Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Nem existia.



Consegui resgatar meu coração.
Ele já não pertence a mais ninguém além de Deus e eu.
E quando me recordo de momentos, agora com o coração na minha mão, é tão estranho, frágil...
ILUSÃO.
Nada mais era do que ilusão.
Quando nos roubam o coração, muitas vezes, não enxergamos as coisas como realmente são.
E o cara que você achava que tinha amor por você, nem amor tinha.
E você achava que ele sentia algo, esse algo ele não sentia.
E quando disse que você era a mulher dos sonhos dele, nem coração ele tinha para sonhar.
E você pensava (justificando pra si) que ele havia desistido por covardia, mas não era. Não era ausência de coragem, era ausência de vontade.
E sim, você foi apenas um desafio conquistado pra ele. Nada mais. Nada menos (espero!).
No final das contas, aquele cara que você tanto insistia, nem existia.

Um comentário: