Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 3 de maio de 2015

As reações adversas às vezes são inevitáveis.

Há situações na vida da gente que são como tomar um remédio. Sabemos das reações adversas, sabemos que podemos sentir enjôo, dor, tristeza, mas precisamos tomá-lo.  É necessário pra evitar coisas piores ou para curar-nos.
Por isso, sejamos gentis conosco e com os outros que estão passando por essa situação, tomando esse remédio; pois o fato de saber das reações não ameniza a dor. Dói do mesmo jeito.
É apenas uma dor que tem uma justificativa nobre.
Ter que fazer um corte para arrancar algo que está fazendo mal não deixa de doer só porque estamos vendo o corte ou porque sabemos da necessidade. Pra esses casos não há anestésico.
Não é errado nem feio senti-la. Não é recomendado - pra nossa própria saúde mental e emocional- que nos apeguemos a dor, que ampliemos-a. Mas se está doendo, chore, grite no seu quarto, desabafe  e depois "bola pra frente"!
E tenhamos paciência, às vezes a cicatrização demora um pouquinho. É o tempo sempre se fazendo presente quando desejamos ou não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário