Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Sobre isso tudo que pulsa dentro de mim.



Todo esse amor que sinto...
Não, não sinto-me orgulhosa.
Mas também não tenho vergonha.
Sinto-me apenas corajosa por senti-lo.

 Se estou feliz?
Claro que não estou no meu ápice da felicidade.
 Mas percebo que sou íntegra. Inteira.
Inteira ao que sinto. Respeito isso.
Sou feliz por não camuflá-lo.

 Se será pra sempre assim?
Queria que não.
Mas o sempre não me pertence. E amor a gente não joga fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário