Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Perdão, baby, perdão.

Perdão, eu menti.
Eu menti quando eu disse que pra mim era tudo mentira.
Mas é que essa atual pontuação é difícil de ler.
Perdão se minhas palavras te cortaram, mas a sua atitude me desmanchou.
Eu não queria te magoar. Essa seria a última coisa que eu desejaria na vida.
Sei que você não mentiu, apenas não permitiu...
A verdade é que foi a realidade mais intensa e perfeita que já vivi.
Pouco tempo???
E quem disse que tempo determina a profundidade ou veracidade de um sentimento???
Foi a verdade mais sonhada e o sonho mais verdadeiro.
E por ser assim, tão perfeito, me doeu ver tanta verdade me escapar entre os dedos...ver um sonho tão fugaz.
Momentos assim, capítulos assim, tão certos, tão completos, tão repletos de agradáveis surpresas, não merecem 'desdém'ou naturalidade, não podem ser interrompidos, merecem ser tratados como clímax, merecem "bis", "replay", e no mínimo, uma eternidade pela frente!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Alguém joga uma bóia aí, pois estou me afogando em lágrimas!

Dá licença que estou fechando a porta!

De repente não quero mais
Não quero mais querer
De repente algo que nunca imaginei aconteceu:
Me arrependi de cruzar o caminho de alguém.

É bom passar pela vida dos outros ou
permitir que passem pela nossa, quando aprendemos algo.
E o que eu aprendi???
Aprendi a não acreditar, a desconfiar, aprendi coisas que nunca se deve aprender!
Bons momentos??? De quê? De ilusões?
Basta!
Basta o meu mundo irreal. Basta o meu casulo.
Agora, viver num mundo à parte, cheio de egoísmo, onde tudo deve girar entorno de uma única pessoa? Aí já é demais pra mim!
Eu sempre acreditei em um monte de coisas lindas, legais...Aí vem uma pessoa e quer desmoronar meu castelo??? Quer me fazer viver fora dele? E pior, dizer que isso é natural...?
NÃO NÃO E NÃO.
Sempre tento preservar a admiração que tenho pelos que estão a minha volta. Mas tá ficando difícil.
Tá cheirando a maldade já...
Dá licença que estou fechando a porta!

O que é certo no Amor?




O que é certo e errado no amor???
Alguém sabe dizer????
Se souber...não me diga, por favor!
Não quero jeito nenhum de pensar (nem o meu)interferindo no que creio.
O que creio?
Creio no que Deus diz que é amor:

1 Coríntios 13

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é paciente, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se enfurece, não guarda ressentimento do mal;
Não se alegra com a injustiça, mas congratula-se com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.[...]"


Quanto ao que pensamos...que seja moldado ao que ELE diz. Que possamos aprender a ser assim!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Explicando Mais uma vez!

Desculpem-me interromper esse blog cheio de amor, mas uma hora ou outra preciso falar certas coisas!
Lá vou eu me explicar no que não precisa de explicação (meu lugar, blog).

Queridos de minha vida...
Eu já disse aqui que as pessoas que passam pela minha vida (mesmo que tenham passado) têm meu respeito total e um carinho absurdo! E não dá pra ser diferente!
Quando escrevo coisas de amor, não quer dizer que seja reflexo de minha vida (ou não). Quem sabe????
Quando posto homenagem à alguém (seja ele passado/presente ou futuro), posto porque sou honesta comigo. Só isso. E não estou "nem aí" se a pessoa vai "se achar" ou não (se ela não tiver maturidade pra isso...perde minha admiração ( o q não deve fazer mta diferença se ela tiver esse tipo de reação).
Nunca fui de joguinhos nem serei. O mundo pode se matar que EU não vou me matar!
O mundo pode fazer o joguinho de se fazer de difícil, de ser indiferente, ou sei lá o quê. Eu não.
Sou fiel à mim e ao que acredito. Aprendi a amar, simples assim.
E pode me chamar de burra, estúpida ou seja lá o que for! Eu sei quem eu sou (em Deus).
E se me refiro à algumas pessoas (por ex, naquele texto q não tem nada a não ser uma LISTA), se homenageio outras...é porque PRA MIM elas merecem.
E certa vez ouvi algo de alguém que justifica tudo isso: "quem merece, merece tudo".
Eu incentivo quem acho q tem talento! Eu divulgo os feitos do Emilio, divulgo a música do Ramon, divulgo blog da Suzy...e o que mais eu acreditar que seja legal.
Espero que não se ofendam com isso (com as homenagens...que aliás são pouquíssimas).
E aos homenageados...espero que não se vangloriem com isso. (se bem q os homenageados q posto aqui...não vêem meu blog!)

"O que é do homem, o bicho não come."

E não...não estou brava. Estou sendo clara e objetiva, porque tem gente que não entende de outra forma.

Tarde Vazia- Ramon Brandão

A gente pode perpetuar...


Pare um pouco
Deixe-me te ver

Chega mais perto
Me abrace
Mais um pouco
Me ame.

Sente-se, por favor.
Fique à vontade.
A casa é sua
(mas pode ser nossa)

Não se intimide com as surpresas da vida
Não tenha medo de sair de sua programada vida
Ter metas é importante, mas não pode te impedir de levar um Presente adiante!

Deite-se aqui no meu colo
Me deixe cuidar de você
Cuidar de mim
Me deixe...com você.

Já é noite
Já é outro dia
E outro...
Fique, permaneça.
Não vá, ouse ficar!
Hoje a gente pode continuar.
E amanhã, se quiseres...perpetuar.

sábado, 25 de dezembro de 2010

Qual nome disso?


Fechos os olhos
Lembro de cada momento e percebo que, em nenhum, falta alguma coisa.
É tudo completo.
Tento dar nome ao que sinto, mas rastrear um sentimento assim não é lá coisa muito fácil.
Novidade na alma resulta numa razão fugitiva.
Temo usar a palavra Amor, pois pra mim, é uma palavra que assusta.
Mas também não é só paixão.
O nome dessa loucura não sei dizer não.

Quando temos muito o que falar
Não há muito o que fazer e o abraço se encarrega de dizer.
O tempo parece amistoso e o encaixe continua gostoso.
Não tem jeito, é perfeito!
Você me olha e me enche de futuro.
A gente se olha e...
Por mais que eu lute, seu corpo me suga, me puxa, me atrai.
E o meu...não te resistindo, me trai.
Sua mão me desenha
Minha respiração me denuncia.
E a gente se ama completamente.

Se as circunstâncias te levam pra longe
Meu querer te traz pra dentro
Meu coração se enche de nós
Meus ouvidos clamam por sua voz.
Minha mente procura sua lógica pra tentar entender
Mas não acha e boba pareço ser.

Mas não é bobeira, não é cegueira...é que eu tenho permissão pra sonhar
E sendo assim, a gente pode se amar!

Abro os olhos
E como vivo pela Fé, lá está você na minha frente...de pé.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Chega de "meios"!



Hoje acordei cansada de "meios".
Meios termos
Meias palavras
Meios sentimentos
Meias verdades.
Meio quente.

Preciso da Integridade.
Preciso do inteiro, do completo, do extremo.
O meio termo me causa dúvida.
A meia palavra me estimula na reticência ao invés de colocar o ponto final.
O meio sentimento me atormenta, soa falso.
A meia verdade me agride, pois não existe meia verdade. Existe verdade e mentira.
O morno me causa enjôo.

Hoje acordei cansada de mim, dos outros....Dos outros em mim.
Na verdade, cansada da METADE dos outros em mim. Enquanto me entrego inteira.
Tá errado, Tá incompatível. Tá desleal isso!
Procura-se pessoas de verdade, de alma inteira, de coração completo.
Se vou achar...isso já não é da minha conta! Isso é com meu Pai (Deus), e como ELE é inteiramente BOM...confio e espero.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

É ternura.

O amigo virou pra ela e disse:
-Mas você fala do fulano com cara de apaixonada. Do beltrano...com cara de apaixonada, e do outro tb!!!
-Sério?! Mas nem é. Não é paixão, é ternura. É reconhecer o quanto cada um foi especial, e guardar merecidamente cada um no coração. Meus capítulos passados não vão para o lixo, vão para o livro também, afinal o que sou se deve a cada capítulo. Tenho carinho por eles, mas paixão, amor e vontade de estar junto pra sempre...só com o "outro".

sábado, 18 de dezembro de 2010

Sobre a falta de reciprocidade.

O que me machuca não é o fato de não ser amada por alguém específico. Não, isso não! Isso é natural! Acontece...
O que me tortura é pensar que fui enganada, ou que não passei de um alvo, uma meta, uma página.
Isso é que dói...a mentira, o engano, a forma leviana de se tratar uma pessoa, de tratar tudo que essa pessoa carrega dentro de si como se fosse...NADA.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Porque ele tem a melodia da minha alma.



Chegou, Amor, chegou????
Chegou o amor. Chegou?
Não vi, não vi.
Por instantes apenas o vivi.
Mas não sei, ele saiu de madrugada e ainda não voltou.

O violão continua encostado.
A música parou desde então.
O silêncio apareceu.
Aqui dentro meu coração se escondeu.
Ninguém mais sabe tocar minha alma e fazê-la cantar!
Não há quem retire dela uma melodia e a faça dançar.
Porque só você tem a melodia de minha alma.
Só sua mão me traz a calma.

Voltou, Amor, voltou???
Voltou o amor, voltou?
Não não, amor não vai embora sozinho.
Se ele chegou mesmo, apenas se ausentou por um momento.
Se eu o vi?
Não, ouvi barulhos estranhos lá fora.
Ouvi canções aqui dentro.

Fugiu o amor, então?
Será?
Creio que não.
O amor é corajoso e tem honra, né Amor?
Fugiste, Amor?
Se você tiver coragem de fugir, mais ainda terá para permanecer e amar.
Mas pra fugir basta ter coragem, e para amar é preciso coragem e honra.




"Eu não tenho nenhuma coragem, mas procedo como se a tivesse, o que talvez venha dar ao mesmo. (Gustave Flaubert)." Tendo honraaa, tá valendo !

Sobre a saudade.



Saudade...ou a gente a mata, ou ela mata a gente.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Clarice (a Lispector) me explicando....

"A minha intimidade? Ela é máquina de escrever. Sinto um gosto bom na boca quando penso"

"
Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida"

Depressa! Há alguém a me esperar!

Não posso me demorar
Não posso me abandonar
Em algum lugar do mundo há alguém a me esperar!

Depressa!
Mas não muita pressa.
Ajeito-me
Me encontro
Descanso, vivo, mas sempre com o pensamento: "não se perca! Há alguém a te esperar"

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Depende de mim, apenas de mim.



E se amanhã não for nada do que planejei não faz mal
O que planejei pode não ser o melhor.
Vou chorar, vou gritar, vou desaguar em algum lugar.
Mas depois, hei de me levantar.
Pego todas as cores dentro de mim e pinto tudo de novo!
Se não houver música, eu sei onde encontrá-la.
Se não houver amor lá fora, eu me abro, me desfaço e todo amor que recebo, eu divido com você.
Seja você quem for. Não me importa.
O importante é não deixar a frieza entrar, é não deixar a vida sem cor,
o importante é 'musicar' cada passo (e se possível em acordes maiores!).

Se o amanhã quiser me roubar o presente, não permitirei. Não mais!
Cada dia que se contente com o seu melhor, com seu tempo!
E se me der vontade de aprender a "técnica" da indiferença, da desconsideração...a técnica do descartável e da borracha...Eu sei que isso é só uma vontade falsa, e nem que eu quisesse conseguiria.
E se me chamarem de dramática, tola ou qualquer outra coisa por isso....continuarei ladrilhando meu caminho com muita graça, alegria e amor.
Porque o que eu faço não depende de você. Depende de mim.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Carta aos leitores.

Sei que, às vezes, algumas coisas que escrevo não são muito animadoras, e há gente que diz que preciso usar isso aqui (blog) pra gerar vida, ânimo e tal.(já que recebo isso diariamente de Deus)
Eu, sinceramente, também acho!
E é justamente por isso que faço questão de postar, mostrar minhas debilidades.
Ser um super-herói da internet, ou da literatura está longe de meus planos!
Ser perfeita...longe de meu alcance.
O que mostro aqui é que mesmo eu sendo uma pessoa completa (não por mim mesma, mas por ter Jesus comigo), também tenho minhas crises, tenho momentos de suar sangue, de chorar e achar que estou sozinha, de me decepcionar com o mundo e comigo. Mesmo que eu tenha Fé, de vez em quando a dúvida tenta me atormentar.
Todo têm seus momentos de 'vale', de caverna...mas o que temos que entender é que devem ser apenas momentos, e não fazê-los deles uma realidade de vida.
Eu mostro a grandeza de Deus não só apenas em minhas vitórias. Mas também honro Aquele que habita em mim (Espírito Santo) quando eu reconheço que PRECISO Dele, quando reconheço que não sou auto-suficiente, e que sem o Seu Amor... nem amar eu amaria.
Por isso, quando você ler algum texto meu que revele sentimentos tristes ou de decepção, não se desanime! Isso é só um dia mau, e um sinal para que você(assim como eu) reconheça que precisa do Pai e....Posso falar?! ELE é o melhor Pai do mundoooooooooooo!!!Aí vocês verão o quanto um dia mau pode ser útil nas Mãos Dele. Pois "todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus".

E ó...quando se depararem com as fraquezas alheias, lembrem-se que todos nós temos.Por isso, vamos tentar não julgar. Se colocar no lugar do outro é extremamente necessário para viver em sociedade.
O importante é querer avançar, melhorar sempre....E é melhor que essa mudança seja feita pelo Papai do Céu porque aí sim...será eterna. Porque ELE muda no íntimo, na raíz...
Outra coisa....quando começar a focar demais nas circunstâncias (como eu faço muitas e muitas vezes, infelizmente), Deus está focado no seu coração, ELE quer o seu coração. É lá que tudo se concentra!

Pessoas decepcionam mesmo. Ou você acha q nunca decepcionou ninguém?!
Somos humanos e essa é nossa maior grandeza.

Inté a talvez uma próxima carta (se necessário).

sábado, 4 de dezembro de 2010

Engano





Sem chão
Sem mão
Apenas um não.

Sem verdade
Sem realidade
Só genialidade

Sem resposta
Sem pergunta
Sem nada.

Sem porquê
Sem pra quê
E uma indiferença gritante

É...é quando a gente se engana com alguém.
Cá estou eu a pensar...
Ser referência ou ídolo dos pais ou de quem quer que seja não deve ser uma coisa muito fácil.
Porque pra manter o outro, por tamanha admiração, não se quer frustrá-lo.
E pra não frustrá-lo, muitas vezes, têm que abrir mão de suas próprias vontades. E eles (os admirados) acabam fazendo isso sem ver, e sem perceber vão se anulando em função do outro. Mas eles nem notam que já nem existem mais! O que passa a existir é a projeção de perfeição que fizeram p ele e ele, inocentemente, aceitou.
Na verdade, o ídolo( o admirado, a referÊncia) acaba vivendo uma vida de escravo, e sem perceber que a liberdade está sob seu domínio.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Eu gosto é de gente!


Eu gosto é de gente com coração grande
de mente aberta
Orgulho no chão
E simplicidade na mão

Gosto de quem tem opinião e não caminha como cego numa procissão
Mas pra isso não precisa ser do contra, só tem que saber parar quando for preciso
Gosto de gente que caminhe, claro!
Mas que saiba contemplar a beleza das coisas, e mais ainda, que saiba abraçar pessoas.

Não gosto de gente afobada pra falar de si,
ter amor próprio é muito diferente de se achar superior aos demais.
Não gosto de gente que não sabe voltar atrás,
flexibilidade é um caminho de equilíbrio.
Nem suporto gente de memória fraca, que se esquece de que prometeu amor eterno...
Muito menos de gente com a vontade fraca! Gente que, ao cometer uma traição, diz que não conseguiu controlar!
Desse tipo de gente eu quero distância!
Domínio próprio é uma característica humana. (não estou dizendo que seja fácil, mas que é possível)

Gosto mesmo é de gente que sabe ser gente.
...que saiba me admirar mas que não me coloque num pedestal
(eu, nem ninguém suportaria o peso da perfeição)
Gosto de gente que sabe abraçar, que sabe falar...e que saiba calar!
Gosto de brincadeiras, mas também de olhar franco.

Gosto de gente que não tenha medo de errar, e quando errar, que saiba pedir perdão (e mudar!).
Gente disposta a crescer, a caminhar rumo à maturidade....e que não use aquela lamentável citação como desculpa: "pau que nasce torto morre torto"!
Mudanças são possíveis, mas primeiro é preciso ser GENTE! E saber se olhar, se encarar...se enfrentar!

Se ainda não somos "gente" o suficiente....Ainda dá tempo!
"Pau que nasce torto morre torto, se não conhecer o carpinteiro Jesus de Nazaré"!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Acordei querendo dormir.

Hoje acordei com sua parte toda desperta.
Acordei com sua imagem quase concreta
Hoje acordei com você quase inteiro
E eu, por causa do seu 'quase', acordei pela metade.

Não que eu não seja inteira, mas sou inteiramente sua.
E se você fica no quase...
Hoje não sou uma boa companhia, pois sua ausência chegou.
O Céu, como sempre muito respeitoso com meus momentos, chorou.
Caiu muita água, mas acho que não tem mais de onde sair. As nuvens secaram.
Então, o Sol foi se cobrir.
Acho uma grande delicadeza de Deus respeitar momentos.
Hoje...Acordei querendo dormir pra o amanhã chegar mais depressa e algo acontecer.
Ou por completo te ter ou te esquecer.