Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O nada.

Eu não sei se isso acontece com você,
Mas há algum tempo, tem dias (poucos mas tem) que me sinto ausente.
Me procuro e não me acho.
Percebo que perdi o nada, e perder o nada faz toda a diferença.

Porque o nada é o que nos dá a sensação de tudo, é o que enche nossos dias vazios, é o que nos traz simplicidade...a consciência do nada.
É...porque quando se tem tudo é pesado demais, a gente se acha demais, se ocupa demais e perde a clareza das coisas.

A minha ausência foi provocada por vários fatores, entre eles....Um amor que é só meu, levado por alguém que está perdido. Se não o encontro, não encontro o amor. Se não acho o amor, não me acho...me ausento.
Mas depois de um breve encontro com o Criador, Ele me encontra. Logo, eu me encontro.
Seu amor me inunda, sua Graça me espanta!
Minha alma canta e então, posso descansar.
E descanso "crendo contra a esperança", firmada no invisível da Fé, vendo mesmo antes de abrir os olhos.

E se não tenho 'nada a declarar', fico em paz. Porque o nada me leva a encontrar Aquele que é TUDO. Não tendo o tudo, o Tudo me tem.

Se você também não tem nada a dizer...seja bem vindo!

2 comentários: