Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 1 de março de 2013

A satisfação de uma lição aprendida.

É muito satisfatório quando percebemos que aprendemos com os erros. FINALMENTE!
Depois de muito tombo, depois de muito acreditar, aos poucos a gente começa a questionar ( não estou falando "desconfiar").
Não um 'questionar' aleatório e sem propósito, mas questionar pra saber a origem, a razão.
E quando alguém se declara pra mim, sinto-me lisonjeada, acho legal (quem não acha?) mas não me surpreende. Infelizmente, nem me toca mais. (é...acho que fui para o outro extremo. Calma, que chego no equilíbrio).
Mas hoje vejo o quanto isso é importante, o quanto eu teria me guardado mais se eu tivesse aprendido a lição no primeiro tombo.

Não, não estou me sentindo mal, ressentida ou qualquer coisa assim. Sinto-me madura, sábia (pelo menos no caminho).
Aprenda também!
Quando se trata de coração, guarde-se, observe. Fazer declarações é muito fácil.
Mas é debaixo da pressão que vemos e entendemos a paixão.
Às vezes é só uma paixão pela ideia de estar apaixonado,ou porque tem alguém legal por perto que gosta de você e tal... porque tem gente que não tem paixão pela vida e precisa de alguém. Um alguém qualquer. E você pode ser esse alguém.
Massa, legal se você gosta dessa ideia também.
Mas eu não sou assim. Não é uma companhia maneira, não é nada disso. Quero O alguém, e não UM alguém. O artigo aqui é definido, muito bem definido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário