Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Por você, por favor, arrisque!


Meu coração dói quando eu vivencio ou presencio esse tipo de situação. Até porque não posso fazer nada a não ser falar e tentar abrir os olhos deles. (uma vez que já passei por isso e abri os meus).
Aquela situação em que mais uma vez o medo vence.
Todo mundo sabe que a vida é feita de riscos, é preciso arriscar pra viver o MAIS da vida.
Mas as pessoas preferem ter uma sobrevida e não arriscar. "É mais seguro, é garantido", dizem.
Sim, você pode ficar na segurança de um ninho, ou você pode voar e desfrutar o Céu.
Claro, no vôo pode enfrentar ventos fortes, outros bichos... Mas o melhor, estará enfrentando a si mesmo, arrebentando a corrente do medo e insegurança.
Um cara tinha duas opções e não sabia o que fazer. Não por gostar do mesmo tanto de ambas, mas por estar usando pesos errados. Usava o peso da conveniência e "falsa-segurança", e não do amor.
-Eu a amo. Amo a companhia dela, conversar com ela, amo fazer amor com ela,...ela me deixa louco, cheio de tesão. Acho que namorar com ela seria muito fácil, a gente jamais brigaria, pq ela não é dada a essas coisas. Seria muita paz. Mas...
-Mas o quê? O conflito, a insegurança da outra mexem com você. Isso não é saudável.
-Não, não sei. É que a outra...A outra gosta muito de mim.
-Então, você prefere ficar com quem goste de você, por sentir-se mais seguro assim, do que ficar com quem você ama (mesmo sendo recíproco)?! 
-É que...eu estou gostando demais dela. Penso nela o dia todo, quero falar, sinto falta...
-Está saindo de seu controle...
-Isso.
-E?!
-Como assim?!
-Ué, você está sendo guiado pelo medo. Ele que está determinando suas escolhas. Isso é lastimável!
-Eu não sei o que eu faço.
-VIVA. E não simplesmente sobreviva. Pode não dar certo. Mas PODE DAR MUITO CERTO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário