Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Eu só não quero cair! Só isso!

Sabe o que é?
O degrau em que me encontro é um pouco alto, e cheguei aqui somando muitos acontecimentos, amando algumas pessoas, acrescentando sempre!
Então,se você me pede pra te esquecer, ou pra esquecer alguém que faz parte de minha vida, eu caio, tudo desmorona! Porque minha vida não é feita de cenas divididas, existe sempre uma mão segurando a outra, existe sempre o contato, o toque.
Não é que eu seja apaixonada por fulano ou beltrano ainda. É só que eu não sei tratar pessoas como folhas de papel, não sei simplesmente arrancá-las de meu caderno e jogá-las fora.
No dia em que ensinaram a ser indiferente, eu faltei a aula!(deu nisso: eu!)
Eu não sei "desamar", "desgostar" de alguém. Isso soa como mentira pra mim, soa como se o que vivi ou a tal pessoa fosse falsa e/ou mentirosa. E eu,...eu prefiro acreditar que foram importantes e dignas de nossa história.
Por isso, não pense que sou apaixonada até hoje por fulano ou beltrano.
É só meu jeito de valorizar quem é importante pra mim.
Eu falo com carinho com as pessoas que tenho carinho. Porque eu não "estou" com carinho por alguém, eu TENHO, ME pertence...não é temporário.
Entende?
Por que é tão complicado entender que cada um tem a sua devida importância?
Não digo que mantenho todas as pessoas (no caso de "paixões") na mesma prateleira. Apenas na mesma estante.
Mas algumas são guardadas com muito carinho na prateleira de passado. E um, apenas UM, na prateleira de PRESENTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário