Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Preciso escorrer.


Acho que eu já disse tudo.
Tudo que eu tinha pra dizer. Agora, escrever sem falar não faz sentido. Por isso a pausa.
Tenho tentado levar uma vida de forma comum, e não sendo comum, é difícil pra mim.
Complicado levar uma vida sem coração. Mas percebo que às vezes é necessário, embora como disse sabiamente um amigo: "Nem que você queira viverá de maneira comum. Não lhe é permitido. Afinal, você mesma não é comum. É rara, incomum. E como pode um ser raro querer viver uma vida comum? CONTRADIÇÃO!".
Pois é, viver uma vida comum é um mal necessário que não me é permitido. Talvez seja essa minha agonia.
Agonia de SER RIO que corre mas ao mesmo tempo ama cada percurso percorrido, e por amar demais tenta represar. Mas o rio está transbordando, já guardou e se encheu por muito tempo...Precisa escorrer. Preciso escorrer.



Nenhum comentário:

Postar um comentário