Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Eu sempre soube que você existia...



-Eu te conheço! Eu sei que te conheço de algum lugar. Mas de onde?

-De algum lugar de meu futuro. Só não me lembro como...

-Como...o quê?

-Talvez assim. (e ele pegou na mão dela)
Ela o olhou com olhos de certeza, de que era isso!

-Sim, assim, mas foi assim porque já estava escrito em algum lugar da eternidade! [...]Mas por que demorou tanto?

-Não demorei, não demoramos tanto. Talvez tenhamos nos atrasado um pouco por sermos cheios de vontades e "achismos"...

-Talvez você tenha lutado contra a sinopse por ser um tanto desafiadora...Às vezes nem houve atraso, foi apenas o nosso tempo de preparo... Mas, que bom que se rendeu! Que bom que me rendi...Eu sempre te esperei.

-E eu sempre acreditei que me esperava.

Um comentário:

  1. Belíssimo texto!

    "(...)Às vezes nem houve atraso, foi apenas o nosso tempo de preparo(...)"
    Cada um de nós tem seu tempo, sua espera. Tentar apressá-lo não traz os resultados esperados. Às vezes só nos damos conta disso quando finalmente os encontros acontecem de verdade.

    Abraços!

    ResponderExcluir