Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 24 de março de 2013

Despedida.


Essa é minha despedida. Des-pedida.
Estou indo embora. Dessa vez pra longe.
Não, não é fuga. Embora se ele estivesse ao meu lado as coisas seriam diferentes.

Mas...estou indo embora e já não posso fazer mais nada. (E antes podia?!)
Só vou pedir para que cuide bem dele. É um grande homem, mas é menino também. Precisa ser cuidado.
Dê 'bom dia' e lhe prepare café-da-manhã, mesmo que ele goste de fazer isso também.
Mas de vez em quando, deixe-o te servir, faz parte do coração gigante que mora dentro dele.

Deixe-o trabalhar tranquilo. Ele gosta do que faz e gosta de fazer tudo muito bem feito. Mas uma vez ou outra o distraia pra ele relaxar.
Não espere muita coisa dele. Não que ele não faça, mas é porque ele gosta de surpreender, e se ficar espreitando tudo você acaba com a surpresa.

Arranque sorrisos dele, e isso é bem fácil porque ele é dado a rir do mundo. Faça-o gargalhar. É a coisa mais gostosa!!!
Faça-o descobrir coisas que ele não saiba e viver coisas que não viveu ainda.
Dê liberdade pra que ele seja ELE, na essência. Ajude-o sempre a despertar a doçura que jorra de dentro dele. Muitas vezes ele só precisa de um empurrãozinho.
Saiba escutar. Ele gosta de compartilhar.
Queira aprender. Ele gosta de ensinar.
Mas incentive-o também a aprender sempre. Não para que ele se torne um intelectual nojento! Ensine-o das coisas simples. Conhecimento ele já tem.
Converse coisas sérias também, mas não se desmonte. Porque eu sei, a forma como ele fica sério é desconcertante.
Por favor, eu te imploro, não o faça chorar. É de cortar o coração.
Mas se ele chorar pelo motivo que for... Ouça-o, ajude-o ou simplesmente ABRACE-O. Ele ama abraços.

Tenha coragem de falar de coisas não-resolvidas com ele. É doloroso, ele é duro, mas é necessário.

Não o faça passar por vexames, mesmo que sejam discretos. Ele é homem. Portanto, nada de meninice de, numa festa, querer mostrar pra todo mundo que ele é seu. Ciúmes é tosco demais! Mas claro, cuide. Não desconfiando dele, mas porque ele é muito precioso.
Aliás, acostume-se: ele é comunicativo, bonito e inteligente. Ou seja, sempre terá pessoas por perto. Mas isso é ele. Não "mate-o".
Ele gosta de pessoas, de compartilhar e tudo o mais, mas ele também precisa ficar sozinho. Ele precisa do espaço dele. Respeite isso.

Não faça chantagens, porque ele cai. Tem coração bom e não aguenta um bom drama. (Eu nunca usei disso, acho baixo). E não faça-o se prender a você ou fazer qualquer coisa por chantagens ou porque foi acontecendo.... Ele não merece isso.
Ele merece 100%.

Música! Ele ama uma boa música e é um ótimo músico, não deixe que ele abandone esse dom. Dom é presente e presentes não podem ser largados!

Leve-o pra mais perto de Deus. E não estou falando de misticismos, de sorte, de "trevo de não sei o quê", de regras...Leve-o a conhecer a Deus. Seja um canal de benção na vida dele. Seja uma ponte para que ele fique cada vez mais íntimo do Pai (Deus-Jesus) e jamais se acomode pensando que "já é amigo". Quanto mais de Deus, melhor!

Ame-o o máximo que puder, talvez nesse momento ele se lembre de mim. Aí nessa hora ele vai ficar ausente, mas não fique com raiva por isso. Já estou longe.

Essa carta não tem um tom provocativo. Pelo contrário.
Guardei-o por muito tempo no coração porque viver sem ele estava me sendo pesado. Então, ao menos eu vivia com ele nos sonhos, nas escritas.
Não vou mentir, ainda adoraria esbarrar com ele por aí. Qualquer pessoa que ama alguém desejaria isso. Não me julgue.

Bom, moça, agora já vou. E eu sei, sei que você sabe quem sou.

2 comentários:

  1. C.A.R.A.L...
    Pirei pin!!!!!!!!! Mais sua fã ainda!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Aqui tem o texto narrado.
    ;)
    https://soundcloud.com/r-marra/despedida-dupla-del-cia

    ResponderExcluir