Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Nem mais forte, nem mais fraca, apenas leve.


Me perguntaram: - Ao escrever certas coisas, você sente-se mais forte ou enfraquecida?

Respondo: - Me sinto mais leve por conseguir ser verdadeira num mundo falso. Sinto-me incrivelmente humana por dizer a alguém que é estúpido fingir que não o conheço, ou que sinto falta de outro. Sinto-me  extremamente humana quando consigo passar por cima de meu orgulho e exercer meu lado divino do perdão. (sim, meu lado divino, porque fui feita à imagem e semelhança de Deus. Assim como você.). Ser humana num mundo robotizado, onde as conveniências e o 'confortável' vem antes do amor, não é lá a coisa mais comum, nem fácil. É uma luta diária pra não entrar no paradigma maligno que tem governado as pessoas. Mas sempre quis isso, ser verdadeira  mesmo num mundo em que fogem de si, onde poucos olham pra dentro e quando olham ficam apenas na superfície, não vão até a raiz da questão.
Sim, posso ser julgada por outros, mas pouco me importa pois eu mesma já me julguei. Sim, sou culpada de um monte de coisas, mas Deus com sua bondade e Graça já me absolveu em Cristo. Por isso, me faço livre. Sendo livre não há outro caminho que não seja SER LEVE.
Falo sempre para olharmos pra dentro, mas só faça isso sob a Luz do Amor de Deus, porque ELE mostra e cura. Se você olhar pra dentro sob nossa ótica humana e pequena pode se condenar, e ao invés de te libertar, te aprisionar num mar de culpa, insegurança, pequenez, insuficiência...
Assumo minhas fraquezas, paixões, limitações, porque vivo a realidade que o apóstolo Paulo escreveu "quando sou fraco, aí é que sou forte". Porque na minha fraqueza, a Força de Deus se revela em mim, e ELE me faz forte.
Acredite, ter consciência de si é de extrema importância, mas essa consciência PRECISA estar debaixo da CONSCIÊNCIA absoluta do Amor de Deus por nós. Do amor que vai além do que imaginamos, que tem prazer em perdoar nossas falhas quando nos arrependemos. É como o Pai que está ensinando seu filho a andar, ELE sabe que o filho vai cair algumas vezes, mas também sabe que só assim aprenderá a caminhar. Esse é o Amor de Cristo por nós. Não tenha medo de se expor para ELE, pra você mesmo.
Arranque a capa de perfeição, essa capa não te faz voar como os super heróis das histórias em quadrinhos. Essa capa pesa.
Tenho uma certa agonia de gente que está sempre bem. Me entenda. Não estou falando que não temos que estar bem, estou falando de gente que finge para si que não tem problemas.
A impressão que tenho é que esse tipo de gente está estacionada emocionalmente. Porque quando a gente avança, lutas vem, coisas acontecem, pessoas nos estremecem, balançam nossas estruturas...isso é natural e até saudável.
Esse tipo de gente me dá um certo medo porque vive dentro de uma redoma onde não há envolvimento profundo com ninguém. Uma redoma que protege ele dos ventos fortes mas também da chuva que lava.

Relaxe. Não é uma questão de ser forte ou parecer fraco, é uma questão de aceitar-se HUMANO. E aceitar-se assim é LEVE.
Seja leve, porque você não merece um mundo tão pesado.





Um comentário:

  1. Linda você...
    Um carinhoso abraço Renata.
    Paz e Pão, Alex Prado.

    ResponderExcluir