Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sábado, 29 de novembro de 2014

Não confunda.


Numa época em que perdemos a consciência vale um alerta: não vamos confundir as coisas.
Não é porque a pessoa gosta de moda que ela é "personal stylist".
Não é porque ela gosta de fazer graça que é comediante.
Não é porque gosta de aparecer que deveria ser artista. Pelo contrário!
Aliás, vamos entrar um pouco mais nessa questão.
Artista não é uma criatura acima das demais. Na verdade, às vezes é até dolorido, já que o artista tem uma sensibilidade maior a tudo o que acontece (seja com ele ou não).
Ele enxerga o oculto, toca o abstrato. Percebe as inúmeras nuances da alma com nitidez.
Não se treina pra ser artista. Não adianta querer ser artista. Você nasce artista.
Desde criança as percepções são diferentes, o foco,...o mundo do artista é particular. Entenda, ele vê o mundo de uma ótica singular.
Há bons músicos por aí mas poucos artistas.
Há bons atores mas poucos artistas.
Há bons escritores que sabem todas as regras gramaticais mas poucos, pouquíssimos artistas.
O artista não pensa na "glória". Claro, é bom ser querido mas não é isso que o move. O artista está preocupado em dar o recado, em ser canal por onde a verdade possa se mostrar. Ele quer despertar-se e despertar os outros.
Ele não quer nem deve se fazer de ídolo. O foco dele é mostrar a vida através da arte, é expressar o íntimo, é revelar o que a maioria tem dificuldade de ver, é ser lente de aumento do coração.
E ele não se esforça pra fazer isso. Ele simplesmente faz. É natural, orgânico.

Não tem nada a ver com 'ser do contra', ele não é do contra, é apenas a favor da nudez de alma, da verdade.
Não tem a ver com ser alternativo ou pop... Não tem a ver com gosto musical, embora alguns gostos sejam mais facilmente compreendidos por artistas.
Por ter uma visão diferente é julgado, taxado até de trouxa. Mas não é. Diante disso ele até ri porque compreende a visão do outro. É que ele enxerga além. Ele vê beleza onde pra muitos não tem. E por isso também tem facilidade para perdoar. Porque ele enxerga!
Porque ele enxerga não só o outro, mas principalmente suas próprias limitações.
Não confunda-se. Se você se esforça para tentar parecer artista, 'desencane'!  Mas não se ache menor por não ser artista. Cada um tem seu propósito nesse mundo.
O artista é muitas e muitas vezes incompreendido porque vai na contramão desse mundo carente e desejoso por ser "celebridade".
O que ele quer? Apenas ser reflexo do que acontece no mais íntimo de cada um e com isso ajudar o outro a avançar, crescer, voar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário