Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Olhe o caminho.





A gente tem que entender que o lema "é pra frente que se anda" não significa ignorar o passado, desprezá-lo. Aliás todo ser HUMANO que se preze não despreza quem quer que seja.
Mas como ser simplesmente HUMANO nos dias de hoje não é muito comum...
O passado faz parte da história, de nossa construção, é o ponto de partida. Ninguém chega ao telhado sem antes fazer os alicerces.
E os alicerces, apesar de ficarem escondidos, é o que nos mantém de pé. Mas pra isso eles precisam estar em boas condições.
É bom, muito bom prosseguirmos, mas ignorar o que passou ou quem passou não nos torna mais leves, nos torna mais duros. E pra prosseguir é preciso flexibilidade.
Se formos indiferentes, endurecermos, lá na frente podemos nos quebrar. Porque o que não é maleável, leve, doce não passa em estradas estreitas.
Aqui não estou defendendo que você tenha que ficar murmurando ou vivendo de passado. Jamais!
Mas o passado que te feriu deve ser devidamente tratado e curado, pois caso contrário, ele pode te cercar no futuro novamente.
É importante observarmos bem o caminho que estamos percorrendo, o caminho que já percorremos porque se um dia precisarmos voltar, que a gente não se perca!
E se não precisar voltar? Lembre bem do caminho, porque mesmo que não volte, saber a origem te guardará de armadilhas do mundo, te livrará da dureza, da arrogância...te tornará mais compreensível com os outros e com você mesmo.
Assumir o passado, a história e quem fez parte dela, nos faz gratos, ensináveis; nos faz olhar com mais generosidade para nós mesmos, sem tantos julgamentos e acusações.
Foi trouxa porque amou e o outro te passou pra trás? Não!!! Simplesmente amou!
Não há vergonha nisso.
Olhar pra trás, pra frente, ao redor é importantíssimo porque nos apresenta diversos ângulos, novas perspectivas.
"Keep walking" mas marque bem o caminho pra não se perder (de você mesmo inclusive).

Nenhum comentário:

Postar um comentário