Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

É estranho.

É estranho olhar pra essas coisas e enxergá-las sem o deslumbramento da paixão.
É muita razão. É novo. Não sei o que quer dizer o "estranho" que acabei de falar, não adianta me perguntar.
Sei que me faz bem sua forma de amar.
Acho engraçado você gostar de minha mão quando o esmalte está descascando...
...você me despentear mais que o meu normal porque me prefere assim.
...você tentar me irritar porque se diverte quando fico brava (mesmo que seja por 10 segundos!).
...me dizer que o jeito que me acha linda é quando estou sem maquiagem, de moletom, com cara de sono.
...me constrange quando você fica me olhando e solta um risinho de completude.
É muito bom saber que você incentiva meu trabalho, mesmo sabendo que isso pode te deixar mais longe por uns dias.
É muito bom saber que se eu mudasse de país você me esperaria, me respeitaria.
É admirável sua coragem e disposição.
E mais tocante é saber que você faz tudo isso mesmo sabendo de tudo. É, tudo. Porque você me conhece bem, é meu melhor amigo. Sabe de todas as minhas histórias, mesmo as mais malucas.
Sabe de tudo o que me fez chorar, de tudo o que me alegrou, de tudo o que é importante pra mim.

Eu fico pensando, pensando, pensando...e não consigo concluir.
E por não conseguir concluir me dá vontade de fugir.
Eu tento correr das lembranças, dos sonhos, de tudo. Você sabe que sim.
Espere. Eu estou esperando, buscando, lutando...
O tempo está sempre em nosso favor de uma forma ou de outra.

Um comentário: