Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Meu resumo.

Faço arte
Faço parte
"Os homens são de Marte, e é pra lá que eu vou".

Faço graça
Saio da massa
E meu amor nunca passa.

Em padrões não me encaixo
Algumas vezes não me acho
Comigo eu me entristeço
Mas logo eu amanheço.

Não dá pra dizer que sou artista, jornalista ou musicista.
Isso é o que faço.
Não sei resumir-me em mais nada
Só sei que sou uma filha muito amada.

Amor que recebo de graça
E por isso mesmo é chamado de Graça.
Talvez eu nunca entenda o porque ELE me amou enquanto eu nem via.
Só sei que naquele momento ELE morria.
Mas como ser filha amada não basta
De tudo que é ruim meu Pai me afasta.

Sim, Ele morreu, mas logo ressucitou.
E por isso completa eu sou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário