Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

‪#‎QuemÉZecaCamargo‬


Zeca, meu jovem...Você errou.
Eu até entendo que brasileiro, no geral, não tem cultura - no sentido literal do dicionário: "saber, instrução, estudo". Isso é verdade mesmo. A maioria não lê, não entende de arte e tal. Eu sou artista e sei disso, é uma triste verdade!
MAS nossas músicas representam nossa cultura, no sentido antropológico da coisa. Entende?
Por exemplo, eu detesto "FUNK brasileiro" (aqueles podres, baixos), mas as letras (ou falta delas) reproduzem um povo sem estudo mesmo, reproduzem nosso país. Logo, isso é entendido como CULTURA.
Cultura não é só o que achamos bom, cultura é o que movimenta um país.
Por exemplo, a corrupção, o jeitinho brasileiro faz parte da cultura- movimenta o país.
Você realmente errou, foi infeliz na tal crônica. Mas quem nunca foi, ne?! Dá tempo de se retratar! Corre!
O duro é que numa época conectada 24 horas por dia nossos erros tomam uma proporção absurda e numa rapidez impressionante!
Sim, você foi infeliz ao dizer que não entendia a comoção, soou como se você não visse motivos para tal declaração de amor ou sofrimento do povo. Nesse momento você vacilou, primeiro porque desprezou a dor de quem gostava; e segundo, colocou SUA opinião como sendo algo geral e ainda tentou justificar "sua não apreciação" pelo estilo musical usando comparações rasas.
Você não entendeu? Pois é, pode ter gente que também não entenda como você foi parar na Rede Globo (uma conceituada emissora). É uma questão de gosto e opinião mesmo.
Por não arrastar multidões (pelo menos foi o que você disse) nas grandes cidades (quis dizer Rio e SP, ne?!tsc tsc tsc), acha que é desconhecido? Quanta pequenez seu pensamento! Há bandas conhecidas nesse eixo que não venderiam nem UM ingresso no coração do Brasil (centro-oeste).
E olha, eu que estou escrevendo, nem era uma super fã dele, conhecia pouquíssimas músicas, mas reconheço, o cara fez história, era um jovem raro, com um coração incrível e era um excelente músico (queira você ou não)!
Desculpe-nos pelas agressões que você tem sofrido por conta disso.
A maioria combate ignorância com ignorância.
Achei lamentável o vídeo, o discurso, a crônica. Mas "vá e não peques mais".

Nenhum comentário:

Postar um comentário