfeito (Cristo). 
Nossos pensamentos devem estar alinhados com os Dele, e pra isso, precisamos estar em constante COMUNHÃO com o Pai. 
Aí nós falamos "eu estou o dia inteiro com ELE". Sério? Então, naturalmente, já deveríamos ter a mente de Cristo, uma mente cheia de paz, amor, verdade, retidão, mansidão, domínio próprio... 
O fato de ELE estar presente não significa que estejamos em comunhão. 
Pra melhor entendermos, basta pensarmos: se alguém entra numa sala e você está com a mente concentrada num livro, no 'whatsapp' ou qualquer outra coisa que não seja NAQUELA PESSOA QUE ENTROU, provavelmente essa pessoa sairá da sala e você nem perceberá. Ou seja, o fato dela estar no mesmo lugar que você não significa comunhão. Nossa atenção precisa estar voltada inteiramente pra pessoa para termos comunhão. Assim é com Deus. 
[Aliás a maioria não sabe mais o que é ter comunhão com alguém pq está o tempo inteiro concentrada em outra coisa, principalmente celular, ou concentrada numa resposta "inteligente" pra se sobressair, ao invés de simplesmente parar e ouvir.] 

Se estamos cheios de sentimentos negativos, provavelmente estamos cheios de pensamentos negativos. 
Aí alguém dirá "não consigo controlar meus pensamentos". Então, está na hora de aprender e treinar. Não é fácil. Ainda mais porque estamos acostumados a ser guiados por pensamentos e não o contrário; e também não filtramos o que lemos, ouvimos, falamos... 
Uma boa forma de vigiarmos nossos pensamentos é questionar-nos: "esse pensamento traz vida ou morte?" 
E ainda, ao expressarmos o que estamos pensando, devemos nos perguntar "é pra edificar alguém? É por amor? Ou pura crítica e vaidade?" . Se não for pra fazer bem, melhor calar-nos. 

Obs: já viu alguém com um comportamento que não condiz com a pessoa porque você a conhece? Então, é porque ela só mudou o comportamento e não o pensamento, aí fica estranho, falso... 
Quando nossos pensamentos mudarem, nosso comportamento vai mudar. Será natural. 

Beijos 
Com Amor...

obs: escrito no dia 04/06/2015.