Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sábado, 11 de outubro de 2014

Dia das Crianças!


Que nossa criança interior não perca-se nesse mundão, mas se perder-se que seja resgatada.
Que ela não morra, mas se morrer que volte a viver. Para nosso Deus tudo pode voltar a viver.
Que nossa criança interior não seja sufocada, maltratada ou condenada pelos amargos da vida, mas se for, declare-a livre sem medo do ‘susto' dos que estão ao seu redor.

MAS jamais confunda MANTER A 'CRIANÇA INTERIOR' VIVA E SAUDÁVEL com “meninices ou molecagens”.
Meninice é justificar defeitos, deslizes, fazer “coisa feia” e justificar dizendo que é um “crianção”. E bota meninice nisso! 
O crescimento da alma é necessário, e é uma forma muito generosa de cuidar de si.
O amadurecimento, reconhecer que errou, voltar e pedir perdão, mudar, avançar é EXTREMAMENTE SAUDÁVEL. Facilita as relações, a convivência…e nos leva pra viver o MAIS da vida. Porque só “gente grande” pode ir a determinados lugares, à lugares mais altos, onde a vista é mais bonita.
E o mais interessante é que quanto mais crescemos, mais nos tornamos como crianças.
Precisamos da maturidade (da astúcia, experiência) para subir o monte e ver tudo lá de cima, mas, quando crescemos, precisamos da criança para acreditar que podemos voar, usufruir do vôo e fazer a diferença na vida das pessoas.

Quando falo da criança que habita em nós, falo da doçura, da fé nas pessoas, na vida e em Deus; falo da esperança, da alegria, da simplicidade, da leveza, da risada gratuita, da humildade em reconhecer que precisa de outros, que precisa do Pai (Deus)…

E finalizo fazendo a pergunta que sempre me faço, e te convido a fazer o mesmo: será que a criança que eu era sentiria orgulho da adulta que me tornei?
Se a resposta for "não" em alguns pontos, reveja tudo, perceba onde errou, volte atrás e mude. Antes de avançarmos é preciso corrigir os erros do passado também.
Ainda dá tempo de mudarmos o que precisa ser mudado.
Pau que nasce torto morre torto” é uma expressão que só cabe a coisas e não a pessoas. Pessoas podem mudar (quando querem).

E lembre-se, muitas vezes, mudar de opinião não é sinal de fraqueza, e sim de humildade e maturidade.

 FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário