Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 3 de março de 2013

Minha perfeita humanidade


Essa que quase sempre é sensata é a mesma que pula no seu colo feito criança.
Essa que gosta de falar de sociologia, música e arte é a mesma que gosta de contar "cantadas de pedreiro".
Essa que tem momentos de silêncio é a mesma que às vezes fala sem ver.
Essa que é tão corajosa é a mesma que treme ao tentar controlar um sentimento.
Essa que escreve é a mesma que canta.
Essa que é atriz no ofício é a mesma que é tão transparente na vida que não consegue esconder o que se passa.
Essa que diz que esqueceu é a mesma que ainda te ama.
Essa que fala das coisas do Alto (do Céu) é a mesma que peca.
Essa que teme à Deus é a mesma que te deseja.
Uma não invalida a outra.
Sou menina e mulher, sou cristã e humana.
Tento fazer certo mas muitas vezes erro.
Sou feliz mas também choro.
Não é assim tão difícil entender para você chegar ao ponto de dizer que não me conhece. É?

Depende de que lado você está passando. Depende do momento em que estou passando.
São os dois lados de uma mesma moeda, é o divino e o humano. São meus traços complementares.
Sou uma perfeita HUMANA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário