Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Já falei pra Deus que cansei de falar. E ouvir já não me basta...preciso VER.



Falar tem me cansado
Escrever tem me pesado
As palavras tem me assustado
Cansei de explicar, mas continuo explicando.
Cansei de dizer, mas continuo dizendo.
E me pergunto, pra quê?

Porque escrever virou hábito? Não não...isso tiraria toda minha liberdade.
Porque falar é natural? Não. Nem isso. Natural é não precisar explicar.
Então....porque as palavras sintetizam os sentidos? Também não. As palavras, muitas vezes, só enchem...enchem o papel, enchem a cabeça...enchem o saco!

Então...por quê não parar e me calar?
Tá aí uma coisa que não tem explicação. Aliás, mais uma, né.
Eu me calo. Essa é a questão.
Eu me calo tanto que dá pra ouvir o que meu coração diz.
Aí escuto. Escuto tanto que...

Mas essas coisas já estão me cansando.
Eu já não me caibo.
O espaço em mim está pequeno.
Preciso de mais UM aqui....pra compartilhar, pra ver...pra sentir.
Aí...entre falar, escrever, ouvir...fico no IMAGINAR.
E imagino que você está aqui, e torço, torço muito para que minha imaginação tenha força o suficiente para carregar a realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário