Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

O mundo está do avesso, e sim, eu sei que você viu!

O mundo está do avesso e todo mundo reparou isso.
Isso é que é o pior!
Todo mundo repara mas ninguém rompe o paradigma, ninguém sai do molde.
Aliás, poucos, pouquíssimos.
Eu bato tanto nessa tecla, mas sabe o que nos falta? Consciência, autoconhecimento.
É muita gente ofendida com qualquer coisa, mas isso é consequência da falta de identidade, ou melhor, não conhecer sua própria identidade.
É muito "movimento isso ou aquilo", mas pouquíssimo movimento INTERNO.
Quando é que vão entender que a árvore simplesmente dá o fruto segundo sua espécie?
Quando é que vão entender que a verdadeira revolução deve acontecer por dentro?
Quando essa revolução, transformação interna acontecer, o mundo aqui fora transforma também.
Pro coletivo mudar é preciso mudar o indivíduo.
Pra darmos novos frutos precisamos mudar as sementes. É tão óbvio...

Jesus já disse sobre isso: é preciso uma nova natureza, uma que nasça Dele. A violência está absurda? Sim. Mas e o desrespeito com o outro, com as leis, com o sentimento do outro...também não são violências?
O problema é que ao invés de solucionarmos, justificamos.
Se arranjarmos sempre justificativas pra os erros e atitudes ruins, não haverá arrependimento, e assim não há mudança.
Justificamos dizendo que "é normal hoje em dia".
Boa parte dos comportamentos doentios que toleramos, o toleramos porque consideramos normal. Mas deixe eu te falar: NÃO, muita coisa não é normal!
Saibamos diferenciar COMUM de normal.
É COMUM brincarem com os sentimentos uns dos outros, tratar o outro como se fizesse parte de um catálogo, fazer o outro se abrir e depois dizer "não, obrigado".
É lamentavelmente comum, mas jamais será normal.
São os detalhes que mudam um dia, uma vida, o mundo.
O mundo está do avesso e todo mundo viu! E ficou nisso. Todo mundo só assistiu.

Mas o MEU mundo vou tratar de mudar, ou melhor, permitir que Deus o mude, dê vida a partir do caos. 

Eu sempre me questiono : será que estou colaborando para o mundo permanecer do avesso ? Questione-se.

Nenhum comentário:

Postar um comentário