Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Não passe.



Coragem é indispensável pra se VIVER. Caso contrário, a gente apenas passa pela vida.
Se não tem coragem, passa pelo amor de sua vida, passa pelo emprego dos sonhos,.... Passa, inclusive, pelo SONHO.
É sua vez de agir, de ser feliz e o que você faz ? Passa?
"Passa a vez" como num jogo? E joga a responsabilidade para um, para o outro.
Desculpe, mas preciso fazê-lo enxergar.
Não vai ser fácil escolher agir pela coragem e não pela covardia de "deixo a vida me levar", mas é difícil só no início.
Enquanto que se você apenas passar pela vida - por mais cômodo que seja - uma hora isso vai incomodar, se você PARAR e pensar.
Enfrentar-se é dolorido mesmo, reconhecer defeitos, mudar. Mas é melhor enfrentar-se agora do que com uma bagagem cheia de covardia no peito.
Eu insisto nisso porque me dói ver o que perdi sendo covarde. Algumas coisas a gente recupera, outras não.
Eu insisto nisso porque desejo muito que a gente viva a plenitude que Deus nos disponibilizou.
Mas jamais, JAMAIS, confunda coragem com insensatez.
Coragem é pra viver lúcido, viver livre de amarra- seja ela qual for -, coragem pra lutar por quem se ama ao invés de ficar com quem convém, .... Coragem para acreditar no seu sonho, pra descobrir-se por dentro. Coragem para fazer escolhas e arcar com as consequências. Coragem pra voar e também pra saber pousar quando necessário.
Por favor, não passe pela vida. Dê significado a ela. Tenha coragem!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O desafio de Amar ao próximo.

O desafio de praticar o amor ao próximo (principalmente por aquele que é tão diferente de nós ou, muitas vezes, doente emocionalnente)....
Isso só é possível quando Cristo vai sendo construído dentro de nós. E também quando percebemo-nos por dentro, tão falhos, e ainda assim Ele nos ama. Mas falo do Amor genuíno e não esse sentimento, muitas vezes, doente que chamamos de amor.
E a construção de Cristo em nós só é possível quando ESCOLHEMOS nos alimentar Dele, de sua Palavra, ter intimidade com Ele e, muitas vezes, dizer "não" a nossas vontades egoístas e rebeldes.
O Amor Dele nos cura, nos liberta, nos constrange, nos ensina.
Se você não sentiu esses efeitos em sua vida, provavelmente o Amor Dele ainda é uma teoria ou frase pronta que alcançou apenas sua mente, pois é impossível nos encontrarmos com o Amor Dele e não termos nenhuma alteração em nossas vidas.
Permita-se sentir-se amado e viverá uma transformação dia após dia.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Sacie sua sede.

E aí, como está seu coração? Como está sua mente? Está ansioso (a)?
O final de semana foi bom? Agitado? Entre amigos? Se sim, que coisa boa!
 Mas e depois? Quando você chegou em casa, faltou alguma coisa?
Quando você deita a cabeça no travesseiro, há um ponto de interrogação?
Você é hiperativo? Não para? Evita parar pra não ter que pensar, refletir, ...enfrentar?
Claro, isso é feito de forma inconsciente, na maioria das vezes.
PARE. RESPIRE.
Assim como nosso corpo precisa de água pra sobreviver, nosso espírito precisa Da Água para reviver e se manter vivo.
O que seria essa água? Como matar a sede do espírito, da alma?
Se você é do tipo que citei acima, vive ansioso, e há uma incógnita que te persegue, um vazio...Calma, é normal. Sim, normal pois sua alma e espírito estão com sede.
A alma (emoções) só se aquieta quando está sob o domínio de um espírito saciado.
Você deve estar se perguntando "ok, e aí, o que eu faço?"
É bem mais simples do que imagina!
Não precisamos pagar promessa, nem dízimo, nem comprar "paradas" místicas. Não são necessários rituais, campanhas, sal grosso...
UMA COISA SÓ é necessária para saciar a sede: conhecer e se relacionar com o Autor da Vida.
Onde quer que você esteja agora, vá até Jesus e diga: "Senhor, sacie minha sede. Eu preciso de Ti. Quero te conhecer". E relacione-se com Ele diariamente, não apenas num domingo.
E não estou falando de saber sobre ELE e sim ser amigo Dele.

Sinceramente, EU não sobreviveria sem ELE (literalmente!). O mundo é pesado demais quando ELE não está dentro de nós.
E pra ELE participar de nossas vidas basta termos Fé e o convidarmos.
Não complique.
E quando bebemos Dele, além de saciarmos nossa sede, acalmarmos a alma, também passamos a ser fonte dessa água para outros.

"Jesus levantou-se e disse em alta voz: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva"."_João 7:37,38 

Beijos
Com Amor...

sexta-feira, 17 de julho de 2015

O mundo gira, meu amigo, ....Ahhh ele gira!


Não importa quão lento seja
Não importa se, às vezes, pareça até estar parado
Não depende da gente querer ou não
Não é vingança do universo contra você ou contra mim.
Não é pessoal.
O mundo gira, meu amigo,... Ahhh ele gira!
É a lei da vida. É a lei da semeadura.
Por isso, atente-se sempre ao que você dá valor, a QUEM você dá valor.
Se dá valor aos que aplaudem suas idiotices ou os que te fazem ser melhor... Atente-se! ESCOLHA! Atente-se sempre ao VALOR das coisas e pessoas. Às vezes invertemos e nem percebemos.
E não ache você que COISA é algo material, falo de tudo que não é gente!
Se damos mais valor à nossa "fome" por sucesso, fama, ao EGO... Podemos morrer inchados e sozinhos. Porque não se passa por cima de princípios, não se relativiza Verdades para chegar onde se quer. Isso é corrupção !

E o mundo gira não por maldade, mas nos dando a oportunidade de agirmos de forma diferente, de reagirmos de forma mais amável, mais doce, mais sábia....
O mundo gira nos dando a oportunidade de agir diferente, ensinando quem agiu mal conosco.
O mundo gira não é pra agirmos como "olho por olho". Porque como diz o sábio "olho por olho e o mundo acabará cego".
O mundo gira porque as misericórdias de Deus se renovam a cada manhã.
O giro do mundo é uma nova chance, agarre-a!

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Cuide do que fala.

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. _Efésios 4:29

Pare e pense um pouco. Avalie-se.
Quais têm sido as palavras que saem de sua boca?! O que temos falado ao outros?! O que temos semeado?!
Eu sei, no mundo virtual é quase regra ser "deus" e julgar e condenar a tudo e todos. Mas ...você não vai continuar seguindo essa regra estúpida, ne?!
Isso só espalha revolta, amargura, ira, desesperança, espalha, inclusive, dentro de você.
Não estou dizendo que temos que ignorar a política, por exemplo. Mas nos alimentarmos das injustiças que vemos nos rouba a paz, a fé...
Nem estou dizendo pra você sair falando coisas "bonitinhas" mas que não têm vida nenhuma em você (pois se você não pratica o que diz, isso soaria como o tão conhecido HIPÓCRITA. O que dizemos precisa antes ser dito com atitudes).
Mas apenas....se não tiver algo edificante, que vá acrescentar na vida dos outros e na sua, melhor ficar em silêncio. É pro seu bem! Para que não se torne uma pessoa amarga, revoltada... O mundo já faz esse papel (de querer nos desanimar).
Mude o ângulo que vc vê as coisas, assim as palavras vão mudar e CONSEQUENTEMENTE, SUA VIDA.
Cuidemos para que nossas "sementes" sejam boas.
Você vai ver como é gratificante ser LUZ na vida dos outros! É uma alegria incrível poder alegrar alguém !
O mundo é muito maior que seu umbigo, acredite!

Beijos
Com Amor..

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Vamos pra Luz.

Às vezes ficava me perguntando: por que o podre atrai tanto o ser humano? Por que o medíocre, o raso, o que difama, o que agride, o que incita justiça própria, raiva, inveja, ira, entre outras coisas, atrai tantos leitores, espectadores, voluntários...?
Eu já tinha chegado à conclusão que era por identificação mesmo, o podre de dentro com o de fora. Mas, claro, uma identificação de uma forma inconsciente.
Aí relendo uma "passagem" me deparei com a explicação que reforça o que o Pai (Deus) tinha me falado.
Eu me perguntava : por que as pessoas não querem vir pra Luz, não querem o que é VISIVELMENTE melhor?
Ora, porque na Luz somos obrigados a enxergar nossas trevas, nossas más obras, nossas más intenções disfarçadas, nossa eterna VAIDADE. No final das contas, "tudo é vaidade" mesmo!
Afinal, por que não enxergar? Porque exige humildade, entrega ao Pai, reconhecer nossa pequenez ...e porque nossas obras tão cheias de aplausos, fãs, "curtidas" viram pó pois seriam reprovadas por Quem realmente importa. Pois se a intenção é meramente vaidade, a Luz não aprova. E com nossa "audiência" virando pó, nossa sensação de importância diminui, porque a maioria baseia seu valor nos outros e não em Deus. Aí tudo oscila.
Mas a boa parte é: se ESCOLHERMOS praticar a Verdade e formos pra Luz (Cristo), as obras construídas por ELE são manifestas, são frutos naturais, saudáveis!
E obras boas e más não tem nada a ver com "religião". Tem muita gente que "serve a Deus" mas não O conhece. Isso é pra NÓS.

Agora, leia você e observe o que está em "caixa alta" (caps lock):

"Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e OS HOMENS AMARAM MAIS AS TREVAS DO QUE A LUZ, (por que?)porque as suas obras eram más.
Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, E NÃO VEM PRA LUZ, PARA QUE AS SUAS OBRAS NÃO SEJAM REPROVADAS.
Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus."_ João 3:17-21

Boa noite.
Com Amor e um eterno convite pra Luz...
Beijos

sábado, 4 de julho de 2015

Liz mudou de fase.


Liz cresceu.
Cresceu mas não endureceu, fiquem tranquilos!
Continua sensível, atenta ao abstrato, ao não revelado; apenas aprendeu a lidar com tudo isso.
-Vou-me embora.
-Pra Pasárgada?_perguntou um querido, sabendo que ela era dada a falar de poesias, esperou uma continuação do poeta.
-Não, não. Dessa vez vou mesmo. Preciso ir._ respondeu Liz.

É...ela precisava ir. Há tempos - isso, no plural - que ela precisava ir.
Seu tempo aqui já tinha se esgotado. Não tinha mais razão. Mas calma, ela só estava mudando de nação. Não vamos dramatizar tanto!
De amor, por aqui, ela não se permitia mais falar. Sabia que era lida, relida, avaliada e talvez até zombada. Não se ama como Liz, assim gratuito e sem fim. Mas assim ela aprendeu, e assim ela acreditava ser o Amor Perfeito, um amor que cobre o defeito.
Alguns, poucos, a entendiam. A maioria chamava-na de "trouxa" assim que ela se virava de costas.
Mas ela não ligava. Nunca foi errado amar, nem nunca será. Mas falo do Amor mesmo, saudável, bonito, nascido de Deus.
Amor genuíno traz coisas boas, gera coisas boas. Aquele cara que despertou isso tudo nela já havia desaparecido, mas ela ainda orava por ele, pedindo que Deus o cuidasse. Isso é amor.
Mas não vamos falar disso hoje. Agora a história é outra. Liz está indo embora!
-Pra sempre? _ele perguntou.
-Que pergunta difícil! Não sei. Estou indo apenas.
-Não volta pra mim, pra gente?
-Pra gente? Nunca teve "a gente".
-Você não pode ir e me deixar.
-Por favor, essa cena é desnecessária. Você nunca me deu terra pra criar raízes. O vento agora soprou pra outro lado.

Rafael não entendia. Mas Liz também nunca o entendeu, pois dizia amar mas nunca quis segurar na mão dela, nunca pediu a mão dela.
Ele dramatizou mas, como eu disse, Liz cresceu. Drama não a sensibilizava mais, pelo contrário, a irritava. Ela só era tocada pela verdade agora. Nenhuma lágrima solta - sem estar de mãos dadas com atitudes - mexia com ela a ponto de mudar seus planos.
Mas mais do que isso, hoje Liz entendeu que se tivesse firmado essa relação, ela não iria embora.
E ela precisava ir!
Havia um mistério pra desvendar longe daquele lugar que ela estava agora.

-Você vai morar onde? Com quem? Quando volta?
Ela não tinha aquelas respostas, e sabia que responder "não sei" soaria loucura pra ele e pra maioria.
-Vai se casar lá?
-Talvez. Não sei! E não faz diferença você saber disso!
-Claro que faz.
-Pra quê?! Você vai reagir depois de anos?! Por mais carinho que eu tenha por você, eu sei que Deus tem o melhor pra nós dois. Eu sei que ELE vai me dar alguém no qual eu não seja o "plano B", nem o "plano A", mas seja o único plano!
-Não fale assim...Você sabe que...
-Pare. Você nunca permitiu que existisse "nós", não venha me falar disso agora. O assunto aqui é outro. Estou te contando que vou embora porque somos amigos.

Rafael se calou. Não sabia o que dizer, como sempre. Parecia que algo dentro dele havia sido acionado, o botão "perdeu, playboy".
A maioria chega nesse ponto só depois que não tem mais jeito. Só acordam depois que caem da cama!
-Fique feliz por mim! Vou viver tantas coisas legais!
-Você é corajosa.
Mal sabia que Liz não tinha essa coragem toda, mas decidia ter. Decidia agir apesar do medo do novo, da incerteza...
-Não é coragem. É Fé.
Ela sabia bem a diferença das duas coisas. A fé pode nos levar a ter coragem, mas a coragem não é fé.
Ela tinha Fé em Deus, pois tinha um bom relacionamento com ELE. Liz sabia que podia confiar Nele e foi ELE quem mandou ela arrumar as malas e ir. Mas como ela diria isso? Como explicaria isso?
No seu íntimo, Liz sabia que Deus havia direcionado-a.
Sua alma queria inquietar-se, buscava lógica, sentia-se insegura, mas o espírito dela estava convicto, firme.
Deus disse "vá", e ela, CONFIANDO NO AMOR DELE, decidiu crer.
É, no final das contas, realmente pra ter Fé é preciso coragem, coragem de se relacionar com Deus.

-Como assim? _indagou Rafael.
-Coragem seria se eu estivesse indo sem ter uma palavra de Deus, sem ter uma direção Dele. Aliás, isso seria loucura! Mas como sei que ELE direcionou...estou indo firmada na Fé.
-Mas a fé é abstrata demais pra você ir assim...
-Minha Fé é Naquele que é perfeito, que nunca muda, que me ama...Eu sei em quem tenho crido._ finalizou Liz demonstrando intimidade e confiança no Pai.

Chega um ponto na vida, no Caminhar com Deus, que loucura é viver naturalmente; é o sobrenatural que nos deixa à vontade.