Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Não se importe tanto em ir pra frente, importe-se em ir pro alto!


Enquanto querem me apresentar pessoas incríveis do mundo inteiro, eu só queria "des-apresentar" UMA pessoa ao meu coração.
Tantas pessoas com tantas virtudes, atravessando mares por mim, mas nenhuma atravessou meu coração. Só um. E é o UM que não foi capaz de atravessar poucos quilômetros. Não por incapacidade, simplesmente por não conseguir ficar alguns dias sozinho, por não ter um desenvolvimento emocional a ponto de saber esperar. E preferiu alguém que visse todos os dias, mesmo que no início seu coração não saltasse.

Há algum tempo escrevi que estava colocando nosso amor para adoção. O amor que nasceu de NÓS, que se fez vivo a partir de você em mim.
É...há alguns meses eu coloquei seu amor pra adoção. Tolice! Como se fosse possível!
Claro, não deu certo. Não tinha como dar! É uma questão de encaixe.
Me enganei ao pensar que o amor seria como filho que se adaptaria a quem convivesse com ele.
Menti pra mim. Menti pra você. Eu sei, isso é comum. É o que as pessoas fazem, mentem pra si.
E eu via tanta gente 'feliz' dizendo que deixou de amar alguém, inclusive se relacionando com novas pessoas... Mas descobri que era tudo mentira. Não se deixa de amar alguém sem motivos. Paixão sim, passa. Mas amor de verdade...
Bom, eu não consegui viver assim e nunca vou conseguir me abandonar por puro capricho ou orgulho. Confesso que até tentei, porque na hora do desespero pra se esquecer alguém a gente acaba tentando essas "tosqueiras"! Mas eu?! Eu sou feita de Verdade, sou filha dAquele que É Verdade (Deus), e não admitiria viver num auto engano por tanto tempo.
Por ignorância acabei me recorrendo a isso, mas o tempo de ignorância passou, hoje tenho um pouco mais de conhecimento sobre mim. Me agredi fazendo isso, mas me perdoo. A vida é assim mesmo: erros, arrependimentos, mudanças necessárias e acertos.
Mas sabe, descobri que a maioria que diz que deixou de amar há duas possibilidades: ou finge que não ama, fugindo de qualquer contato para evitar ouvir o coração; ou não era amor. E eu me pergunto "por que?"
Por puro orgulho. Já ouvi isso de um amigo quando perguntei porquê ele não ia atrás do amor dele. Ele respondeu : -"porque nosso tempo passou, .."
-E o amor tem tempo?! Se você ainda a ama e pensa nela, o tempo não passou! O tempo do amor é um círculo, não tem começo nem fim. 
-Mas a vida caminha pra frente!
-E quem disse que pra caminhar pra frente você não pode corrigir um erro do passado? Você não acha que estar com quem se ama, mesmo que seja necessário dar um passo atrás, é caminhar pra frente?! Aliás, é até mais! É para frente e para cima, pro alto (mais perto de Deus)! E quer saber, não adianta ir pra frente se você não for pra cima. Indo só pra frente sem se enfrentar, se desarmar e amar é ir longe sendo pequeno. É pra cima que se anda, é crescendo como pessoa, se conhecendo.... Porque mais importante do que o tanto que você caminhou, é QUEM VOCÊ se tornou, se está com quem te DESPERTOU e se você permitiu-se ser amado e amar. Não importe-se tanto em ir pra frente, importe-se em ir pro alto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário