Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sábado, 11 de maio de 2013

Meu convite de hoje.

Sempre gostei de "dar nome aos bois", identificar, simplificar.
Mas hoje entendo que nem sempre dá.
Por mais simples que os sentimentos sejam, eles moram no ser humano. E o ser humano....é complicado, viu! Aliás, os ADULTOS são complicados.

Eu pensava assim: se fulano gosta dela, ele terá coragem  e lutará contra o que for pra ficarem juntos. Lutar inclusive contra si (seus medos, inseguranças, planos controlados...). Porque o Amor é um DE REPENTE.
Não, isso não é resquício de uma infância repleta de "conto de fadas".
Isso é a PERMANÊNCIA da simplicidade de uma criança que enxerga as coisas com ternura e clareza.
O adulto pensa usando os pesos errados, os valores invertidos e ainda acha que isso é vantagem (ou maturidade)!
Eu sei, a maioria é ferida demais. Uns foram traídos, outros abandonados, outros inseguros para lidarem com pessoas "resolvidas", e outros ainda controladores demais (do tempo e planos) para lidarem com pessoas "livres". E diante disso tudo deixam escapar o maior milagre da vida: o AMOR.
Falo por mim também, hoje me encontro reclusa. Mas sabe, é um tanto vergonhoso e medíocre deixarmos nossas fraquezas decidirem nossos caminhos.
Deixar o medo, a incerteza, a instabilidade decidir é suicídio, é se matar e viver sob domínio de uma sombra.
Para alguns, essa sombra é mais visível porque buscam a Luz.
Para outros, ela é camuflada demais nos afazeres e, como sabemos, sem a luz não enxergamos a sombra.

Meu convite é para que a gente caminhe para a luz (para a clareza das coisas), e mesmo que esteja no meio do processo a gente decida ser guiado pelo Amor, pela Fé.
Não, isso não é loucura! Loucura é ser guiado por eles...

Nenhum comentário:

Postar um comentário