Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Quem disse que acaba?

Às vezes fico pensando até quando conseguimos fingir ou disfarçar pra nós mesmos.
Crio atividades, invento viagens, tudo pra ficar na margem do que sinto e não posso mergulhar.
Sorrio, não que seja falso, mas é limitado.
Faço afagos em pessoas queridas, com verdade, mas no fundo as mãos procuram mais um (aquele!).

Quem disse que amor acaba? De onde tiraram isso????
Pra mim, ele se transforma em outro tipo de amor. Amor de carinho, cuidado, ...amor de amigo. Outras vezes, quando é grande e de encaixe único, ele não se transforma...apenas se acomoda ali no cantinho do coração. E a gente vive carregando ele no peito onde quer que a gente vá.

3 comentários: