Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Ser simplesmente HUMANA nos dias de hoje não é lá muito fácil!



Às vezes eu penso que a maioria das pessoas não tem memória.
Memória afetiva.
E se não têm memória afetiva viram robôs. E eu....eu não gosto de robôs.

Tentando viver ao máximo um dia após o outro, desprenderam os dias e vivem como se cada dia estivesse separado. Cada dia uma aventura, um romance, uma conquista.
O lamentável disso tudo é que não criam histórias, não têm histórias.
A vida passa a ser capítulos soltos, sem nenhuma ligação.
E não saem do lugar pois não estão dispostos a lutar...já que "amanhã é um novo dia".

Simmmmmmmm, amanhã é um novo dia, mas você continua sendo você...Pessoas que são cativadas precisam ser respeitadas. E respeitado está longe de ser apenas ausência de agressão.
Respeito é dar continuidade, ser constante....
Indiferença é o maior desrespeito que se pode fazer com alguém. É cruel.
É cruel conquistar alguém (seja como for...amigo, namorado...) e depois de ter suprido suas necessidades (do momento), dispensá-la, abandoná-la.
Nãooo, isso não é humano. Isso é estúpido!

É cruel dizer mil palavras lindas, proporcionar dias incríveis e depois...fazer de conta de que não foi você quem disse e nem foi você quem viveu esses dias!
Hoje acordei meio de "saco cheio" de gente "desmemoriada" quando convém, de gente que não constrói história, de gente que prega o desapego a pessoas...Resumindo....de gente que não é gente!

E sabe o que é pior??? Elas não quererem avançar, e assumirem a nossa condição sublime e tão invejada de HUMANOS.


‎"Somos feitos de carne, mas temos que viver como se fôssemos feitos de ferro." [Sigmund Freud]

Nenhum comentário:

Postar um comentário