Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Novo ano?! Novo eu!


Um novo ano, infelizmente, não é sinal de uma nova vida. É sim, uma nova chance para fazermos diferente.
Por mais que seja convencional dividir a vida em anos, eu prefiro dividir a minha em mudanças, em dias de coragem.
O dia em que tive coragem e mudei de cidade.
O dia em que tive coragem e assumi meus erros.
O dia em que tive coragem e abandonei o orgulho.
O dia em que tive coragem e assumi amar sem estar nem aí para que o povo pensasse.
O dia em que tive coragem e mudei a mim mesma.
Me desconstruí, arranquei defeitos muito bem fundamentados e justificados, assim sendo, difíceis de serem cortados. Mas persisti, persisto. Insisto, defeito assumido é defeito sumido! Um, dois, três e já!
Aliás, é isso que desejo nesse ano que se inicia, que eu faça dele um ano diferente, porque isso só eu posso fazer. Pra mudar a colheita, é preciso mudar a semeadura. E mais ainda, é preciso CRER.
O que vivemos hoje é o que cremos ontem.
Que o Pai arranque as raízes de incredulidade que muitas vezes influenciam minhas crenças e decisões sem que eu perceba. Porque você sabe,né, raízes ficam num lugar secreto, a gente não vê.
Que Deus me dê graça e coragem para mudar o que preciso em mim.
Que Ele me mostre onde tenho errado.
Claro, outros erros virão, mas espero que sejam novos e não os mesmos.
E que eu seja a expressão do Amor do Pai nesse mundo, mesmo que o mundo não entenda. Mas esse é o desafio, essa é a realidade que me propus viver, a realidade de "Cristo em nós"...ser uma extensão Dele aqui. Como? Amando. Amando quem me ama, claro. Mas mais ainda, amando quem me persegue, quem me julga, quem me critica...Estendendo a mão, dando a outra face quando necessário.
Porque se as pessoas não sabem amar, é justamente de amor que precisam.
Resumindo, que seja um ano de amar, amor, amado, ....um ano amável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário