Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Não venha me falar que nunca existiu!



Eu não suporto mais ficar engasgada
Está me sufocando
Nossa vida ficou parada no meio da minha garganta.
Não, não vou engolir.

Se fosse singular desceria fácil.
Se fosse só eu ou só você.
Mas não é.
É 'nós'.

Depois que vira plural, um só vai se o outro for.
Sei que acha que só porque você sumiu significa que não existe.
Mas não é bem assim.
Não venha me falar que nunca existiu!

Não tente me convencer de que fui besta, porque sei que você tem coração.
Nem tente dizer que sou louca porque sei que você tem caráter.
Pare de tentar SE convencer de que tudo não passou de um mal entendido bem vivido.
Não se acovarde, isso não combina com você.
Tenha peito pra gritar, tenha pulso para firmar e tenha alma pra dar.

Aí, se realmente você não tiver essas coisas...pode deixar que EU me convenço de que fui besta por confiar, de que sou louca por acreditar...de que fui humana por amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário