Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Apenas seja.

Vendo algumas atrocidades me pergunto: até onde é cultura e costumes, e ATÉ ONDE A MALDADE e DESAMOR SE ESCONDEM ATRÁS DA CULTURA?
Até que ponto devemos suportar a "CULTURA" como justificativa pra tudo (maus tratos, suicídios, assassinatos,...)????
Vivemos numa época tão afoita com as "descobertas" que já confundem liberdade com escravidão. Exagero???Não não. Pare e pense.
O que pensamos que é liberdade, muitas vezes é prisão.
Pensamos que beber exageradamente ou usar drogas é sinal de liberdade? MUITO PELO CONTRÁRIO. Não há nada mais óbvio de que vive numa prisão. "Ah eu não preciso, é que eu gosto". MENTIRA. E você sabe que é mentira. Saia, comemore, usufrua de boas companhias sem esses "adicionais". É a mesma coisa? Não? Então você está preso.
Pensamos que beijar trocentas pessoas sem nem sentir nada é liberdade. Será? Isso tem mais cara de "escravo do desejo".
Pensamos que escolher se você quer ser homem ou mulher é sinal de avanço, de liberdade...Repensemos. Será que não é apenas um modismo, uma vontade de ser livre (de não sei o quê), não é só uma covardia e não querer enfrentar os fantasmas emocionais???
Pensamos que é liberdade rezar 'não sei quantas vezes ao dia' (por obrigação, por medo, por "barganha"...), ajoelhar direcionado para 'tal lugar'...Não, isso é engano. O nome disso é religião. E religião oprime, amarra. Liberdade é falar com Deus, expor medos, fracassos,....É não querer ser forte e independente Dele....e sim ser forte Nele, por causa Dele. Liberdade é ter o coração grato e não ser escravo do orgulho inútil.
Há um caminho para Liberdade, para o autoconhecimento....JESUS, o Cristo. Porque quando O conhecemos, ELE nos revela quem somos também.

Por favor, não seja guiado pelos jornais, por pessoas "ditas revolucionárias e pensantes", nem por modismos, ou simplesmente pela maré (pra onde o povo andar você vai)...Não! Faça algo por você. Procure Aquele que o criou, que o Amou e o ama apesar de tudo...Aquele que vem porque somos maus, porque precisamos, e não porque somos bons.
Paremos de usar a "cultura/costumes" como justificativa pra tudo. Paremos de nos apegar à detalhes que SABEMOS MUITO bem o que significam mas que queremos provar nossa "inteligência" ou queremos contrariar. Isso é lastimável!
Essa história de "PROCESSO" pra tudo já deu! Que falta de identidade! Isso só prova que você não se conhece e teme que estejam falando a verdade!

Ame-se. Ame o próximo (e o distante também...aquele que é tão diferente de você).
RESPEITE-SE.
NÃO SE ESCONDA em religião, em "noitadas", drogas, vício em trabalho...ENFRENTE-SE.
Há uma beleza incalculável em ser quem você é. Apenas seja.

Um comentário:

  1. É mais fácil trupicar numa pedra de diamante do tamanho duma bola de futebol, no meio da rua, do que encontrar uma pessoa verdadeiramente livre... Esse tipo raro de ser, porém, transforma em ouro tudo o que toca e ilumina toda treva !!!

    ResponderExcluir