Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

(in)correspondência.

Por mais que o outro não te ame como vc gostaria, só de saber que ele se sentiu amado já é uma BOA recompensa qd se ama.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Promessa, nesse caso, é dúvida.

Eu prometi a mim mesma que não vou mais sentir saudade
Que serei racional e indiferente
Não sentirei saudade dos que estimo
Não sentirei vontade de cuidar dos que amo
Não vou me preocupar com quem quer que seja!
Vou ser superficial e negar sentimentos.
Mas acho que essa promessa é impossível de cumprir, porque sinto saudades de mim.
Porque aquela que sente falta, que se preocupa, diz que ama,...aquela que não apaga pessoas, que gosta de aprofundar relações...AQUELA sou eu!
A promessa que fiz me anularia, me violaria... E eu não me permito me anular, me desrespeitar.
E mais uma vez só me resta continuar.
Continuar sendo eu, mesmo que às vezes machuque, ou eu me sinta incompreendida.
Afinal, pra que querer ser compreendida por homens se sou amada por Deus?

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Político na vida não!

Tem gente que vive como se estivesse em campanha política: antes de ter seu voto promete mil coisas, depois que foi eleito...nem se lembra mais de vc!

O importante é sonhar!




Eu te sonho, sim.
Podem achar idiota, estúpido, distante mas sonho é assim mesmo. O que pensam já não ligo pois pensam isso de qualquer pessoa que sonha. Ou de qualquer sonho que perdure. E daí?
Se eu ouvisse o que dizem viveria sem sonho e, isso sim, é um absurdo!
Como alguém pode viver sem sonhar???
O romantismo de vida escondido, a doçura adiada, as coisas no lugar de pessoas, o trabalho pra gerar autoconfiança...tudo que nos torna lindamente humanos está enterrado ou disfarçado.
Sim, eu te sonho. Porque já sonhei outras coisas, coisas que não são pessoas. Já sonhei com um bom trabalho, já priorizei e sonhei com pequenas realizações...mas à medida que fui conquistando essas coisas percebi o quão errada eu estava.
Eu sei que você pode dizer que "não estava errada, é uma questão de ponto de vista". Ponto de vista o caramba! Não aguento mais essa relatividade para justificar o injustificável, pra justificar pra si o egoísmo e a inversão de valores que nos invadiu e nem percebemos.
Claro que temos que desejar crescer na profissão, viajar, concretizar pequenos desejos! Nem discuto isso! Mas sonhar...? Ahhh sonhar a gente sonha com pessoas.
Sonhar com coisas não tem vida, não se compartilha, tem fim.
Conheço um monte de gente com um discurso belo de que sonha pessoas. Acho que até seja verdade, mas em cima desse sonho há muito entulho, há muitas COISAS.E o pior, nem perceberam que o discurso que tanto pregaram, que tanto almejaram...o discurso que antes era essência, hoje não passa de uma bengala que serve de apoio moral quando precisam.
Eu sei, é muito complicado sonhar com pessoas num mundo onde o natural é banalizar pessoas e sentimentos, e super valorizar trabalho entre outras coisas.

Por isso, eu sonho você sim. Sem vergonha. Talvez um pouco de loucura, confesso.
Mas não vivo no irreal ou na fantasia. Sonhar pessoas é o que dá magia!
Já sonhei e já vivi você. Claro que podia sonhar e viver você a vida inteira. Mas hoje só sonho. E amanhã posso acordar de você e sonhar outro alguém. Mas o importante é sonhar. Sonhar e viver esses sonhos.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Sentir...

Não quero mais sentir saudade. Não quero mais!
Não quero mais sentir vontade.
Sentir pra que?
Tenho duas saídas:
Ou aprendo a viver nesse mundo robotizado, sem emoção, morno, racional,...que não se expressa ou quando se expressa apenas acrescenta exclamações sem nenhum sentimento.
Ou acho alguém que mergulhe comigo e esteja na mesma sintonia. Alguém que sinta saudade, vontade, a ponto de chorar, gritar...alguém que sinta tanto que se expresse através de um simples ponto de interrogação. Simplesmente porque não sabe dar nome àquilo tudo que sente.
O problema é quando alguém realmente está disposto a tudo, a enfrentar mares, estradas,...mas você já não acredita mais. Triste mesmo é quando você perde a fé nas pessoas ou no que elas dizem sentir. Por não acreditar, você acaba ferindo quem acabou de chegar. E dói ferir alguém que só quer te amar.
"Mas é que tudo evapora tão rápido...palavras, paixões, sentimentos...que, pra não correr o risco da dor, se torna mais confortável não acreditar de novo"

Sem o Véu.





O rumo que eu tinha se perdeu
O que eu sabia não serve mais
O que eu sinto já não há
O estranhamento é companhia constante
Parece tudo novo, tudo visto sem o véu...sem o véu do amor.
É novo, mas é sem graça, sem sal, sem doce.
O véu... o vento levou.
Vento que bagunçou ideias e ideais.
Vento que confundiu os sinais.
Sinal de que era pra ser. Sinal de que não era.
Nem isso sei mais!
Ilusão, mentira ou simplesmente passado?
Sonho, verdade ou apenas um fôlego do futuro?
Sei que nem tudo dá pra gente nomear ou categorizar e é exatamente isso que me assusta: o que não tem nome, o que não sei dizer, o que me possui sem se descrever.

O véu que dava sabor, cor e graça à tudo que eu via foi embora, foi rasgado.
Provavelmente abraçou algum galho seco de uma árvore. Uma árvore qualquer que estava no caminho...no caminho do vento.
Eu sei que ele não terá o mesmo efeito como tinha comigo, pois ele não foi feito para enfeitar árvores e sim, para envolver-me.
Mas não faz mal. Mesmo sem rumo, sem saber, sem sentir...Mesmo bagunçada eu consigo refletir esse amor, todo amor que recebi.
O véu? O Véu será apenas uma renda branca esquecida num galho seco.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Meu pequeno dicionário - Decepção

Decepção é quando você decide se entregar e confiar em algo ou alguém e tem um NÃO como resposta. É quando a confiança é tratada com desprezo.