Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Por que eu?

"Por que eu?! O que você viu em mim?!" 
Ué, eu simplesmente te vi, te enxerguei além do óbvio.
Eu vi seu coração, vi que você é grande por dentro e imaginei que me caberia ali.
Supus que você se enxergasse como eu te enxergo e por isso teria segurança pra ter-me.
Não que eu seja muita coisa. Não sou nem muita, nem pouca. Apenas tenho consciência que Sou...e pra mim, você é também.
O que você é?!
Você é doce na medida exata.
É sensível, apesar de racional.
E mesmo que não demonstre, também tem suas "crises" (me entenda, isso não é fraqueza, apenas humano). Você é capaz de entender o que eu digo, e o que não digo também.
Você me ensina um monte de coisas sem perceber. Você me acrescenta.
Você é mais. Mais que a mim! E eu gosto disso. Eu gosto de gente que me faça evoluir.
Você me faz rir sem fazer nada.
Estar ao seu lado me alegra. Me dá a sensação de que estou no lugar certo, no propósito certo.
Você me traz paz ("seja a paz o árbitro de seu coração").
Porque há uma diferença entre estar feliz e estar em paz.
Às vezes, a gente consegue as duas coisas. Mas às vezes, estamos apenas felizes, sem estarmos em paz. E isso acontece porque não estamos no caminho perfeito de Deus.
Momentos, coisas, conquistas nos dão alegria sim, mas PAZ...Essa Paz que excede nosso entendimento é uma sensação gerada no espírito e pelo Espírito Santo, mostrando que estamos na perfeita vontade do Pai.
Você é imperfeito! Isso me tranquiliza, pois não exigiria, de mim, a perfeição.
Seus defeitos me divertem!
Sua boca é macia. Seus olhos têm uma profundidade que me convidam para um mergulho. Suas mãos me encontram.
Você desperta meu coração, acorda meu corpo.
'Seu mundo se parece com o meu' (talvez por isso eu me sinta tão à vontade. E é muito bom poder ser eu mesma num grau de plenitude).
Sabe, eu não desejo muita coisa nessa vida. Coisas ou status não me deslumbram ! Meu único sonho era ser família com você.
Mas mesmo diante de tantas virtudes suas, sou obrigada a ouvir : "Eu não te mereço..." Que tipo de mulher eu seria na sua cabeça pra merecer coisa melhor que isso, melhor que você?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário