Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Viajo porque preciso.


Às vezes a gente precisa visitar o passado pra dar início ao futuro. Pra ter certeza que o presente não é uma fuga do ontem ou do anteontem que te fez tão bem e tão mal ao mesmo tempo.
É preciso viajar. Viajar no tempo, mudar de lugar, ir ao encontro do que era tão grande e encará-lo no hoje.
Porque nessa visita a gente SE percebe, percebe as reações do coração. Se o coração tem carinho de forma controlável, se ele não quer sair pela boca e se você não fica apreensivo com o tal encontro...é porque o amor parou ali junto com a vivência. É porque o amor virou apenas aquele retrato preto e branco que a gente guarda no fundo da caixa.Tem carinho, reconhece que foi bom, guarda mas não quer mais voltar lá. Foi um capítulo importante, SIM, mas...que passou.
E nesse encontro a gente vê a pessoa sem os olhos da paixão, sem todo aquele querer e imaginação. Parece tão diferente! Mas não é. O que mudou foi nossa forma de ver. Agora tem clareza,... tudo tão óbvio.

E é preciso tudo isso, toda essa viagem (literalmente também) porque o presente tem que estar livre pra fluir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário