Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Mantenho minha essência, e nela está você.


Quando as coisas não mudam, quem tem que mudar é a gente.
Você pode até achar que mudei. Claro, algumas mudanças acontecem, isso é amadurecimento, mas minha essência guardo com unhas e dentes. E dentro de minha essência está você.
Você que é feito de doçura, romantismo, razão, música...
Mal sabe que pra permanecer a mesma (na essência) é preciso mudar sempre. Porque o mundo vai nos jogando contra tudo, inclusive contra nós mesmos. E pra permanecer, temos que aprender a lutar, temos que ser fortes, temos que mudar aqui e ali.
Antes eu era frágil, hoje sou forte sem perder a sensibilidade.
Antes ouvia as grosserias, hoje ignoro-as.
Antes ficava indignada com as infantilidades de fingir que não conhece alguém, hoje LAMENTO.
Se antes eu chorava, prostrada, de saudade e vontade de você...Hoje sinto tudo isso mas de pé ou voando. ;)
Mudei, sim, algumas posturas.
Mas guardo minha essência, guardo você (que tanto se identifica nela).
Apenas não te grito mais, não te defendo, nem te ataco. Não te exponho, nem te escondo. Te amo apenas. Do mesmo jeito de sempre.
Eu te amo em voz baixa, mas em pensamentos altos.
Te amo em doses pequenas e saudades grandes.
O que mudou se as circunstâncias permanecem as mesmas? Eu. Eu mudei.
A tempestade lá fora às vezes tenta me amedrontar, mas aqui dentro há calmaria.
Lá fora tentam me confrontar, mas aqui dentro há paz. E em guerras não entro mais. Apenas passo por elas.
Passo por elas com a confiança da Fé, com a segurança de que o Pai me guarda, me guia e me cuida.
Claro, há momentos que fico fraca, minha essência parece frágil no meio de tanto tormento. Mas isso dura pouco tempo, pois logo paro de olhar para os tiros, para as situações, para o mar na minha frente e até mesmo para minha pequenez. E olho novamente pra o Alto, é de lá que vem meu socorro.
E nesse relacionamento celestial, nessa confiança em Deus, sei que o "como" não me pertence. Se ELE quiser, abre o mar pra gente passar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário