Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sábado, 7 de março de 2015

Sobre os malandros...



Há pessoas que foram tão feridas que não conseguiram ter outra opção que não fosse ser forte.
Todos nós, ne?! Mas algumas confundiram "ser forte" com usar a força, a ignorância.
Ser forte não é desacreditar do mundo, pelo contrário, ser forte é decidir ser doce mesmo que o mundo pareça amargo.
Tiveram que batalhar tanto que se tornaram insensíveis quanto as feridas. É o que acham pelo menos. Na verdade, apenas ignoram as dores, como se isso diminuísse a agonia.
Alguns criam uma casca tão dura que parece até engraçado. Parece.
É, a gente ri porque quem enxerga além vê que é apenas um personagem.
Já tiveram tantas decepções que resolveram virar o jogo, agora querem fazer parte do time dos que DECEPCIONAM. E isso só prova quão sensíveis são (na verdade), e antes que sejam feridos, atacam. Começam a defender a ideia de que "o ataque é a melhor defesa".
Os malandros, coitados, já não acreditam em muita coisa, acham que todos são como eles, ninguém vale nada. Acham que todos reagiram como eles diante das dores. Pois pra eles não sobrou alternativa, foi o máximo que conseguiram.
E não devemos julgá-los por isso. Provavelmente foi a escolha que conseguiram no momento. (e não estou defendendo os "rebeldes sem causa", os "mimadinhos"...)
Escolher crescer é raridade. Escolher crescer na hora do tombo dói muito mais do que simplesmente fingir que nada aconteceu e vestir a armadura, por isso a maioria prefere não crescer.
Mas uma hora isso tem que parar, uma hora temos que avançar. Que seja agora então!
Se desfazer dessa casca grossa vai ser difícil mesmo, afinal você já se acostumou. As pessoas já se acostumaram. Mas e daí? Livre-se desse peso mesmo que estranhem.
"Esse não é você", alguns dirão. Mas é! ESSE sim, sem armadura, é quem você é.
E você que conseguiu passar dessa fase no "video-game da vida".....Como você se sente em relação a eles (os malandros de casca dura)? Os acha ridículos ou tenta entender? (ou as duas coisas, ne?ahahahaha)
Como você se sente quando vê alguém agindo assim, feito OGRO, feito a "Fera" do desenho "A Bela e a Fera"? (Esses desenhos são muito mais profundos do que imaginam.)
O que salvou a "Fera"? Foi o Amor. Não, não estou sendo romântica. E estou falando de amor mesmo, amor verdadeiro, aquele que vem de Deus e que pode (ou não) passar por alguém pra chegar a nós. Às vezes pode passar por um homem ou uma mulher, uma paixão, mas pode chegar até nós através de um amigo, um conhecido, ou do Alto mesmo.
Vamos provar que podemos nivelar a vida por cima. Sem medo.
As decepções vão continuar. Ninguém é perfeito, nem eu, nem eles, nem você.
Os "famosos malandros" que nivelam a vida por baixo só precisam de um olhar mais profundo, verdadeiro e que não jogue confete no personagem que ele criou. Alguém que o olhe por dentro e o ame. É isso que todos nós precisamos.
No final das contas, a maioria dos problemas (se não todos!) pode ser resolvido com a simplicidade e generosidade do Amor. Tá aí uma tarefa pra NÓS. Amar apesar de.

Obs: e aqui não me refiro aos malandros que dão "jeitinho", que são corruptos. Essa raça eu nem discuto. Obrigada. De nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário