Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Coisas do Tempo...


O tempo passa e a gente nem percebe. E com o tempo....a vida prossegue.
Muitas vezes nos confronta, nos fere... Às vezes nos pega desprevenidos e o golpe parece ser fatal.
Outras vezes, outras tantas vezes nos presenteia com pessoas queridas, com flores, com surpresas indescritíveis. Mas, cabe a nós decidirmos que marcas o tempo nos deixará.

Quando vemos... Os brinquedos que brincamos já não são os mesmos, isso é natural. Ou... ainda são! (dependendo... isso não é tão natural). Ou pior... as vezes, nem brincamos mais.(e isso é triste).

Os canais de TV mudaram. Antes era só desenho animado, cheios de carinho. Depois os desenhos passaram a ser de guerra. Depois a guerra passou a ser real. De repente, quando percebemos... só estamos assistindo aos telejornais, cheios de sangue, injustiça...

Ou então, assistíamos aos canais de receitas para fazermos delícias para nossos queridos. O tempo passa e se não vigiarmos não fazemos nem delícias e muito menos temos queridos. Pois o tempo nos rouba até as prioridades (ou ao menos, o que deveria ser).

Os filmes que vemos (se vemos) parecem não encantar tanto, não nos disponibilizamos àquele momento e passamos a analisar friamente a luz, os atores, as ações... Como se ficção tivesse que ter algum sentido, ou... como se sonhar fosse proibido. Com coisa que a vida tem lógica sempre, né?!

Às vezes percebemos que o tempo passou e pensamos que se fizermos inúmeras cirurgias conseguiremos voltar atrás. (Nada contra cirurgias plásticas. Claro que temos que nos cuidar e estarmos bem com nós mesmos. Mas, a beleza que tem que estar a meu serviço e não eu à serviço da beleza).

Para muitos de nós, o tempo passou e a primavera acabou, e o outono parece não ter fim. Já não vemos a beleza das flores, já não sabemos o valor de um pôr-do-sol. E a vida segue para o cinza do inverno.

Para alguns (espero que poucos)... o tempo passa e...já não acreditam no amor. E o abandonam em troca de umas horas extras no trabalho para ter mais luxo no final do mês. Mas... mais luxo no final do mês pra quê? Pra viver sozinho? Que graça tem a vida sem ser compartilhada?

A Esperança se foi junto com a última tempestade.

Mas sabe,...tudo depende de o que decidimos levar do mestre Tempo. Mesmo quando os golpes da vida parecem arrancar todas as flores...saiba que na próxima primavera haverão ainda mais e mais flores. É que às vezes precisamos cortar os galhos que já não servem para que outros melhores e mais fortes nasçam.

Se você viu aquela chuva que levou sua esperança como uma tempestade...Pode não ter sido bem assim. A chuva só veio pra lavar a alma e regar seu coração para que volte a acreditar no Amor.

Não permita que o brilho de seu olhar se apague, que a Fé morra ou que o mundo dite seu próximo passo. Creia!
O tempo passa sim. Não há como impedir. Mas, podemos decidir como ele vai passar e como vai nos atingir! Se vamos deixar a vida nos levar ou se vamos ter coragem o suficiente para tomar as rédeas em nossas mãos e guiá-la pelo caminho melhor.



Escrito por Rê Marra no dia 04/09/2009 às 18h00.

2 comentários:

  1. [..]Ou então, assistíamos aos canais de receitas para fazermos delícias para nossos queridos. O tempo passa e se não vigiarmos não fazemos nem delícias e muito menos temos queridos. Pois o tempo nos rouba até as prioridades (ou ao menos, o que deveria ser).[...]

    Eis aqui uma triste verdade...

    ResponderExcluir
  2. O tempo, de fato, pode ser um grande aliado...
    Ou um terrível inimigo...

    ResponderExcluir