Dupla Delícia.

Dupla Delícia.

sábado, 31 de outubro de 2009

E quem disse que tenho que sair?!

O que leva uma pessoa, com seus vinte e poucos anos, ficar em casa lendo livro e comendo amendoim japonês em pleno sábado à noite?
Ué, mas...por que ela deveria sair?

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Nonsense.

Nunca vi algo tão SEM NOÇÃO quanto meu coração.
Sério. É preocupante!

Se converso com alguém incrível por msn ou telefone, ele acha que a tal pessoa está logo ali e é só esticar um pouquinho o braço pra alcançá-la. Ele não entende que existe uma distância.
E se vejo foto ou vídeo então...Ferrou tudo. Ele fica todo balançado achando que posso até sentir a tal pessoa.
Ou seja, de distância...ele não entende.

Se estou falando com esse alguém incrível, ele acha que o tempo não passou. (e lá já se foram 4 horas).
Se não falo com o mesmo alguém incrível, ele pode jurarrrrrrrrrr que já se passaram anos (enquanto que, na verdade, foi apenas UM dia, ou dois).
Ou seja, de TEMPO ele não entende mesmo!

Aí, lá vou eu tentar explicar à ele que existe distância e que o tempo é algo matemático e lógico. O difícil é querer explicar lógica pra o coração.
Pra ele é simples: existe uma pessoa incrível e eu. Se um quer o outro(pelo tempo que for), basta se unirem.
Tá. Ele se esqueceu da lógica. E de lógica...nem eu entendo.
Às vezes, a pessoa incrível conhece outras pessoas incríveis. E eu...Bom, essa é a questão. E EU?

Não dá pra acreditar em algo incrível. Dá?

Estou começando a achar que é bem melhor ouvir minha amiga, o seu Tião aqui da rua, a "sorte de hoje" do Orkut...do que ouvir meu coração.

Ligação perdida?



Vi uma ligação tua. Retornei-a.
Chamou, chamou e ninguém atendeu.
Tive um ímpeto de tentar de novo. Me segurei.
Tá, eu posso ter discado o número errado.
Mas, e se disquei o certo?
De novo veio a idéia absurda de tentar mais uma vez.
Mas aí pensei "e se der OCUPADO".
Desisti.
Não tem coisa pior do que ouvir aquele "tu-tu-tu-tu". Parece q quer dizer alguma coisa e não tem coragem. Fica gaguejando. "Tu...ligou errado.Tu...chegou tarde. Tu...viajou"

Agora minha dúvida é outra. Será que realmente havia uma ligação tua?!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A distância entre Passado e Futuro.

No meio de tantos prédios do Passado, a rua ficou mais estreita e sem fim.
Já era noite e poucos postes de luz funcionavam, quando ela pisou forte numa poça d'água(que não havia visto, é claro!). Parou. Um gato passou rápido, como um vulto, bem ali na sua frente e parou também.
Passou as mãos nas pernas(limpando onde havia respingado a água), olhou-o nos olhos e tentou uma comunicação. Em vão! O gato não parava de miar, não sabia ouvir.
(E quando estamos numa noite escura, sozinha...até as falas de gatos se tornam assustadoras.)
Ela ameaçou um passo pra continuar sua caminhada, hesitou. Lá na frente, a lâmpada do último poste estava quebrada e ela não podia enxergar o que lhe aguardava.
Com as pernas trêmulas conseguiu avançar mais um pouco. Olhou pra trás e o gato ainda a encarava parado no mesmo lugar. Não sabia distinguir se o olhar dele era sarcástico, ou simplesmente nulo.
Na verdade, naquele momento ela já não sabia nem pra onde ir. Se a rua antes parecia não ter fim, agora parecia uma viela sem saída.
A luz de um cômodo do prédio se acendeu rapidamente, e ela pode ver que aquela água suja da poça d'água havia sujado mais que as pernas, alcançou sua roupa.
Por não saber se a mancha ficaria ali ou não, ela teve medo. Sentou-se no chão, abraçou as pernas contra o peito e escondendo o rosto, chorou.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Foi culpa da Lua

Acho que Lua mentiu pra mim. Entrou em nova fase. A maré mudou e o que ela havia previsto afundou, afundou nas águas agitadas de minha vida.
Previsão, esta, que mais complicada que eu, se distorceu antes de chegar à mim.
Posso não estar sendo tão clara e objetiva, mas é tudo reflexo do que se passa aqui.
Tudo que escrevo, acho que até os erros de meu português, são representações do eu, que erra, falha, comete equívocos.
Talvez, a Lua nem exista. A maré...seja invisível. Mas pra mim, é tão óbvia como o sol. Sol que, de tão claro, me cega.



Escrito por Rê Marra no dia 11/02/2005 às 13h04

Sempre há um ''mas'', um ''porém''...CORAÇÃO ATROFIADO

Pare um pouquinho e pense! Estamos arquitetando nosso próprio fim?! É incrível a capacidade que temos de nos acomodarmos e usarmos tudo o que nos é oferecido sem antes analisar e ler a bula, observar as contra-indicações. Por exemplo, a tecnologia nos trouxe várias coisas benéficas porém tem seu lado negativo.
Estamos atrofiando os músculos, a mente...o coração.
Não necessitamos mais fazer esforço físico algum para subirmos uma escada - existe a escada rolante, os elevadores. Fazer contas?!Nem pensar! -A Calculadora está aí pra isso. Temos abreviações de informações pela internet, sabemos um pouco (mas, bem pouco) de cada coisa, e muito de nada.
Atrofia o coração, é aí que quero entrar! A Internet é boa para nos aproximarmos de pessoas que moram longe...mas nos afasta das que estão bem perto. É mais fácil assim, falamos só quando estamos bem, mas deixamos de aprender uns com os outros. Sem contar nos que são de casa...o computador virou o melhor amigo(ou inimigo?!) do homem. Passamos mais horas com ele do que com nossos parentes, amigos. Estamos sempre dando uma olhadinha na internet, jogando algum joguinho em rede, ...enquanto nós é que estamos nos tornando um joguinho da tecnologia. Temos todos os amigos no "msn, redes sociais,...", mas ao mesmo tempo nenhum ao nosso lado para nos dar um beijo ,um abraço ...para sentirmos o afeto. Criamos uma barreira, uma fortaleza que nos acomodou bem, nos "protege". Mas protege do calor humano também. Os avanços tecnológicos são paradoxais. Nada contra eles , mas TUDO a favor de uma vida mais humana, mais intensa, ...de mais amor, maior contato (físico)...Tudo a favor de uma vida melhor. Que saibamos tirar proveito da "modernidade" e não ela, nos tirar a forma mais bela de se viver!!!



Escrito por Rê Marra no dia 11/03/2005 às 00h01

Imunidade emocional

Depois de apanhar muito de minhas próprias palavras, aprendi uma coisa.
Aprendi que a partir de uma certa hora da noite minha ‘imunidade emocional’ cai e eu fico vulnerável, sensível até não poder mais! Fico à mercê de meus sentimentos e mal consigo controlá-los.
Se tiver que escrever algo BEMMMMM transparente...que seja junto à Lua. Se tiver que contar algum segredo...que seja para as estrelas! Assim funciono.
À noite pareço não pensar nas conseqüências de algumas palavras. Mas nenhuma palavra que cause dor, muito pelo contrário...não sei esconder o amor, a paixão.
Às vezes penso que não só eu sou assim, mas acredito que isso seja resultado de como vivem os sentimentos voluptuosos, quentes. Parece que eles vivem durante o dia (e algumas horas da noite) num baile à Fantasias e à meia-noite tudo se transforma no Real, no Verdadeiro e já não conseguimos segurá-los nem escondê-los. E como a maioria das pessoas vive uma farsa de sentimentos, um jogo de relacionamentos, onde quem demonstra o que está sentindo sai perdendo, acabo eu, sendo vítima de mim mesma. Porque falo, expresso, abro o peito pra levar o tiro que pode ser certeiro no coração.


[...] Posso ser guerreira para muitas coisas, porém para viver uma vida a dois...sou uma fugitiva do exército.





Escrito por Rê Marra no dia 14/03/2005 às 23h34

..de amar o AMOR de sempre...



Eu poderia escrever aqui mil palavras difíceis, fazer um belo texto composto por um rico vocabulário. Mas de nada adiantaria. Você não entenderia. Não por insuficiência de conhecimento aos sinônimos das palavras e sim, por falta de sentimentos intensos nessas palavras. Porque para expressar o amor, por ser belo e pré-histórico, nada melhor que a simplicidade para demonstrá-lo. Nos pequenos detalhes, no cotidiano, nas várias fases da vida é que vemos as várias faces do amor. Que ora estende a mão, ora te exorta para te ver crescer.Ora te acaricia, ora te disciplina. Um sentimento antigo, porém contemporâneo sempre. O amor ...percebemos ele no olhar, no falar, no brincar, no fazer...e até mesmo no brigar.Percebemos no conjunto, no todo.Não basta apenas dizer. Palavras são vãs para tentar expressá-lo senão ele mesmo.

Amor, que ama estar ao seu lado, mas, se for para te ver feliz te ama ainda mais e pode abrir mão e te ter longe... mas te incentivando sempre a alcançar a felicidade.
Amor que de tanto amar, te surpreende, me surpreende...SURPREENDE-SE.



Escrito por Rê Marra às 12h50

Tudo meio bagunçado.

Amigos, problemas; amigos, auxílio,...convites inesperados, festas promissoras, desavenças, ansiedades...Pensamentos soltos, inquietos.Pensamentos presos, desertos.
Alma afilta, mente ativa, corpo passivo.
Corpo parado, alma sensível, mente em dúvida.
Alma invisível, corpo chorando, mente..(mente?)...nos finalmente.
É ! Finalmente.

Saudade da distância. Saudade da SAUDADE. Saudade do espaço que havia entre mim e alguns. A proximidade dói, porém a distância é homicida.
Ser sensível demais nos deixa suscetível aos acontecimentos porém, ser insensível nos impede de viver.
Há mistérios encobertos demais para serem simplesmente ignorados. Há charadas complicadas mas...Prefiro tentar descobrir...




Escrito por por Rê Marra no dia 07/04/2005 às 12h54

Noite quente!!!!!


A Noite me enfraquece
Meus pensamentos se libertam
Meu sangue esquenta
Meu corpo...Ah! Meu corpo...!

A Noite me escurece
Na cabeça, idéias borbulham
Meu sangue ferve
Meu coração acelera
E meu corpo?...

A Noite me agita
Na cabeça, nada, além de “carnal”
Sinto o sangue circular por cada parte de meu corpo
Corpo que ...enlouquece.

Meu coração dispara, mas de desespero por não conter os desejos
Meu corpo te procura, porém não encontra
Meus pensamentos se chocam, se desanimam
A NOITE ME ADORMECE!!!






Escrito por Rê Marra no dia 07/04/2005 às 13h05

Tempos e tempos...

Incrível como o tempo serve de bode expiatório.
Se não deu certo é culpa do tempo que é escasso ou porque temos tempo demais, o que nos leva ao ócio e ao ânimo de continuar fazendo NADA.
Se deu certo, foi o tempo que favoreceu, era para acontecer! O tempo se encarrega de coisas que não são tarefas suas:...esquecer um amor, conquistar um novo amor, esfriar uma paixão, ...esconder um medo, ocultar o real, dar espaço ao imaginário,...omitir uma resposta que necessita rapidez, fugir de váaarias coisas com o ativismo, fazendo de tudo um pouco resultando em mais um vez :o NADA.

Sei que damos várias responsabilidades ao Tempo, que deveria apenas contar os segundos, os minutos, as horas...

Pra mim, ele foi muito mais que isso. Muito mais que um relógio. Esteve entre a euforia e o silêncio, Canaã e o deserto, sonho e o pesadelo, semeadura e a colheita... Sempre na passagem de uma etapa à outra, ele aparece ...o tempo.
No meio da euforia vem o tempo com sua RESPONSABILIDADE e me faz calar, levando-me ao silêncio.
Em meio a Canaã com todas suas delicias, me vejo caminhando obrigada rumo à MATURIDADE, chegando ao deserto, me encontrando com o espelho,...o que fez-me crescer.
No início de um sonho me pego sendo testada, talvez minha fé não resista! Caio no pesadelo. Parece que estou regredindo e os passos que dei foram em vão. Mas me engano, pois me deparo com a ESPERANÇA que me leva a acreditar no incrível.

E quanto à semeadura...essa sabemos fazer parte da vida...Porém a colheita está sujeita não somente ao divino como também a nós, humanos. Tudo depende da forma como lidamos com a vida, com as etapas. Se regarmos com o ingrediente certo e tratarmos da terra...essa será frutífera.
Depende de nossa humildade para reconhecermos nossas demências, vontade de aprender a mexer com plantação, amor ao cultivar, ...
Há frutos que só crescem se forem regados com lágrimas e esses são eternos, pois não são frutos apenas materiais, não nos leva apenas a um andar mais alto na sociedade ou na intelectualidade. Mas esses geram outros frutos, geram crescimento na alma, no espírito, nos levam pra mais perto do Criador, nos tornam mais íntimos do Pai de AMOR.


Escrito por Rê Marra no dia 02/05/2005 às 21h04.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Senhor...



Quando eu estiver me sentindo sozinha no meio da multidão, leva-me a sentir o Teu Amor.
Quando lágrimas rolarem por minha face, seque-as com Teu sopro de Graça.
Me abrace quando eu me sentir insegura
Aperte minha mão quando eu estiver com medo.
Beije minha testa com um ósculo santo para eu me sentir amada.
Quando todos olharem para mim e virem minha aparência e me julgarem. Olhe para o meu coração e veja a princesa que fizeste de mim.
Se me condenarem por amar demais, defenda-me e mostre que o Senhor é o AMOR.
Se, diante de minha ingenuidade, me enganarem; não me deixe desiludir do mundo. Plante em mim a fé e a esperança por pessoas honestas.
Se quiserem me atacar, proteja-me.
Se todos me excluírem por algum motivo (ou sem motivos), me acolha em Teus braços.
Mas AGORA, deixe-me deitar em Teu colo e simplesmente, não dizer nada. Apenas ouvir-Te e sentir Teu Amor Incondicional.


AMÉM.

.

"Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada... Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro..."

Clarice Lispector e sua escrita.

"(...)Simplesmente não há palavras.

O que não sei dizer é mais importante do que o que eu digo. Acho que o som da música é imprescindível para o ser humano e que o uso da palavra falada e escrita são como a música, duas coisas das mais altas que nos elevam do reino dos macacos, do reino animal, e mineral e vegetal também. Sim, mas é a sorte às vezes.

Sempre quis atingir através da palavra alguma coisa que fosse ao mesmo tempo sem moeda e que fosse e transmitisse tranqüilidade ou simplesmente a verdade mais profunda existente no ser humano e nas coisas. Cada vez mais eu escrevo com menos palavras. Meu livro melhor acontecerá quando eu de todo não escrever. Eu tenho uma falta de assunto essencial. Todo homem tem sina obscura de pensamento que pode ser o de um crepúsculo e pode ser uma aurora.

Simplesmente as palavras do homem."

Clarice Lispector

"A maioria das pessoas quer ser entendida no seu crescimento." R. Shinyashiki ...Ainda bem que não estou sozinha nessa.


"Escrevo sem pensar, tudo o que o meu inconsciente grita. Penso depois: não só para corrigir, mas para justificar o que escrevi. (Mário de Andrade)"_faço das palavras dele... as minhas.

E "Se"...

Às vezes penso que o dia já foi, o tempo já passou, então me pego sentindo o que minha mente não concorda sentir. Me surpreendo pensando no “SE”.
Se eu tivesse dito sim todas as vezes que disse não? Se eu tivesse decidido ao invés de simplesmente deixar que a vida decida por mim? Se eu complicasse menos? Se eu fosse diferente, talvez , minha vida hoje seria diferente. Eu estaria em outros lugares, com outros amigos (isso eu não queria! ),...mas será que essa outra forma de ser seria EU?

Há momentos que tenho certeza de tantas coisas, porém há momentos que não sei nem mesmo quem sou.



Obs:Algumas perguntas têm respostas em minha razão, mas ecoam infinitas vezes em minha alma.



Escrito por Rê Marra no dia 21/06/2005 às 14h38

Recipiente.


Às vezes tenho a impressão de quem minha alma é concreta, os sentimentos palpáveis e o meu coração é o recipiente que, embora pequeno, cabe infindáveis emoções.

Nessa minha percepção ilógica, o medo é um objeto de metal cheio de pontas e à medida que tento arrancá-lo, ele vai girando e ficando uma ponta após outra no coração de carne, ferindo-o. Apesar de deixar feridas (que logo serão apenas cicatrizes), ele caminha em direção à saída e essas feridas (eu sei) não passarão de lembranças.
No recipiente encontram-se também bolinhas coloridas e leves que de acordo com o movimento da vida, elas se deslocam, se sobressaindo ainda mais. No meu coração, elas estão sempre presentes, sejam cheias ou um pouco murchas. Essas bolinhas são a alegria.
De vez em quando, entre os vários objetos, sobram pequenos espaços vazios. Esses espaços são... a saudade. Esta é a única que é abstrata, e ela logo é preenchida com “a água”.

Calma! Água não virou sentimento. Mas na minha visão, esse sentimento que se encaixa mesmo o recipiente estando cheio....esse sentimento puro e transparente que refrigera, sacia, acalma, bagunça às vezes, e por mais que ele já esteja transbordando, cabe sempre mais, chegando a contagiar todos à volta.[...] Esse líquido que cura as feridas deixadas pelos demais sentimentos “de pontas”, eleva as bolinhas à superfície, rega o vazio e lava....é o amor.

Seja ele qual for (paternal, maternal, amistoso ou romântico), o amor têm em sua essência o Divino, o sobrenatural, o perfeito. Por isso tem todo esse poder.




Escrito por Rê Marra no dia 28/06/2005 às 13h30

Profissionais na Vida!Todos são atores!!!

Na verdade, todos nós somos atores/atrizes. Estamos sempre interpretando algo, muitos fingindo ser o que não são.
Um finge estar alegre quando na verdade sua alma chora tamanha tristeza.
Outro mesmo não havendo motivos, finge estar triste só pra chamar a atenção de alguém.
Alguns fingem ser humildes, quando na verdade acham que o mundo gira em torno deles. Tudo que fazem é por eles e para eles. Argh!
Há os que fingem de “bandidos” para se protegerem sendo que dentro deles existe a mais dócil e bela pessoa.
Tem também os que se mostram auto-suficientes, curados(emocionalmente) quando na verdade, seus corações sangram de dor.
Existe os que fingem estar doentes só para “matar” aula na escola.
Os que fingem serem tímidos por estarem em território desconhecido, quando na verdade são inseguros.
Tem aqueles que fingem ser seguros mas, no íntimo, têm medo da própria sombra.
Há aqueles que se mostram compreensivos, pacíficos e, quando estão em casa, são os primeiros a gritarem!!!
Há aqueles que fingem não amar só para se protegerem, para não terem que se entregar, e assim não correr o risco de se machucarem.
Uns se mostram abertos sendo que existe um limite (muito bem traçado) que, quando ultrapassado, são tão fechados quanto uma ostra.
E há aqueles (os mais conhecidos), que fingem amar loucamente alguém (mentem até p si), mas no dia seguinte o “amor” acaba.

Em suma, na ribalta da vida, somos todos estrelas (e atores) de nossas próprias histórias.


Obs: Há os que são verdadeiros também, mas sempre existem momentos de incerteza e insegurança, que é “melhor”(ou mais fácil) fingir ser algo do que realmente SER o que se é.


Escrito por Rê Marra no dia 16/07/2005 às 20h51

E por acaso isso aqui é um Tribunal?

...Defendo!!Defendo sim!!!!Porque eu tenho plena consciência de quem eu sou sem Deus, sem Seu Amor e Misericórdia!!!Defendo e não julgo as atitudes de ninguém, porque não sou capaz de fazer isso, não sou melhor muito menos maior que ninguém.Sou insignificante demais para me achar pronta para condenar alguém.
Por que se incomodam tanto por eu defender alguém que só precisa de ajuda e socorro?????E daí que todos achem estranho eu defender essas pessoas??!!Ao invés de julgá-la, e torcer para que ela colha as coisas erradas que fez, por que não perdoar e procurar ajudar??? Todos merecem receber e participar da Graça de Deus. Merecem uma segunda, terceira, quarta...chance.
E se ela realmente for mal caráter?O que eu tenho com isso??A única coisa que sei é que o MEU DEUS TRANSFORMA VIDAS. E pau que nasce torto não morre torto se conhecer o carpinteiro Jesus de Nazaré!!!!!!!!!!

Qual minha função aqui, senão ajudar?! Querer fazer o que Cristo faria?!!!. Será que Ele a rejeitaria por causa de sua alma corrompida, ou a abraçaria ?!!
O Deus que eu conheço e sirvo é Bom Demais para simplesmente ignorar alguém,por pior que seja.
Defendo e vou continuar defendendo mesmo que todos me condenem por isso.Essa sou eu e não vou mudar(nisso) para agradar ninguém.

Posso não concordar com a atitude, mas desprezar alguém por isso?! O que seria de mim se me desprezassem pelos meus inúmeros defeitos?!



Escrito por Rê Marra no dia 16/07/2005 às 22h28

Chega de mundo cor-de-rosa!



Às vezes o altruísmo (exagerado) me faz viver num mundo hipócrita (pasmem!). Porque as pessoas fazem o que querem comigo pois sabem que eu não vou reagir, vou compreender. Assim, elas continuam jogando pedras em minhas costas pois eu não me viro para defender-me. E passo a acreditar apenas nas coisas que vejo, que estão em minha frente. Levando-me à um mundo de mentiras.

Mas tudo tem um limite. Nossaaa!!! Como a mentira e o desrespeito me agridem. Eu ainda acredito (ou acreditava?!) num mundo mais colorido sem tantas maldades, podridão. Era mais fácil ignorar as pedras lançadas, mas minhas costas já estão feridas e percebo que o mundo é preto-e-branco. Já não dá mais pra disfarçar, tapar o sol com a peneira.

O equilíbrio é o melhor caminho. Excesso de respeito, amor, confiança, compreensão não geram o mesmo como retorno. Geram invasão, desrespeito, engano, abuso de ‘poder’,...Geram um: “ahh!! posso fazer tudo com ela, ela vai me perdoar, entender...deixa ela pra depois!”

Agora não!!! Não mais! Posso até perdoar mas não garanto compreensão. E é interessante que foi preciso alguém ver as feridas em minhas costas para que provocasse uma reação. Eram tantas pedras que eu já estava ‘dormente’. Ao me olhar no espelho, sinto uma indignação que, creio, gerar mudanças em minhas atitudes.

Chega de mundo cor-de-rosa!!! Existem, sim, pessoas más. Eu tenho que acreditar nisso!!!!!!!!!

A vida pode até ser bela mas o mundo...está longe de ser.



Escrito por Rê Marra no dia 28/07/2005 às 18h28

"Sorria, você está sendo filmado."



É sempre melhor sorrir!!!
Pode ser um sorriso tímido ou escancarado;
Com o canto da boca apenas ou com o corpo todo;
Pode ser com os olhos, com os lábios, com a ALMA!

Pode ser um sorriso simples ou pode ser uma gargalhada escandalosa;
Pode ser por vergonha ou espontâneo; por besteiras, coisas bobas,mas que VOCÊ acha graça.
Pode ser verdadeiro, íntimo ou pode ser um disfarce. Ele sempre te trará um sorriso de volta e assim seu disfarce não será necessário porque alguém sorriu para você e te contagiou.
O importante é sorrir, mas sorrir com amor!!!Seja por educação, por intuição, por prazer, mania...sei lá!! Seja pra desejar um “bom dia”, ou para dizer “Adeus”.

Pode ser pra ‘quebrar o gelo’, quebrar uma mágoa, curar a alma...
Um sorriso abre portas, abre outros sorrisos, converte caminhos, transforma vidas.
Um simples sorriso pode dizer muitas coisas. Pode oferecer um ombro amigo, uma mão de ajuda, amizade, amor, alegria, apoio, compaixão...pode ser uma luz para alguém.

Quando sorrimos, o mundo sorri para nós.
Um belo sorriso pode até despertar inveja, mas essa não terá vez, porque quem abre um sorriso para alguém, abre também o coração para perdoar, amar, ser feliz e a inveja se envergonhará e 'sairá de fininho'.

Sorrir nos faz esquecer os problemas minúsculos que damos tanta proporção, nos alivia a tensão, nos torna amáveis.
Mesmo quando lágrimas encherem seus olhos, escorrerem por sua face...SORRIA como um ato de fé de que tudo vai melhorar, aliás, tudo JÁ melhorou.

Ao ver alguém triste, amargurado, sério, fechado...Dê-lhe um presente! Abra-lhe um sorriso de amor por um instante até que esse alguém absorva sua intenção, sua alegria e seu amor. Esse pequeno instante pode trazer conseqüências “eternas”.
Quando você estiver desesperado, ansioso...Olhe para o Céu, entregue seus problemas ao Pai e verás que quando você deixa ELE estar presente em sua vida, o sorriso fará parte de dela. Pois ao confiar NELE, lhe virá um sorriso de alívio, paz, gratidão...

Há várias formas de sorrir, e o SEU é o mais especial, simplesmente porque é seu. Só seu!
Contagiar...esse é um dom de quem sorri com AMOR.




No mais...SORRIR SEMPRE É A MELHOR SAÍDA!!ELE TEM O PODER DE CONTAGIAR TODOS À SUA VOLTA. Mas lembrando que todo sorriso deve carregar consigo o AMOR, e isso faz toda a diferença.


Escrito por Rê Marra no dia 30/07/2005 às 15h03

Conclusão.

Ao amanhecer dê um sorriso ao Senhor e agradeça-O por mais um dia de vida.
Dê um sorriso para as pessoas que estão perto de você.
Ao se deparar com um problema, recorra a VERDADE e verás que Cristo já fez tudo por você.
Se alguém te magoar, não guarde pra si. Fale! Expresse! (mas fale com amor)...E se mesmo assim seu coração continuar doendo...CHORE!!! Chorar nos alivia, nos purifica e nos renova para encarar novas circunstâncias.
E por falar em circunstâncias, ...Se você sonha, deseja algo e elas(as circunstâncias) parecerem contrárias, tenha FÉ. E lembre-se que "a fé vem pelo Ouvir e ouvir da PALAVRA DE DEUS"!!
Se dê o direito de dizer NÃO, quando quiser.
Não tente agradar à todos, porque o máximo que vai conseguir é incompreensão quando não conseguir ser “perfeita”. Porque quando você se preocupa demais em agradar os outros, acaba se esquecendo de você, se omitindo...e no final das contas, não saberá nem mesmo quem é.
Se alguém lhe disser alguma coisa a seu respeito que te agrida ou que você discorde, sorria e lhe diga: 'Você acha?! Eu não'.
Tenha convicção de quem você é e não permita que nada ou ninguém altere seu humor. As pessoas só fazem com a gente aquilo que permitimos.
Lembre-se dos mandamentos: “Amar à Deus em primeiro lugar e ao próximo como a ti mesmo.” E para isso acontecer, você precisa SE amar, para depois amar o próximo e à Deus. ...Ah! E não diga que ama à Deus se você não ama o seu próximo (que você vê).
Viva a vida o máximo que puder. Mas isso não quer dizer que tenha que experimentar de todas as coisas. Mas saber valorizar todos os momentos e tirar proveito deles (dos momentos e não das pessoas!).
Não seja dependente de nada, nem de ninguém: coca-cola, leite, cerveja, cigarro, trabalho, futebol, sol, mãe, amigo, namorado, religião... Dependa somente de Deus e deposite sua fé Nele! Só Ele pode te fazer completo e te levar a plenitude da felicidade.
Quando estiver cansada,respeite seu corpo. Descanse!
Honre sua palavra, seus compromissos.
Viva cada momento na excelência!Cada momento é único. Não caia nessa de fazer várias coisas ao mesmo tempo! Nem dê valor demais às coisas materiais, à tecnologia, a modernidade...
Não deixe que o mundo dite seu modo de vida!
Tenha personalidade e liberdade para escolher o melhor pra você, lembrando que algumas atitudes têm conseqüências lá na frente.
Se gostar de dançar, dance! Mesmo se todos estiverem olhando, admirando sua liberdade de ser (ou abismados com sua falta de jeito...).
Cante! “Quem canta, seus males espanta”. Há músicas que são sobrenaturais.
Permita-se fazer -lhe um agrado.
Sinta as delícias que Deus criou para nós. O vento batendo no rosto, os raios do sol penetrando em sua pele, as ondas do mar tocando teu corpo...o frescor da sombra de uma árvore.
Saiba admirar o céu, as flores, as cores, os sabores. Saiba admirar o seu reflexo no espelho.
Respeite e aprenda com as diferenças ao invés de tentar tornar o mundo igual à você. É na diversidade que está a riqueza.
Semeie amor, respeito, dignidade, alegria. Há uma lei natural da vida: o que semeamos, colhemos.
Não tenha medo de se apaixonar. Namore!!!Namore na areia da praia, no parque de diversões, numa praça, no cinema, no meio da rua, em casa. Não tenha vergonha de mostrar o que está sentindo.
Cuide de você! Vá ao cabeleireiro, faça as unhas.Sinta-se MULHER!
Seja feminina, doce, amigável, educada, prestativa, cúmplice. Seja o apoio de seu amado.
Estude!
Não seja ciumenta. Tenha zelo (é diferente).Participe da vida dele. Saiba ceder. Dê liberdade para que ele se sinta a vontade em sua casa. Busque a sabedoria Divina “a mulher sábia edifica sua casa, mas a tola a destrói com as próprias mãos”. Não permita que a correria do mundo a faça esquecer de que é MULHER.

Quanto ao homem...Seja cavalheiro, educado, observador.
Saiba ouvir, compartilhar.
Aprenda! Leia! Seja inteligente para que tenha algo a mais para ensinar. Tenha pulso forte, mas isso não quer dizer que tenha que ser autoritário (é apenas um jeito de dizer para que vocês não sejam “bananas”).
Seja companheiro!
Não critique tanto as coisas que sua mulher fizer. Saiba apreciar e ser grato, para que ela tenha liberdade com você.
Tenha bom humor, responsabilidade.Cuide de você também!

Permita-se amar e SER AMADO. Às vezes é mais cômodo amar do que ser amado (pelo menos pra mim).
Case-se! A vida a dois pode ser boa, se você quiser. Mas saiba que um casamento é a união de duas pessoas completas, e não a metade de cada um. Por isso, tem que haver união, mas tem que haver um equilíbrio, cada um tem que ter vida própria.
Perdoe quantas vezes for necessário, mas imponha respeito.

Não deixe que a tecnologia, a Internet, a televisão, e os vários afazeres que nos impõem te torne uma pessoa individualista e fria.
Nem permita que as notícias dos jornais (má notícias, em geral) minem sua fé ou esperança.
Ao invés de esperar que os outros façam algo, faça você. A melhor forma de ensinar alguma coisa é dando testemunho, fazendo ao invés de apenas falar.
Tenha paciência “excessiva” com as crianças e idosos.Quanto aos adultos...entregue à Deus!
Se não têm coragem de falar muitas coisas. Escreva! O papel saberá ouvi-la e entendê-la, e a caneta te levará a reflexão, te levando ao seu encontro.
E para terminar...Viva acima da mediocridade! E pra isso, só depende de você, da sua escolha!



Escrito por Rê Marra no dia 31/07/2005 às 14h57

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Passando por vários assuntos básicos...



Tem coisa pior do que cumprimentar alguém pegando na mão!!!!Nossaaa !! É o cúmulo da frieza!!
Prefiro nem pegar na mão, mesmo estando frente a frente com a pessoa, do que pegar...Sem contar que esse povo não sabe nem pegar na mão, né?! Parece que tem nojo, sei lá..frescura!!
Beijinho também...não sou muito fã , não!!! Coisa mesquinha!! A não ser que saiba beijar!!
Aliás, qualquer um dos três, só é bom quando é dado de verdade, com vontade, sem medo!
É... porque, por mais que eu prefira uma abraçoooooo, ele também tem que ser bem dado!
O abraço envolve, protege, encontra. Envolve as duas pessoas que estão se abraçando. Nesse momento (ligeiro) é só você e a pessoa.(e não falo de amor não!!tô falando de amizade mesmo!). Protege do olhar dos outros, dos dardos invejosos,... Encontra!!! Preenchendo todo e qualquer vazio existente!!Esse é O abraço!!
O Beijo não!!! Pode ser falso. Judas beijou Jesus para O entregar. Pode ser simplesmente um rito. Sem contar aqueles beijos no ar , né?!Que você só ouve mas não sente nada.

Ahhh!!Mas tem umas pessoas que são especiais pra gente, mas elas nem sabem, né?! Porque se acham tanto que se souberem vão acabar achando que somos mais uma fã!!! A nemmmmm...Se acham o único homem na face da Terra....Daí com essas, eu até me privo de chegar e dar um abraço inesperado. Não deveria, eu sei, mas privo. Só passo e dou um sorriso, enquanto minha vontade é outra.
Mas fazer o que?Tudo bem que a gente tem que se valorizar, mas não SUPER VALORIZAR!!!Achar que todos estão te olhando com uma segunda intenção! E que tudo o que fazem é para ele!!!

O cara pode até ser lindo, maravilhoso, mas nem todo mundo o quer !!! Eu acho.
Nem sei porquê estou falando nisso. Ahh!!Sei!! É que, geralmente esses “caras” são frios. Por que será? Será que acham que se abraçarem vamos nos apaixonar?!!!!!!!!!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...Seria demais, né? Mas acho que é isso!!!Eles só pegam na mão e olhe lá!!Educação é uma palavra escassa do vocabulário deles. É! Porque cumprimentar é uma questão de boa educação!!



Escrito por Rê Marra no dia 04/08/2005 às 12h07

A música fala por si.



Imagine um filme sem música, uma peça teatral sem música, a dança sem música.

Imaginou?! Se você conseguiu essa ‘proeza’, agora...Pense na Vida, que é a maior de todas as Artes, sem música.

Que coisa monótona!Sem graça! Sem rumo! Sem um motivo de ser!!!! Cada momento de nossa vida tem uma trilha sonora. Imperceptível, mas tem.

Cada nota musical é como se fosse uma sílaba, e a somatória dessas sílabas resultam em frases musicais quem falam por si só. (tudo bem que há músicas que parecem ser um “trava-línguas”, de tão estranhas e destoadas que são. Mas não é a maioria.)

Voltando... São como as frases gramaticais, de um idioma qualquer, mas ao invés de nossa mente interpretá-las, é nossa alma que o faz. É uma linguagem “almática”, sentimental. A música trata de nossas emoções, ambições, desejos, paixões, decepções, temores...Não há conexão entre as notas e as idéias (a razão).

Por isso gostamos tanto de uma música sem sabermos o porquê. Mas é que nossa alma se identifica, se alinha com aqueles tons, notas, melodia, ritmo, compasso...composição. São áreas desconhecidas, mas que quando acionadas (por uma música querida), o coração pulsa junto com a música. Como se estivesse dançando, VIBRANDO ao ouvi-la.

A música tem dentro de si tudo aquilo que compõe o ser humano. Cada acontecimento está representado na harmonia.

Há músicas que têm substâncias antálgicas (acalmam a dor). Ela (a música) tem o poder de nos transportar para um outro mundo.O mundo das artes, onde tudo é possível.

Nos liberta. Falamos coisas através dela, que não temos coragem para falar. Liberta do “mundim” natural e nos leva ao sobrenatural, muitas vezes.

Inspira...a escrever, pintar, interpretar, dançar, viver. Incentiva-nos a procurarmos um amor e acreditarmos nele. E se não der certo esse amor ...A música consola.



“A música é usada como válvula de escape, um analgésico. Mas pode ser mais do que isso. Ela é instrumento de aprendizado, pois é símbolo da condição humana. A partir dela, pode-ser chegar a muitas outras coisas.”_ Daniel Baremboim , maestro.



Escrito por Rê Marra no dia 06/08/2005 às 17h14

E aí?



O “e aí?!” de cada manhã.Isso me atormenta.

Amanheceu. E aí?O que vai acontecer?Incerteza que me fez adormecer.

O esperar de um novo amanhã. Posso até ver os ponteiros de relógio girando. Mas ao mesmo tempo, parece que minha vida parou. Parece, apenas. Sei que algo está acontecendo, mas nada que meu olhar limitado alcance.

O Senhor quis me ensinar algo: depender. Depender só Dele!! Não importa se estou trabalhando ou não, amando ou não,...Não importa se as pessoas aprovam ou não. O que realmente importa é eu conseguir SER feliz e não ESTAR feliz. Ser feliz com Ele, só e Só(sozinha) com Ele.

Creio que Dom Pedro sabia muito bem o que dizia quando pronunciou a famosa frase: “INDEPENDÊNCIA OU MORTE!”.

A independência leva à liberdade. Liberdade para agir em todas as áreas de nossa vida de acordo com a nossa vontade. Quer mudar de cidade?Mude. Quer fazer algo? Faça!

Já dependência...como disse Dom Pedro, leva à MORTE. Não são sinônimos e sim, escolha e conseqüência. Só não sei quem vem primeiro: a morte ou a dependência.

É!!! Para chegarmos a ponto de dependermos de alguém, é necessário que morramos em vários aspectos de nossas vidas. Ou o contrário??? Não sei. Sei que morro a cada instante para que Ele viva. Mas o “ELE” que falo, não é qualquer um. É o Cristo!

Morre meu orgulho, minha auto-suficiência, meus desejos...tudo aquilo que nasce de minha alma e não de meu espírito.

Não estou reclamando, dizendo que essa falência seja ruim, mas não posso negar que seja dolorosa.

Apesar de contraditório,... É na liberdade que escolho viver na dependência de Cristo.

..Ééé!!A frase que se eternizou (de Dom Pedro) vai muito além da libertação de uma Colônia (Brasil). Vai à morte de uma vida.




Escrito por Rê Marra no dia 08/08/2005 às 17h28

Nem tudo é o que parece ser.

A forma como as pessoas me vêem não altera minha vida, mas sim, a forma como Deus me vê e como eu me vejo Nele. Quero depender do Pai para tudo.

Homens são cheios de falsa cognição a respeito de outros. Cheios de idéias e ideais (muitas vezes). Constroem um ideal de alguém e acreditam cegamente em suas visões (paradoxal, né?!).

Homens se acham aptos para “lerem” alguém, interpretarem as ações alheias. Se esquecem que são leigos a respeito deles mesmos. Não se lembram que estão lidando com pessoas e não coisas.

Coisas literalmente SÃO. Uma tv é uma tv. E não vai deixar de ser porque você simplesmente se frustrou.

Pessoas não. Pessoas não SÃO, ESTÃO. É diferente. Pois estamos em constante mudança, sendo alterados pela cultura, costume, amizades, autoconhecimento, curas (da alma), decepções...acontecimentos. Acontecimentos que, sejam bons ou ruins, podem modificar detalhes de nossa construção que terão efeitos gigantescos.

Exemplo, uma pessoa traída pode, a partir dali, começar a desconfiar de todos. Não que ela seja uma pessoa desconfiada, mas está.

Por isso, não julgue ninguém. De verdade! Não tire conclusões definitivas a respeito de pessoas. Aceite a mudança delas. Temos esse direito. Então, não aceite que ninguém diga: “pau que nasce torto morre torto”.

Tudo bem que existem pessoas que parecem adotar uma postura eterna. Mas não há nada, absolutamente nada, que Jesus não possa mudar.

Não estou aqui dizendo que uma pessoa se transforma a ponto de se tornar irreconhecível (ao pé da letra). Sua essência fica.

É como um diamante. Ele vai sendo lapidado, mas não deixa de ser um diamante.



Escrito por Rê Marra no dia 09/08/2005 às 09h20

Eu quero o que todos querem...





Quero um amor pra vida toda.

Um amor que caiba no bolso, na bolsa, para que eu o leve onde for. Mas que seja guardado no coração.

Um amor para expressar-me de forma livre!

Que eu carregue sua foto na agenda, na memória.

Que me telefone, mesmo não tendo nada a dizer, ligue só para ouvir minha voz.

Alguém que faça uma loucura por mim e aceite as minhas (rs)

Um amor para me levar para passear na praia, na praça...Que me leve para passear nas nuvens!!!

Alguém que não tenha vergonha de gritar: “EU TE AMOOO!” no meio da rua! Aliás, alguém que não apenas diga que ama, mas demonstre.

Quero alguém para eu presentear, mimar. E o primeiro presente será o meu coração pra sempre!!!

Alguém que me faça rir. Que deixe-me desconcertada tamanha a educação.

Me apóie, me incentive, me ensine.

Alguém que tenha amigos, para que sejam somados aos meus. Mas quando estiver comigo, esteja presente de corpo e alma.

Alguém para dormir abraçado...

Um amor que busque ao Senhor junto comigo.

Um amor firmado na Rocha.

Quero um amor verdadeiro, amor eterno.



Escrito por por Rê Marra às 14h26

Coisas que me irritam profundamente


*Inconveniência

*Gente abusada

*Gente que se acha O certo sempre, O dono da razão, O sábio....concluindo, gente que se acha!!Argh!!!!

*Mentiras (mesmo as “menores”. Se é que existe tamanho para isso.)

*Desrespeito (que inclui falta de compromisso, ...entre outras coisas básicas)

*Falta de educação (gente que não diz “por favor, obrigada, com licença”, que não cumprimenta/despede...Coisas essenciais à vida)



...eis minha Cruz.

Mais uma pra discontrair...com essa coisa de "fila"...afff

Por favor, após retirar o seu ‘ticket’, deixe o seu nome e telefone que entraremos em contato assim que pudermos. Ah! Favor respeitar a ordem das senhas. Temos atendimento especial apenas para gestantes, portadores de... ops!!... Vamos lá..continuando!.Temos atendimento especial apenas para o portador do coração em questão. ‘Esse’ não precisa enfrentar a fila. Basta ABRIR os olhos primeiramente, e pronunciar a palavra secreta.

Mas peço “encarecidamente” que, alertem o tal, pois o meu coração está em jogo. Minha mente já não consegue controlar os pensamentos que destinam à ele sem hesitar.


Por que a gente não manda no coração? Evitaria os transtornos da lista de espera, a bagunça, a luta de egos...Evitaria sofrimento, decepções, baixa auto-estima,...Evitaria o tempo desperdiçado, evitaria desencontros, desencantos,...

Pensando bem, acho que evitaria coisas demais, o que resultaria evitando a vida., o viver.



Escrito por Rê Marra no dia 28/08/2005 às 10h47

Brigas...




Eu realmente preciso aprender a brigar, discutir. Ou não? Eu não consigo entender o motivo de tantos desentendimentos baratos, inúteis, que só nos levam a mágoa, tristeza. Acho tão insignificante qualquer coisa perto dos sentimentos. Sempre choro. Se respondo alguém em uma discussão,... lágrimas. Se não respondo e deixo ser agredida...lá estou, em prantos!!! Qualquer motivo, seja ele qual for, eu acho pequeno demais para discutir com alguém.

Eu acho todo motivo vão. Ciúmes, inveja, arrogância de uns que querem impor suas opiniões,dinheiro, mentira....Ahhh!!Mentira me entristece bastante, mas não que me leve a brigar seja com quem for. Acho que essas coisas não se discutem. Temos que expor os fatos, sim, é claro. Mas só se for gerar mudança de atitude. Senão...de nada adianta falar, falar, brigar...É dar murro em ponta de faca.

Prefiro viver a vida com o que ela tem de melhor pra me oferecer. Prefiro não aprender coisas ridículas (brigas, por exemplo) com ninguém. Esse tipo de coisa, não devemos aprender, devemos apagar de nossa memória todos os acontecimentos frustrantes que nos levariam (se permitíssemos) à uma conduta na contra-mão.

Não sou eu que estou andando na contra-mão. São os outros (eu acho). Isso é uma questão de lógica! Pense comigo: todos nós queremos ser felizes, não é? Tá. Então pra que cultivar sentimentos perversos que se viram contra nós mesmos? Pra que ser desconfiada, ciumenta?Quem estaria perdendo seria eu, que ficaria agoniada a cada instante que alguém que amo não estivesse ao meu lado. Pra quê impor a MINHA opinião?! O próprio nome já diz tudo: “modo de pensar (opinião)”. O modo de pensar é particular, além do mais, o mundo seria muito sem graça se todos pensassem como eu. Por que eu me acharia superior à qualquer outra pessoa, já que cada um tem virtudes e defeitos, coisas a aprender e a ensinar?! Pra que mentir, já que a verdade sempre vem à tona? Pra que gritar com alguém se depois vou me arrepender e vai doer mais em mim do que no outro? Sem falar que aumentar o volume de voz é quase o mesmo que assinar um termo onde confessamos não ter argumentos para persuadir alguém. Por isso, gritamos para intimidá-lo.

Expus o meu lado, eu sendo o agente ativo. Agora, serei o agente passivo...

Pra quê aceitar alguém ciumento (ciúmes doentio) comigo? É o mesmo que ele dizer: “não confio em você”. 
Não, eu não deixaria alguém impor sua opinião sempre. Não me anularia. Tenho que ser respeitada. Isso não quer dizer que não podemos mudar de opinião. Temos que ouvir, pensar, balancear...e se o outro estiver certo, ter humildade para reconhecer. Se o outro se achar superior,...não desça ao nível dele. Mas também não deixe ser pisada. Deixe-o em sua estúpida ignorância que uma hora a vida lhe ensina. Não queira ser você, o juiz de tudo e todos. Se vir um erro aponte para melhorar e não apenas para criticar e se sentir acima de outros. Aponte o erro e uma solução. Não ignore tudo no mundo também porque “você não tem nada com isso”,  ajudar sempre nos torna leve.

Se alguém começar a gritar e me agredir,...Opto por ficar calada (se eu conseguir deixar meu sangue frio). A agressão esvazia por si só.

Dinheiro...esse não deve ser motivo de brigas jamais. Ele é apenas um valor representado por um papel (ou moeda) para adquirirmos conforto e sustento.

Eu acho qualquer tipo e nível de briga muito medíocre.


Obs: não estou dizendo que sou uma “mula” e que não sei lutar pelos meus direitos. É necessário falarmos o que nos incomoda, afinal, ninguém tem o poder de adivinhar.Não adianta exigirmos uma atitude de alguém se não mostrarmos qual é ela. Apenas não uso essas armas (brigas).Prefiro o jeito humano de resolver as coisas: conversar. A Verdade dita com carinho e serenidade é a melhor arma...Jeitinho sempre!




Escrito por Rê Marra no dia 28/08/2005 às 14h27

"Narciso acha feio o que não é espelho." Argh!

Até onde vai o ser humano e seu interesse?
Pessoas vagas que imaginam um mundo só seu, onde têm que sair ganhando em tudo e de todos.
Pessoas que não se relacionam e sim, barganham. Relacionamento existe entre seres, mas como o narciso é um egocêntrico, não vê outras pessoas ao seu redor... O máximo que enxerga é o seu reflexo e coisas, objetos, dinheiro, ganhos. Todos têm que servi-lo. 

Ele e seu vão pensamento que não o levará a lugar algum.
O único destino que o Narciso tem é a solidão. Pois pessoas que têm coração se cansam de serem sugadas a cada instante, e quando não podem mais dar, quando não tem algo a mais para oferecer a ele, este muda de lado, de amigo, de família, de sentimento. Ignora tudo o que fizeram por ele, afinal, na sua cabecinha estúpida, não fizeram mais que a obrigação.
Narciso só quer receber. E nem é tanto amor, sentimento, afinal essa palavra é extinta de seu pobre vocabulário, onde as palavras mais conhecidas são: dinheiro, ganhar, interesse, favor  entre outras que o tornam abaixo de qualquer ser. Pois até animais têm sentimentos e se relacionam. Egocêntricos negociam.
E o que mais me preocupa é que, esta espécie vem se alastrando e se tornando cada vez mais comum na sociedade. E com isso, corremos um grande perigo. O perigo de contaminação aos seres de coração.

Para que não ocorra o mais grave que é o roubo dos corações ainda existentes, darei alguns “conselhos”:
- Jamais se entregue à um desses. Eles não são amigos, tampouco fiéis. Eles são fiéis a coisas e não a pessoas. Se você não tiver coisas para dar, favores a fazer...simplesmente eles mudam de “amigos” ou melhor, companhia. O inimigo até alguns instantes atrás passa a ser confidente e aliado contra você, que é o atual adversário.
-Se contrariar alguém e esse reagir com grande ira à uma coisa microscópica (digo coisa mesmo, coisas ligadas à bens materiais)...Fique atento!!! Esse alguém pode ser um narciso doente.
- E o pior, alguns cultivam tanto o narcisismo, que ficam cegos ao verem seu próprio reflexo. Não enxergam que o são. Por isso, faça um teste com você mesmo para verificar se não foi mordido pela serpente do egocentrismo.
Avalie os sintomas que podem ser: todos se viram contra você, todos olham para você, todos têm inveja de você. Você é o máximo...E se chegar à conclusão de que foi mordido, o remédio é o próprio veneno: se olhe no espelho, mas sem distorcer a realidade. Veja o seu reflexo puro e cru, por mais que te assuste. E olhe para Cristo.

Obs:Preste atenção à sua volta e em você. Você tem que se olhar, se conhecer, mas não pense ser o centro de tudo. Uma porção de altruísmo vai bem para qualquer um.







Escrito por por Rê Marra no dia 29/08/2005 às 12h29

Where's the Love????!


Sempre existe um primeiro amor, isso é lógico. Na maioria das vezes o encontramos quando estamos descobrindo o mundo, as cores, as fantasias, os “faz-de-conta”. No meio de tantas descobertas, lá está ele, o amor. Com raras exceções, esse primeiro amor nunca se concretiza. É um amor distante, tímido mas intenso. E como somos praticamente crianças com relação a esse novo sentimento, nos entregamos à ele. Sentimos, mas sentimos tanto que nos falta coragem, ousadia, atitude. É um turbilhão de emoções que provocam as mais toscas reações. As mãos suam, as pernas ficam trêmulas, a barriga gela e ao mesmo tempo sobe um calor aqui. Ficamos bobos diante da “perfeição”, do encanto. Droga de reação!!!ou melhor, ausência de reação.

O tempo passa e nada aconteceu entre nós e nosso primeiro amor, ou, se aconteceu, não deu certo.

E o tempo continua passando.

E passamos a procurar nas diversas pessoas que passam pelo nosso coração, aquela mesma pessoa que nos fez descobrir o sentimento mais mágico existente. Procuramos em todos os ‘beltranos’, o fulano que um dia conhecemos. E nos decepcionamos cada vez que não o encontramos. Então, finalmente, depois de buscas incessantes e esperançosas, chegamos a uma conclusão que deveria ser óbvia: só existe UM fulano. E se não podemos mais usufruir deste amor, temos passar por algumas transformações nada fáceis. Transformarmos Amor em amizade, ou em outro tipo de amor, ...e voltarmos para a realidade que nos espera. E assim, recomeçarmos. Inicia-se uma nova busca, mas desta vez, menos complexa, pois iremos procurar um alguém singular e não um alguém dentro de outro alguém. Agora é esperarmos para acharmos e sermos achadas.



Agora, se você quer saber por que procuramos o primeiro amor em outras pessoas que não o são...Terei que estudar mais para chegar a uma resposta clara e objetiva. Talvez seja porque associamos o sentimento à pessoa, ou seja, se queremos senti-lo, procuramos aquilo que nos causou. Talvez, seja porque não o vivemos, ou se vivemos não conseguimos manter, pela nossa imaturidade. Talvez pelo medo de errar novamente. Talvez por nos apegarmos demais à pessoa e não conseguirmos esquecê-la. Talvez porque não libertamos nosso coração para encontrar outro alguém, e desse Amor não se tem dois.Talvez, só Freud explique. Talvez, nem ele.


E a busca continua,...Afinal, Amor a gente não escolhe.



Escrito por Rê Marra no dia 05/09/2005 às 15h58

Pra quê serve um amigo, senão para perdoar o erro e incentivar novos passos na estrada da Vida?

Coisas que precisam saber

-Não me coloque contra a parede. O máximo que vão conseguir é fazer com que eu chore (e escreva!).
-Não me faça repetir a mesma coisa várias e váriassssssss vezes. Pra mim, isso soa como se você não estivesse prestado atenção no que falei desde a primeira vez. Ou seja, pergunta por perguntar, mas na verdade não tira os olhos de seu próprio umbigo.
Porque até perguntando, você o faz pensando em si, na imagem que quer construir para os outros.
-Eu agüento muita coisa. E se chega uma hora que um mínimo detalhe me irrita, me respeite, por favor. É sinal de que cheguei no meu limite.
-Se não me respeitar, seja de que forma for, as probabilidades de me ver chorar são muitas. E não ache que isso é imaturidade. É liberdade, autenticidade.
Não, não é drama. É porque realmente algo me feriu.
-Sou manhosa e não mimada. É bem diferente.
-Penso rápido. Falo rápido mas não ajo rápido a respeito do que pensei.
-Avalio demais cada passo que dou para não machucar ninguém, pra não me machucar.
-Há coisas que só tenho coragem de fazer se não me perguntarem demais sobre os motivos ou qualquer outra coisa que me faça avaliar a situação.
-Não como muito, mas não vivo sem leite.
-Sou boazinha mas não sou otária.
-Não tente me enganar. Nem me engane, posso não acreditar mais em você.
-Não minta!Odeio mentira. Não minta pra mim, nem para as pessoas. Pois se fez isso com alguém, acredito que poderá fazer comigo.
-Não me enrole.
-Se marcar um horário comigo, seja pontual.
-Detesto atrasos.
-Eu abro mão de muitas coisas. Não faço questão de várias, simplesmente para não discutir e porque gosto de ver as pessoas satisfeitas. Portanto, se eu assumir que quero algo, ou insistir (pouco, mas insistir) para ir à algum lugar...Pode ter certeza, de que realmente é o que quero.
-Se eu chegar a ponto de não querer mais falar sobre um determinado assunto, saiba que é porque já me irritou ou magoou demais. Não faço isso como fuga.
-Se estiver gostando de mim e não tem certeza de que é recíproco, e chegar a me perguntar...se eu não responder ou ficar na dúvida pode saber que mexe comigo. Quando não sinto, falo logo. Amigos!
-Seja educado SEMPRE!!
-Trate as pessoas bem.
-Não seja arrogante, prepotente, grosso, mal educado ou irresponsável. Tem uma possibilidade de conseguir meu desafeto.
Não chego a odiar, mas não amo , muito menos finjo que amo. (trata-se de amigos, colegas tb...)
-Não venha querer me impressionar com um belo discurso(Políticos tem belos discursos, porém vazios da Verdade). O que está em jogo é o que você é, e não o que diz que é. “você é o que faz”.
Não estou dizendo que está sendo avaliado. Não sou ninguém para julgar outros.
-Me dê um abraço. Amo abraços!
-Não funciono com cobranças...tudo tem que ser espontâneo!



Escrito por Rê Marra no dia 20/10/2005 às 10h01

Paradoxo



A ciência evolui.
A tecnologia evolui.
O ser humano involui.

Há um progresso na História
mas um regresso nos personagens.

A ciência fabrica os estereótipos de beleza ditados pela mídia,
...criam os 'bonecos'. E a tecnologia os 'encaixota', bloqueando de contato físico e de qualquer envolvimento emocional, impedindo-os de se desenvolverem. ("quem não se envolve , não se desenvolve"_ R.S)

Viramos máquinas que, negando nossa condição 'divina de humanos', reproduzimos sem pensar o que o mundo dita.

Perdemos nossa singularidade,...nossa essência.
Viramos 'coletivos'.
Caminhamos como cegos numa procissão guiados por nada.




Escrito por Rê Marra no dia 26/12/2005 às 15h20

Simplesmente Flores.




Uma flor solta.
Livre do caule e raiz naturais.
Livre do Tempo...esse que corre roubando momentos,
valores,
Porém da flor, nada pode furtar.
Se tentar roubar sua essência, sua composição, roubará também
a vida. Pois FLORES são feitas disso.

Nas asas do Vento ela pode ir ao mais alto do céu, porém se descer desse lugar secreto
pode cair no áspero chão.
Se em meio a montanhas, caída ela estiver, e o Vento não conseguir chegar, Ele manda
uma águia para a flor levantar.
Se no mar cair e as ondas tentarem afogá-la, Ele envia uma criança para, sobre
as águas andar e de lá a tirar.
Se dentro de um furacão ela se encontrar, ainda assim, não importa como,
protegida ela estará.

Várias pétalas, várias fases, quatro estações.
Por não ter caule nem raiz (visíveis), nada pode prendê-la
Quanto à sua sobrevivência, Crê Somente.

Se cheia de vida, pode enfeitar uma casa, alegrar uma pessoa,
Direcionar o caminho do Jardim, evidenciar a próxima estação,
Ser dádiva para alguém, esperança para outros.
Seu pólen pode gerar mel.
Sua forma, despertar Amor.
Sua liberdade, ...questionamento.

Guiada pelo Vento, ela pode tudo isso e muito mais.

Bela, Única, Encantadora. Assim somos nós, flores.




Escrito por Rê Marra no dia 30/12/2005 às 09h17

Era uma vez...



Numa pequena cidade chamada Ágape vivia uma encantadora menininha que tinha em si o amor de Deus e a fé como suas grandes companhias.

Ela não costumava sonhar...Ela simplesmente tinha fé e assim acreditava no impossível. Mas um dia ela sonhou. Adormeceu e sonhou que ela saía de dentro de uma caixa. Só isso. E acordou e nunca contou a ninguém aquele sonho.



Era um dia nublado, comumente nublado apesar do sol intenso que sempre brilhara atrás das nuvens. O Pai passeava com sua filha que, de minuto em minuto olhava para o Céu, quando de repente eles pararam na frente de uma bela loja. O Pai apontou para uma caixa enfeitada com amor e diz: -Filha, está vendo aquela caixa?Eu te darei de PRESENTE.

A filha, sem entender muito, apenas balançou a cabeça fazendo sinal de ‘sim’ e sorriu, afinal não era nenhuma data especial.

Continuaram o passeio e ao entardecer voltaram para casa.

Passaram-se alguns dias e a bela menina não conseguira tirar aquele breve momento de sua mente; o presente que seu pai prometera invadiu seu coração e, mesmo não se lembrando direito onde situava a loja, com a fé de uma criança foi atrás dele.

Entrou numa loja e nada. Entrou em outra e... “peraí, é essa!Achei!!!” . Ela olhou a caixa, conferiu e saiu alegremente pois havia encontrado o “seu” presente. Era uma caixa grande! Tão grande que cabia a pequena menina lá dentro, e cada canto da caixa era do jeito que a menina sonhara.

Assim foi no decorrer de toda a semana. Todos os dias ela ia à loja para ver de perto a caixa, e aos poucos foi conhecendo cada detalhe dela, e quanto mais conhecia mais se apegava. Até que um dia ela voltou à loja e notou que havia algo ‘errado’. A caixa estava sendo embrulhada pois voltaria para fábrica.

Antes que a fechassem, ela pediu um momento a sós. Alguns riram, pois de nada adiantaria aquilo.

Pegou a caixa, abriu, soltou um bilhete, soprou milhares de beijos e antes de retirar o rosto de dentro dela, uma lágrima rolou por sua face e atingiu o centro do bilhete....despertando o aroma do amor que fora depositado por ela naquela caixa. Assim, ela selou aquele momento mágico que pareceu ‘eterno enquanto durou’.

Ao chegar em casa com os olhos marejando e o coração sangrando, foi logo ter com seu Pai. Indignada disse:

- Mas PAI! Eu esperei tanto por esse presente e você permitiu que o levassem de mim. EU O PERDI!!!

- Minha Filha, você não o perdeu pois ainda não era seu. Eu disse que daria à você e cumprirei, MAS na hora certa. Trarei a caixa de volta quando ela estiver totalmente pronta e você estiver preparada. Pode confiar que o PRESENTE será seu para SEMPRE.

Assim, a menina confiou na palavra de seu Pai e a cada dia ela se preparava mais, sem esquecer do presente um dia sequer. E todas as vezes que a ansiedade batia em sua porta ela tentava despistar sua alma e descansar porque agora ela sabia que a caixa podia até não estar ao seu lado, mas o PRESENTE era dela.



Escrito por Rê Marra no dia 14/02/2006 às 15h15

Dá licença que o Blog é meu...rs

Hoje as palavras estão eclodindo aqui dentro.Minha mente não pára. Escrever é uma questão de prática.

...Sabe, eu tento não escrever tanto sobre sentimentos para não ficar muito meloso e insuportável esse blog. Mas a vida é feita de sentimentos. Ou somos robôs? Emoção faz parte do ser humano e...quer saber?! O Blog é de quem hein???

Me dá logo um abraço!





Por que o ABRAÇO é tão bom? Você já parou para pensar?!
Eu, como sempre, fico pensando na raiz das coisas óbvias, rotineiras.
Creio que seja a forma de demonstrar afeto mais gostosa. Os motivos que me levam a acreditar nisso, são vários: é o que mais tem contato físico, é envolvente, seguro, íntimo.
Ao mesmo tempo que você dá, recebe. É comunicativo!Sim, conseguimos decifrar o quanto somos queridos através dele.
Tem abraço apertado, meio folgado, demorado, curtinho, com ‘tapinhas’ nas costas ( que denunciam o quão sem graça a pessoa está), com carinho nas costas, com ‘tapões’(geralmente de “macho pra macho”.rsrs)...com beijo, sem beijo, formal, informal , de lado...e tem O Abraço. Tem gente que sabeeee abraçar!!!

Falando sério, o melhor abraço que senti foi de um amigo muitoooo querido.
Foi um momento em que tudo parou, o barulho cessou e até minha mente estacionou ( não consegui pensar em nada a não ser no abraço que eu ficaria sem dentro de alguns minutos). Pude sentir o meu coração pulsando, ele até pulsou mais forte porque estava batendo junto do outro coração. O tempo até pareceu contribuir, eternizando esse momento.

E...até hoje, quando estou com saudades ou querendo um abraço, lembro DAQUELE Abraço e consigo senti-lo.



“Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas, uma conquista de quem sabe viajar para dentro de seu próprio ser ”.




Escrito por Rê Marra no dia 27/02/2006 às 21h58

AMO MUITO TUDO ISSO




° Rir à toa
°jogar conversa fora
°fazer as unhas
°cuidar de mim
°comprar lingerie
°ler, muitooo...
°escrever, ...mais ainda..rs
°ouvir música
°louvar e adorar a Deus
°ir a igreja, ouvir de Deus
°mexer no cabelo dos outros
°dar carinho
°dar presente
°AMAR
°cantar numa rodinha, galera tocando violão e...Deus ali.
°olhar as estrelas
°ver o pôr-do-sol e o nascer também
°apreciar o céu, as nuvens...as luzes
°ficar na piscina ou no sol pensando em nada
°praia, mar
°sair sozinha
°melhor ainda acompanhada
°filosofar, conversar coisas inteligentes
°rir de mim (das minhas tolices)
°receber mensagem no celular
°ser amada e cuidada
°minha família
°meus amigos
°dormir com minha sobrinha
°ouvir minha princesinha gargalhando e descobrindo a vida
°culinária
°quebrar paradigmas
°inovar
°abraço
°massagem(ai,,,falando nisso, to precisando de uma agora!rs)
°McDonalds, leite, sorvete, pizza, pão...
°assistir filme, teatro, dança, orquestra...ARTE!
°música
°sorrir para as pessoas na rua
°parar na rua para conversar com quem não conheço
°animais
°fazer parte de várias tribos
°crianças, bebês...gente!
°pessoas EDUCADAS...em todos os sentidos possíveis (e isso hoje em dia...tá difícil, viu?!)
°ser usada por Deus
°ser guiada pelo Vento
°gente engraçada, bem-humorada
°andar com Deus
°meu Jesus, Salvador, Amado da minha alma, amor, mestre...meu TUDO.
°deitar no colo de alguém sem dizer nada
°maquiagem
°viver
°surpreender as pessoas e ser surpreendida
°a vida!
E..amo mais um monte de coisa que todo mundo ama.




Escrito por Rê Marra no dia 27/02/2006 às 22h23

...


Eu preciso gritar!!!É sério!!!!!!!!Se eu não fosse cheia do Espírito Santo, nesse momento eu estaria xingando para extravasar, mas como sou(Graças à Deus!) me resta mais uma vez escrever...

Cada dia que passa me sinto mais louca (por favor, alguém prenda minhas mãos, minha boca!me coloquem numa ‘camisa de força’)...Mas (está vendo esse é um dos sinais da loucura o “MAS, PORÉM... esse negócio contraditório)...”... eu sei que minha loucura me fará bem, porque estou apenas tentando mudar onde sempre erro, mudar meus defeitos...por mais que isso me custe muitaaa coisa. Me custe o orgulho,me custe ‘o falar de mim’ para os outros (que pra mim é horrível!!!),me custe a possibilidade de ‘cair da cama’ e ‘acordar’, a possibilidade de me machucar, mas ..e daí?! É melhor viver e se machucar, do que não viver e ainda, muitas vezes, machucar os outros. Quero crescer, evoluir..não dá para ficar estacionada na vida. Se enxergamos os nossos defeitos é porque percebemos algo errado, e as coisas erradas precisam ser mudadas e isso tem que partir de nós.



[...]Mas(voltando)... Vocês realmente não têm noção de como estou me sentindo nua. Meus Deus... É estranho alguém ter um blog público. Não sei como conseguem! Tenho um Blog há 5 anos e apenas algumas pessoas sabiam da existência dele(tipo...3 pessoas..rs). E agora, ....agora...posso ser avaliada, analisada e....reprovada.



Ééé...o melhor que eu faço é não fazer, mas deixar que o Espírito Santo faça por mim.

Quero...quero...quero te ter aqui.


Saudade, essa palavra traz em si diversos significados dependendo do contexto em que é aplicado.

Saudade é uma espécie de lembrança nostálgica, lembrança carinhosa de um bem especial que está ausente acompanhado de um desejo de revê-lo ou possui-lo. A palavra vem do latim "solitas, solitatis" (solidão), na forma arcaica de "soedade, soidade e suidade" e sob influência de "saúde" e "saudar".

Unir todos os sentimentos que preenchem essa palavra é quase que exclusivamente no vocabulário português(brasileiro). Mas, como colocar todas as oscilações de emoções dentro de uma só palavra?! 'Saudade' parece pouco para o que estou sentindo, e talvez não expresse bem porque tenho saudade do que não vivi, do que poderia ter vivido, do que poderia estar vivendo AGORA.

Dia Internacional da Mulher 2006






Desde o ano 1857, o dia 8 de março nunca mais foi visto da mesma forma.

O auge da luta das mulheres por considerações humanas igualitárias foi neste dia(8 de março). As operárias de uma fábrica têxtil de Nova Iorque foram trancadas e queimadas vivas simplesmente porque queriam justiça.

Muitas mulheres (cerca de 130) tiveram que morrer para que hoje pudéssemos usufruir a liberdade que temos. Mas que fique claro que elas lutaram por direitos iguais e NÃO pela igualdade dos sexos.

Hoje quando paro para pensar, me comovo com essa (e outras histórias) em que mulheres lutam com unhas e dentes para um mundo mais justo, onde tivéssemos acesso aos estudos, à vida política e ao emprego.

Infelizmente, o que mais vemos atualmente é a desvalorização da mulher. Muitas perderam o rumo com a ‘revolução’ que vêm acontecendo dia após dia.

Perderam a doçura, a leveza, a feminilidade, o companheirismo, o caráter,...O valor.

Algumas colocam a culpa nos homens por não saberem tratá-las (é verdade que muitos também perderam o cavalheirismo), mas quem dita como tratar uma pessoa somos nós mesmas, são as ‘camisetas’ que usamos.

O mundo está tão decadente que a autodesvalorização está em alta (inconscientemente, é claro!). É, falar que tem autoestima baixa é entendido como humildade. Mentira! Deus nos criou à Sua imagem e Semelhança.

Antes era ‘normal’, aliás, suportável (devido nossa cultura machista) ouvir numa roda de homens coisas do tipo: “peguei fulana”, “fiquei com 4”....E agora, umas incitam as outras a beijarem quem nem conhecem e podemos ouvir o mesmo tipo de conversa na roda delas. E depois de toda turbulência, ficam indagando por quê não querem casar com elas, por quê não levam-nas a sério.


Mulher (com M maiúsculo) fala de paixões, de sentimentos...Mulher tem asas para voar. Conhece o abstrato.

Ser mulher é maravilhoso!

É estar com o guarda-roupas cheio e dizer que não tem roupa.

É saber dar amor, carinho, atenção.

É ser doce, companheira, e a maior incentivadora de seu amado.

É chorar por besteiras (às vezes) sem que ninguém perceba.

É se fazer de forte quando o coração está sangrando, simplesmente para não contaminar outros com sua tristeza. Mas, ao mesmo tempo, é querer ser cuidada, protegida...

É se arrumar pensando no outro (também), é comprar uma nova camisola (ou espartilho, sei lá) só para fazer uma surpresa.

É se cuidar, se valorizar....

Ser mulher é paradoxal, é completo.

É ser mãe, ser amiga, ser esposa, ser amante, ...ser simplesmente MULHER.



QUE NÓS TENHAMOS MUITO QUE COMEMORAR AINDA, NÃO NOS ESQUECENDO JAMAIS DE NOSSA ESSÊNCIA.




Escrito por Rê Marra no dia 08/03/2006 às 16h35

Quer saber?

Enfrente o medo! Seja ela qual for, ...ele nos paralisa, nos diminui.

Não tenha medo de ser O MELHOR. Por medo de parecer arrogante ou sei lá.

Não tenha medo de ser o melhor amigo, o melhor filho, o melhor irmão, o melhor profissional, o melhor aluno, o melhor namorado, o melhor marido...

Esse medo que nos impede de tanta coisa, de tantas conquistas. E para quê cultivá-lo? Para as pessoas não se acostumarem ...por medo (mais uma vez) das pessoas abusarem de você simplesmente porque é o melhor.

Faça o seu melhor sempre, isso não quer dizer que você será o melhor mas que você pelo menos tentou. E se não conseguir, não se culpe, não se condene. Aceite. Eprocure melhorar sempre, alargar as fronteiras, aumentar os limites. E isso só vem com a prática, no dia-a-dia....É como ginástica..aos poucos vai aumentando o peso que suporta. Ontem era 2 kg, hoje 4, amanhã...só você pode estipular seu crescimento.

Seja o melhor, porque Cristo foi. Mas não carregue a cruz da perfeição, isso só ELE pôde. Porque ELE é homem e Deus.

E não deixe que os outros exijam de você a perfeição, mas sim, o melhor.



Sonde seu coração. Muitas vezes, se você tem medo de ser orgulhoso por ser um bom músico (por exemplo) é porque o orgulho já está dentro de você e esse sentimento interno se identifica com o externo.Por que a maioria não tem medo de roubar? Porque o roubo não está dentro dela.

Sonde você mesmo, peça ao Senhor para trazer Luz a tudo aquilo que está oculto em seu coração. E peça Graça para ELE, para que você consiga dar o primeiro passo para que consiga sair do barco e andar sobre as águas. Dê liberdade ao Espírito Santo para que ELE te molde, te mude,porque Deus só faz aquilo que permitimos.



Escrito por por Rê Marra no dia 16/03/2006 às 19h17

Arte.




Uma exposição de quadros. Telas que nem precisam de legenda pois falam por si só. Isso é Arte! Ter algo para passar, um sentimento a mostrar, uma sociedade a refletir...

Danças que mais parecem o movimento dos anjos.Que contam uma história comum. Arte!!

Interpretação, essa me fascina. Conseguir transmitir num olhar o que se passa no coração do outro, do personagem. Trazer vida às pessoas que até então estavam apenas em livros, roteiros...Arte!!!

Música...Essa, creio que é DIVINA. Cada nota musical, uma palavra. Cada acorde, uma frase. Cada partitura musical, uma história. A música me leva ao êxtase, me deixa sensível, toca minha alma.Isso é muitaaa Arte!!!!

Poesias, ...ahhh!!!Como são belas, profundas, e sempre, contemporâneas. Sim, porque falam de sentimentos, das emoções e quase sempre da arte que inspira todas as outras: A ARTE DE AMAR. A Arte das artes...

O que seria da vida sem a arte, e da arte sem o amor?

De todas que citei, já pratiquei todas, já experimentei um pouco de cada e muitoo de algumas. Mas, quero experimentar uma, aliás, vivê-la para sempre. Quero aprender e ensinar a arte de amar.

A arte(em geral) não chega à algumas pessoas se outros não a levarem, não mostrarem o caminho. O Amor é uma que precisa de no mínimo duas pessoas, uma para amar e 'outra' para ser amada, quiçá, a 'outra' possa amar também. Assim termina mais um livro(feito pela arte de escrever) de final feliz.




Escrito por por Rê Marra no dia 17/03/2006 às 23h22

Quer saber quem sou?

Quer saber quem sou?

Vivo na era das máquinas, do instantâneo, da rapidez.

Mas sou do tempo do Ontem, do valor humano, do conhecer.

Sou do tempo em que o altruísmo era respeitado.

Sou do tempo em que Desenhos eram Contos de Fadas, e músicas eram poesias.

Sou assim...


Manhosa (não mimada!)

Gosto de sair pelas ruas cantando, brincando de ser criança e acreditando ser uma.

Sou uma eterna enamorada. Sempre apaixonada pela vida e pelo que ela me oferece.

Sou aquela que se inspira ao ver a Lua, conta histórias para as estrelas, que exibe a nudez para a noite...A Noite... sempre sem máscaras!!!

Sou mais e menos...


Mais
do que imagino e menos do que poderia e gostaria de ser.

Falo demais de algumas coisas (sou redundante mesmoooo!) e outras ‘de menos’, ninguém sabe. (aliás, só sabe aquilo que eu permito..eu acho.rs)

Sou assim mesmo...

Imperfeita.

Gosto de escrever versinhos, rabiscar meu coração confessando cada sentimento que vai lá dentro.

Gosto de andar de mãos dadas, abraçada, ...

Apreciadora do sabor da risada, porém que sente e difere o sabor de cada lágrima que rola ora na face ora no coração.

Sim, sou chorona assumida...choro por rir demais, por sofrer demais, por amar demais, por lutar demais, por me fechar demais, por me abrir demais... choro por viver o MAIS da vida.

Mesmo assim sou,

Feliz.

Admiradora de flores, do canto dos pássaros, das formas criadas por Deus.

Capaz de entrar numa briga por outros e calar por mim.

Escolhi acreditar que a vida é um Milagre ao invés de acreditar que não existem milagres.

Assim eu sou, eu sou assim...

Uma amante do dia e da noite

Que respira o ar do Ágape e bebe da água da Vida.

Que gosta de conquistar e ser conquistada.

E que ainda tem muito que aprender.

É! Sou assim... a pessoa mais feliz do mundo simplesmente porque meu nome está escrito no livro da vida!



Escrito por Rê Marra no dia 28/03/2006 às 18h47

O amor é lindo!!!



Cá entre nós, que mulher não gosta de homem romântico??? Homens que gostam de namorar sob o luar, que nos fazem surpresas, nos mandam poemas (ou mesmo escrevem), nos dão flores em uma data qualquer.... Homens que marcam nossas vidas com detalhes.
A gente até ouve dizer que existem mulheres "moderninhas", que acham isso brega. (Afff!!!!!Brega é não saber amar!!!) E tem mais, elas falam porque nunca tiveram alguém que fizesse isso por elas!(só pode!)
Só quem já conhece a criatividade do amor sabe o valor único de uma serenata, de loooongas cartas, que são verdadeiras declarações de amor...de um convite a Dois...Coisas simples!!! Mas que poucos se dão esse direito: de amar sem restrições/ ou ser amado.
Até o mais chato dos fãs ganha uns créditos, ao invés de raiva(rs*), se souber ser HOMEM(com todas as letras maiúsculas). Aliás, podiam abrir uma escola : Reaprendendo a ser HOMEM.
Mas calmaaa Homens de Plantão! Eu assumo, sei que a culpa não é só de vocês! É da mulherada também! Elas já não sabem se relacionar como antes. Parece que antigamente a mulher nascia para amar, HOJE, ela nasce para estudar, trabalhar, conquistar espaços na sociedade, se destacar profissionalmente, ...dar prazer e por últimoooo AMAR. Daí, elas se assustam ao encontrar homens românticos, pois nem sabiam que existiam por não dar "tempo" para se envolverem mais profundamente.
Pensando bem...Acho que devemos abrir uma escola para mulheres também: Resgatando a Essência Feminina.
Homens e Mulheres, uma dica: esqueçam seus dados, aposentem seus jogos e abandonem seus medos. Estamos lidando com sentimentos.
Ouça seu coração, use sua criatividade em favor do romantismo e ouse AMAR.

“Sinta suas emoções e perceba o que a outra pessoa representa para você. Só depois que souber o que realmente está sentindo é o que poderá dizer ou fazer alguma coisa, baseado em suas emoções.”


“É ilusão querer que seu companheiro dê tudo o que você necessita.”

“O amor pode suportar conflitos familiares, pessoais, ciúmes, falta de dinheiro, crises de ansiedade...Mas não pode suportar a indiferença, a desonestidade afetiva, a mentira sentimental e o desprezo.”


ESQUEÇA O MEDO:

"Quantas vezes você teve vontade de convidar alguém pra sair, conversar, ir à praia, e não o fez, temendo que a pessoa não tivesse tempo, não gostasse de sua companhia, e acabou se sentindo rejeitado, sem ao menos ter tentado?
Quantas vezes você se apaixonou, sem que o outro soubesse do seu amor?
Quantas vezes você abandonou alguém, com medo de ser abandonado?
Quantas vezes você se afastou de um grande amor, com medo de se comprometer?
Quantas vezes você sofreu sozinho, com medo de pedir ajuda e ficar dependente?
Quantas vezes você não se entregou ao amor, com medo de perder o controle?”.
Não tenha medo de amar. Saia da zona de “conforto e segurança” e ...jogue-se ao AMOR ( se tiver o consentimento de Deus).

“O melhor, sem dúvida, é estar atento a esse medo, dar um mergulho na própria vida e perceber que, no fundo, quando se está decidido a ficar sozinho por medo de ser abandonado outra vez, não importa quem seja o parceiro, não se consegue enxergar o amor”.

“Na verdade, o grande medo do homem moderno é o de amar, que é tão grande quanto o medo de ser amado. Cada um de nós sabe que amar alguém pode provocar uma sensação de fragilidade e dependência, pois a presença do outro torna-se vital e a possibilidade de ser abandonado a qualquer momento nos ameaça tanto que, em geral, optamos pela saída mais fácil: sabotar a possibilidade de viver um grande amor.”

“Outras pessoas, embora tenham o desejo racional de viver um amor, carregam dentro de si o medo de ser rejeitadas. E isso acaba interferindo no relacionamento, levando-as a desistir antes de ter começado”.



Escrito por por Rê Marra 19/06/2006 às 16h02

Vivendo acima da Mediocridade





É, parece que tudo está mudando em mim.
O céu está mais distante. A vida insiste me fazer crescer, me mostrar que o mundo que criei não existe. E isso dói.
Dói saber que algumas pessoas simplesmente passam por minha vida, arrancam de mim algo e vão embora me deixando incompleta e nem um pouco preocupadas com o que cativaram.
Dói saber que os sentimentos são tão simples mas as pessoas complicam tanto a ponto de não podermos expressá-los direito.
Dói saber que, sim, existem pessoas más. Que, ás vezes, os que amamos não tenham tanto caráter.
Dói saber que meus dias de heroína estão acabando e temo ver que tudo foi em vão.
Aliás, meu conceito de heroína mudou também.
Não, não sou tão segura (em todas as horas) quanto demonstro. Tenho meus momentos de fraqueza, de dor.
Meu coração também sangra, como agora, depois de tantas descobertas.
Descobri que a redoma em que vivia pode ser mais confortável mas me prende e esse não é o meu limite, meu máximo. Meu limite é o Céu (ou melhor, o que o Céu me determina) e o Céu está mais distante.
Descobri que posso sair do ninho e voar mais alto, mas terei que dar um passo de coragem e mesmo vendo como o mundo é grande e muitas vezes cruel, escolher ficar inatingível, viver acima das circunstâncias.
Acho que essa é uma forma de amadurecer: ser uma heroína interna. Vencer os monstros que assombram o coração. Dominar o ciúme de amigos, a insegurança de perdê-los ou enxergar que nunca os teve. Olhar para um Amor Passado e ver que apesar de ‘passado’, foi um Amor e a gente sempre aprende com o Amor.
Agora começo a me sentir uma heroína, mas não do Conto de Fadas em que vivia. Mas do vasto mundo. Uma heroína humana que sonha mas sangra.
Uma heroína que apesar dos pesares, insiste em mudar o mundo (pelo menos o mundo de quem está à sua volta).
Heroína porque nesse mundo egoísta e desumano, escolho amar.
Heroína porque nesse mundo cheio de interesses e vinganças, escolho perdoar.
Heroína porque mesmo enfrentando vários problemas, ao invés de achar a vida injusta e colocar a culpa no mundo, escolho olhar pra dentro de mim, constatar meus erros e mudar.
Heroína por poder escrever cada vírgula do meu interior, que é sinal de liberdade e de que estou me conhecendo mais.

É, aos poucos a gente aprende que Amar pode nos levar ao ‘céu’ e/ou ao ‘inferno’.
Que mesmo que alguém jure te amar, aquilo pode ser passageiro portanto não é amor.
Aprende a não acreditar em todas as palavras de homens(humanos). “maldito o homem que confia no homem”.
Aprende que não se pode trancar os amigos no coração. Pode sim, tê-los com liberdade.
Que “jogo de cintura” é a palavra de sobrevivência.
Aprende que confiança se adquire. Educação vem de berço. Respeito, a vida ensina. E dentre todas as virtudes essenciais ao relacionamento interpessoal, HONESTIDADE é uma das mais importantes. Sendo que ser Honesto é uma escolha.






Escrito por por Rê Marra no dia 24/08/2006 às 13h53

Só queria um mundo melhor....



A vida é bela, mas não aqui. Viver é gostoso,mas não neste mundo. Não neste mundo cheio de hipocrisia, de frieza... Não se ama de fato. Se fala que ama. E não quero isso.
Este mundo é podre demais!Os paradigmas deste mundo estão fadados ao fracasso. Mas mesmo assim, as pessoas (que mais parecem máquinas, sem sentimentos. Apenas com objetivos) não se cansam de segui-los.
As pessoas não conseguem ‘sentir’, só racionalizar. Tudo gira entorno de interesses.
Há coisas mais importantes do que o dinheiro, do que a beleza...
Querem justificativas para tudo. Amar é uma escolha, não precisa de justificativas.
Eu escolhi AMAR. E ser o Amor de Cristo aqui, mas dói.
É gostoso fazer as pessoas sentirem que são amadas, queridas, respeitadas....É dom de Deus dar amor. Se o faço é porque recebi dele, primeiro.
Mas, dói saber que muitas só querem receber, receber amor, elogios, aceitação...e quando estão supridas somem, como se eu fosse um ser supremo.(exagerei um pouco, eu sei. Mas só Deus é auto-suficiente). Eu também preciso de amor.
Machuca pensar que há pessoas más, interesseiras e o pior: pensam que se estão sendo amadas, existe algum interesse.
Nãoooooooooooooooo! O Amor não é assim. Pelo menos, na minha forma de ver. Talvez eu esteja só nessa visão menos egoísta.
E falando em egoísmo, ...outra coisa que me machuca!Mas,,,não vou entrar nesse assunto.
Só queria viver num mundo melhor, mais florido, mais colorido.
Eu precisava desabafar, expor minhas idéias....agora, estou pronta para essa luta. Nem que eu lute sozinha...vou lutar. Pode me custar muito, mas não será nada comparado ao que Cristo fez por mim, para eu poder demonstrar esse amor.

"O mundo não está ameaçado pelas más pessoas, mas sim por aqueles que permitem a maldade."
(Albert Einstein)



Escrito por Rê Marra no dia 11/01/2007 às 14h19