Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Minha conversa no jardim



Quando a mãe chegou do trabalho, a menina foi logo contar...
- Mama, a beija-flor veio aqui hoje de novo! Você tinha que ter visto!
- O beija-flor é?
-A beija-flor, é menina. Era lindaaaa, tinha os cílios longos, e usava sapatilha vermelha de cetim trançada nas perninhas!
-É?! Que lindaaaaa, hein!
-É...a gente ficou conversando um tempão. Ela disse que volta amanhã.
-Legal, hein...O que vocês conversaram?
-Ah! Sobre as coisas da vida, sobre o vento, sobre como é bom voar e deixar tudo pra trás, tudo que é desgostoso. Falamos sobre as flores também, eu falei do meu ponto de vista e disse que são lindas, enfeitam, alegram, presenteiam. Ela disse que são sua vida. Eu disse que a minha também, e que meu amado me chamava assim, de Frô. Talvez porque ele seja um beija-flor também. Mas ele se cansou de voar e agora sou uma flor solitária, sem ninguém pra me beijar.


Um comentário:

  1. Eu tenho um amigo que é apaixonado por beija-flores... Lá pelo meado dos anos 70 ele introduziu 5 espécies aqui numa cordilheira próxima e eles brincam com as flores do meu jardim... Eu hoje os uso como mensageiros à Deus... peço que intercedam por mim ao meu Pai... São pontífices... e são bons nisso...

    Conversam comigo e com lindas crianças que, no mundo de hoje, ainda param para ouvi-los...

    São queridos amigos, os Beija-Flores...

    ResponderExcluir