Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Resposta.


Certo dia perguntaram pra Clara como era o AMOR?
-Você não sabe?! Já falei tanto dele. Tem a pele lisa, cabelo leve feito paina, voz calma.
Tem ternura nos olhos, mãos que parecem ter ímãs pois sempre acham as minhas quando estamos perto. Tem música na alma. É cheio de virtudes, mas também tem defeitos. Um deles é que se deslumbrou com o tamanho do mundo e se achou pequeno. Esqueceu de sua grandeza e se fez mais um sentimento lutando para sobreviver na selva de pedra. Mas acredito que seja apenas uma crise de identidade (tomara!) e crises passam. A bússola interna dele pifou e ele nem percebeu, "poor Love".
Anda perdido de mãos dadas com o carinho. Nada contra o Carinho, mas AMOR pra ser pleno tem que se enlaçar com outro Amor. 
O Sentimento do outro por ele, apesar de lhe fazer bem, não o eleva se ele não amar também, entende?! O Amor se eleva ao quadrado quando ama também, e não apenas é amado. Se for amado ele soma mas não potencializa.
É...acho que compliquei demais, mas acho que você entendeu como é o Amor, ne?!

-Entendi que seu amor é maiúsculo, tem nome próprio e endereço.
-Endereço eu já não sei. Ele anda perdido..._disse Clara com a saudade escorrendo pelos olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário